Daily Archives: 2006/12/15

Paulo Lemos: O Contragolpe Pintista no caso “Eu, Carolina”

Depois do livro lançado (escrito?) pela ex-alternadeira particular de Pinto da Costa, assistimos hoje ao contragolpe pintista na capa do jornal que fez o frete ao “Papa Negro da Bola”, o 24 Horas, e que publica na sua capa uma entrevista a um tal de Paulo Lemos que afirma ter sido “amigo colorido” (Gay?) de Carolina Salgado após a separação desta do Papa Negro.

O teor desta entrevista parece ter sido pedido de encomenda pelo dito Papa… “Paulo” (se é que é o seu nome) tresanda a “Superdragão”, a Guarda Pretoriana Pintista e embora diga agora que “tem medo de Carolina e que está a contar tudo para se proteger”, na verdade bem pode estar a fazer um frete para desacreditar a testemunha/arrependida num processo que se ameaça agora que Maria José Morgado o vai liderar um autêntico pesadelo…

Esta é de facto uma táctica comum para lidar com casos destes, em que surge de repente uma testemunha crucial, que conhece o arguido por dentro e por fora, que sabe de cor todos os seus podres, e como destes é coisa que não falta a Pinto da Costa… Este conduz agora uma estratégia de diminuição da credibilidade da testemunha para anular aquilo que ela disser em Tribunal:

 

“diz que ela consome drogas”

(diminui a credibilidade dela enquanto testemunha)

 

“conta que ela lhe deu um fato do presidente do FC Porto”

(e daí? já repararam que esta “denúncia” só assume relevância se se admirar Pinto da Costa ao ponto de julgar que os seus fatos estão abençoados ou que são sagrados pelo toque com o Divino Papa Negro? Caramba, se esta frase não é de Superdragão…)

 

“Garante que ela teve um encontro com Luís Filipe Vieira”

(mais uma dica… Ela atreveu-se a encontrar com o Inimigo Fidagal do Pintismo, o presidente do Benfica… Tipo fazer um pacto com o Demo… Esta frase serve claramente para acirrar o ânimo de todos os Pintistas contra Carolina, para que desejem ver a côr das suas entranhas quando (se) regressar ao Porto)

 

“Ela costuma mandar bater nas pessoas”

(novamente a téctica de desacreditar a Testemunha… Se era assim, porque não a denunciou a seu devido tempo à Polícia, e só agora que o Papa Negro está em questão é que a público, “denunciar a situação”?)

 

Nas raízes deste livro está óbviamente o rancôr da separação… E a defesa de Pinto da Costa vai usar até à exaustão esse mesmo argumento, mas é impossível reconhecer em Carolina Salgado Coragem (e alguma Perfídia… e alguma Cupidez). Não deve ser fácil erguer-se contra alguém que no Porto move tantas e tamanhas influências, desde o meio judicial, ao policial, ao próprio poder político, e que tem um grupo de pretorianos privativo.

Por isso… Tiro o chapéu a Carolina Salgado, ex-alternadeira privada de Pinto da Costa ou não… Quantos de nós teríamos a coragem para avançar assim, como ela o fez?

Acredita que Pinto da Costa vai acabar por ser condenado e preso?

1) Sim
2) Não

View Results

Anúncios
Categories: A Escrita Cónia, Futebol e Corrupção, Sociedade Portuguesa, sQuids S1 | 14 comentários

Adiado o lançamento da sonda europeia “Corot” (detectora de planetas)


Imagem: http://smsc.cnes.fr

O lançamento da sonda europeia Corot que devia acontecer em 21 de Dezembro foi adiado até 27 de Dezembro devido a uma fuga de combustível detectada no foguetão russo Soyuz Fregat que o lançará do cosmódromo de Baikonur, no Casaquistão (Casaquistão… Lembram-se de… Borat?).

A sonda de 650 Kg vai transportar instrumentação capaz de detectar pequenas alterações na luminosidade de estrelas e que indica a presença de planetas na sua órbita, sendo assim, a primeira sonda alguma vez lançada tendo apenas esse objectivo.

Fontes:

Space Travel

CNES

Categories: SpaceNewsPt | Deixe um comentário

Quids S5-24: Que avião é este?

216j4.jpg
Dificuldade: 4

Categories: As Ilhas Míticas do Atlântico, Quids S5 | 24 comentários

sQuid S1-13: Como se chama este episódio da série “Lost”?

b2.jpg

Categories: Ciência e Tecnologia, Delírios, LOST (Perdidos), sQuids S1 | 9 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade