Daily Archives: 2006/12/17

Os EUA falham um teste com o seu sistema de anti-mísseis no Pacífico


Imagem: http://upload.wikimedia.org

Um teste com um míssil interceptor lançado a partir de um cruzador Aegis, no Pacífico, falhou, segundo declarou o Pentágono. Na altura, foram lançados dois mísseis de teste do cruzador USS Lake Erie, mas como o primeiro falhou e o teste pretendia demonstrar a capacidade do sistema de interceptar simultaneamente dois mísseis balísticos em pleno vôo, o teste foi abortado.

A esquadra composta pelo cruzador USS Lake Erie, pelo destroyer USS Hopper e pela fragata holandesa Tromp seguiu o míssil lançado até que este se despenhou no Oceano. Como curiosidade, fica a nota que esta Tromp pertence à classe De Zeven que está a substituir a classe Karel Doorman da qual dois exemplares serão entregues à Marinha Portuguesa em 1 de Dezembro de 2008(a “Van Nes”) e em 1 de Novembro de 2009 (a “Van Galen”).

Fonte: Space War

Categories: DefenseNewsPt, Defesa Nacional | Deixe um comentário

Sobre as duas fragatas holandesas “Karel Doorman” que a Marinha vai adquirir


Imagem: http://www.naval-technology.com

Portugal confirmou em Outubro a aquisição de duas fragatas holandesas “Karel Doorman“, numa operação que será decisiva para manter o nível operacional da Marinha portuguesa, reduzida actualmente à operação das corvetas Baptista de Andrade e às duas fragatas Meko, já que os restantes navios estão demasiado obsoletos para poderem ser utilizados em missões em qualquer lugar do mundo sem porem em sério risco os meios e as suas tripulações.

Estas duas fragatas holandesas pertencem à mesma geração de navios das fragatas alemãs Meko que tantos e tão bons serviços têm prestado na nossa Marinha e apresentam a vantagem adicional de terem menos tripulação (154 homens para 185, nas Meko).

Estas duas fragatas, segundo decisão do anterior ministro da Defesa, Paulo Portas, seriam as americanas Oliver Hazard Perry, uma decisão que nunca me agradou, especialmente porque resultava da tendência de Portas para adquirir sempre que possível armamento de origem americana, enquanto me parece que havendo necessidade de adquirir equipamento ao exterior, se deve dar primazia às fontes europeias…

Comparativamente, eis as três classes de navios:

MÍSSEIS

Fragata Holandesa “Karel Doorman“:

2 lançadores de mísseis anti-navio Boeing Harpoon Block 1C (120 Km de alcance)

1 lançador de mísseis anti-aéreos Mk 48 para mísseis Raytheon Sea Sparrow (14 Km de alcance)

Fragata Americana “Oliver Hazard Perry

Um lançador de mísseis Mk 13 para mísseis mísseis SM-1MR e Harpoon, mas esta unidade foi removida nos navios americanos em 2003 devido à descontinuação do míssil SM-1, pelo que não estaria presente nas fragatas que seriam entregues à nossa Marinha…

Fragata Alemã Meko 200 “Vasco da Gama

Dois lançadores quadruplos de mísseis Harpoon.

Um lançador óctuplo de mísseis Raytheon Sea Sparrow (14 Km de alcance), idêntico ao das fragatas holandesas.

CANHÕES

Fragata Holandesa “Karel Doorman“:

A arma principal é um canhão Oto Melara Mk 100 de 76 mm capaz de 100 tiros por minuto e com um alcance de 16 Km terrestre e anti-aéreo de 12 Km.

Possui também dois canhões Oerlikon de 20 mm.

Tem ainda um sistema “Thales Nederland Goalkeeper close-in weapon system” (CIWS) para defesa de proximidade com uma capacidade de tiro de 4000 por minuto e um alcance entre 200 m e 3 Km.

Fragata Americana “Oliver Hazard Perry

Neste domínio, a opção americana era claramente inferior… O navio possui um sistema Phalanx CIWS idêntico ao sistema holandês, mas além deste apresenta apenas um canhão Otobreda de 20 mm contra os dois Oerlikon também de 20 e o Oto Melara de 76 mm da fragata holandesa… Na verdade, a desvantagem foi tão grande que tive que reconfirmar três vezes este equipamento da fragata americana…

Fragata Alemã Meko 200 “Vasco da Gama

Um canhão Mod68 CADAM de 100 mm.
TORPEDOS

Fragata Holandesa “Karel Doorman“:

Dois tubos gémeos Mk 32 Mod 9 que disparam torpedos Mk 46 Mod 5 (torpedos anti-submarinos) com um alcance de 9 Km.

Fragata Americana “Oliver Hazard Perry

Dois tubos triplos Mk 32 para torpedos Mk 46 e 50. Uma ligeira vantagem neste domínio para as fragatas americanas… (triplo versus duplo).

Fragata Alemã Meko 200 “Vasco da Gama

Dois tubos triplos Mk 32 para torpedos Mk 44 e 46.
HELICÓPTEROS

Fragata Holandesa “Karel Doorman“:

Um helicóptero AgustaWestland Lynx SH-14D para operações anti-submarino.

Fragata Americana “Oliver Hazard Perry“:

Um ou dois helicópteros anti-navio e anti-submarino SH-2 Seasprite. Idênticas neste caso… Especialmente porque as aquisições não pareciam incluir helicópteros…

Fragata Alemã Meko 200 “Vasco da Gama

Dois helicópteros Super Lynx Mk 95.

CONTRAMEDIDAS e SENSORES:

Fragata Holandesa “Karel Doorman“:

Dois Mk 36 SRBOC (Super Rapid Blooming Offboard Chaff) lançadores quadruplos com um alcance de 4 Km.

Um “AN/SLQ-25 Nixie towed torpedo decoy”

Um sistema ARGOSystems APECS II de detecção de sinais de radar e que pode interferir até 16 alvos em simultâneo. O alcance para detecção é de 370 Km para navios e 93 Km para aviões.

Fragata Americana “Oliver Hazard Perry“:

Um radar de busca aéreo AN/SPS-49 Air Search Radar, um AN/SPS-55 Surface Search Radar marítimo, um sistema AN/SLQ-32 Electronics Warfare System e um AN/SQS-56 Sonar assim como dois idênticos Mk36 SRBOC Decoy System e um AN/SQR-19 Towed Array Sonar System. Ou seja, uma vantagem significativa aqui para os navios norte-americanos…

Fragata Alemã Meko 200 “Vasco da Gama

Um sonar SQ-150, um radar de superfície Signaal/Magnavox DA08, um aéreo Signaal MK08 e um sistema de guerra electrónica APECS II/AR 700.

VELOCIDADE:

Fragata Holandesa “Karel Doorman“:

29 nós

Fragata Americana “Oliver Hazard Perry“:

30 nós

Fragata Alemã Meko 200 “Vasco da Gama

32 nós

CONCLUSÃO

Em suma, a decisão de adquirir estes dois navios holandeses parece-me excelente, especialmente quando comparadas estas nas suas características com as Perry americanas… Lamenta-se apenas o facto de não haver aqui incorporação da indústria nacional… Especialmente, porque os holandeses estão a vender estes excelentes e modernos navios não por dificuldades orçamentais, mas porque precisam de manter os seus estaleiros navais em actividade e vão construir aqui novas unidades navais para substituir as Karel Doorman, idêntico exemplo podíamos ter seguido, recorrendo aos Estaleiros de Viana do Castelo e participando, por exemplo, na modernização destas Karel Doorman, a qual será também feita na Holanda…

Categories: DefenseNewsPt, Defesa Nacional | 8 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade