Daily Archives: 2006/12/16

A NASA pede a ajuda da Europa e da Rússia no seu regresso à Lua

A NASA, segundo as palavras da sua administradora Shana Dale espera congregar esforços com vários parceiros internacionais para construir, manter e povoar uma base lunar permanente (“Space 1999“, remember, Dae?…)

 

Estas declarações foram proferidas a 4 de Dezembro quando a administradora reiterou a intenção da NASA de começar em 2020 a construção de uma base lunar. Segundo Dale, a NASA começaria em 2007 conversações com vários possíveis parceiros desse projecto, e tendo em conta que a Rússia já manifestou vontade em participar nesse regresso à Lua, mas apenas de uma forma “compatível com o seu estatuto”, é de esperar que a primeira base lunar permanente seja construída e mantida por várias potencias espaciais em conjunto, o que é uma excelente notícia.

A administradora da NASA referiu explicitamente um sistema de transporte russo-europeu, supostamente o Kliper, o novo vaivem russo e onde a ESA já admitiu querer participar. Este sistema poderia auxiliar a NASA a construir a Estação e serviria de redundância em caso de falha com os sistemas “Constellation” da NASA.

Mas…

Como o primeiro vôo do lançador Ares I e da sua cápsula Orion só deve ocorrer em 2014, e isto se o programa não sofrer nenhum atraso, como será provável num programa tão complexo e extenso como este. Isto significa que entre 2010 e 2014, os americanos não terão nenhum meio de colocar astronautas em órbita, nem sequer de levar e trazer os seus astronautas para a ISS, de uma forma idêntica ao que aconteceu depois do acidente de 2003, onde foram forçados a embarcar nas cápsulas russas Soyuz. Esta lacuna será tanto mais estranha, quanto foram os EUA que financiaram em 80% a construção da ISS… Esta lacuna previsível deve-se à falta de decisões na ápoca do último mandato Clinton e do primeiro mandato Bush, um demasiado ocupado com questões monicais e o outro… demasiado preocupado com o ataque do 11 de Setembro… Como consequência, os EUA terão que dispender uma pequena fortuna se quiserem continuar presentes na Estação Espacial que pagaram e construiram quase sózinhos adquirindo “bilhetes” nas Soyuz russas ou nas novas ATV europeias…

A única escapatória para esta situação reside no programa COTS (Commercial Orbital Transportation) que atribuiu uma verba de 500 milhões de dólares a uma empresa privada que seja capaz de criar um lançador até 2008. Actualmente, a Rocketplane Kistler e a SpaceX estão bem posicionadas para construir um sistema semelhante, tendo a primeira recebido 300 milhões e a segunda 200 milhões de dólares. Aquela empresa que até 2008-2009 conseguir criar um sistema capaz de enviar e trazer astronautas americanos para a ISS e para a órbita terrestre ganha o contrato e impedirá assim a transferência de fundos da NASA para os cofres da ESA ou da Agência Espacial Russa…

Fonte: Russian Space Web

Anúncios
Categories: SpaceNewsPt | 6 comentários

We fuck the World

Categories: Humor | 3 comentários

A Regresso em força da Rússia à Lua

Imagem (Luna-Glob com Lander): http://www.novosti-kosmonavtiki.ru

 

A Rússia vai lançar a sua primeira grande missão lunar da História recente em 2012, confirmou um porta-voz da Agência Espacial Russa. Depois de ter deixado vários robots no solo lunar na década de 70, este regresso russo à Lua é esperado com muita expectativa.

A missão russa vai incluir um orbitador lunar que disparará 12 penetradores para várias regiões do nosso satélite natural de forma a criar uma rede sismíca que poderá esclarecer a origem da Lua e a composição do seu solo.

Depois de lançar os Penetradores (nome magnífico, não é?…) o Orbitador vai lançar uma Estação Poler, equipada com um Espectómetro de Massa para a superfície lunar, devendo esta Estação procurar depósitos de água nas zonas polares da Lua.

Para além desta missão, a Rússia antevê o lançamento de outras cinco missões lunares entre 2008 e 2015, entre estas missões estará a Luna Globe (em conjunto com a China), que será lançada em 2012.

 

Fontes:

Moon Daily

AviationNow

MosNews

Categories: SpaceNewsPt | 2 comentários

O Reino Unido vai renovar o seu arsenal nuclear

Imagem: http://www.naval-technology.com

O Reino Unido prepara-se para renovar o seu armamento nuclear, dando aqui especial enfoque à arma submarina através da construção de novos submarinos nucleares, com um custo estimado e mais de 29 mil milhões de dólares, de forma a ocupar o lugar dos 4 submarinos nucleares Vanguard cuja vida útil deve terminar em 2014.

Os novos submarinos serão equipados com um novo sistema de mísseis, mais moderno que os actuais Trident, de origem norte americana.

Contudo, pelo menos, o Reino Unido deverá reduzir o número de ogivas atómicas actualmente constantes do seu arsenal, reduzindo-o em cerca de 20%, até um máximo de 160 unidades, até 2020, prometeu também Tony Blair, reduzindo este número a partir das 200 ogivas actualmente presentes no arsenal britânico e que equipam os quatro submarinos Vanguard.

Assim, o Reino Unido decide manter-se no restrito clube das potencias nucleares. Confesso que preferiria que a notícia fosse de sinal contrário… Ou que pelo menos visse o R.U. a bater-se pela transferência das suas forças nucleares para a UEO ou para a NATO, dado que quantos mais controlos ao botão houver, mais seguros estaremos todos nós… O desarmamento nuclear puro e simples, ainda que altamente desejável, não é para já possível tendo em conta que países descontroláveis como a Coreia do Norte e o Paquistão já têm a Bomba… Isto é, como dissuadir um destes países sem possuir a mesma arma?

Fonte: Público

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | 4 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade