O Tantrismo e o Sexo Tântrico: Formas de Iluminação no Budismo (1)


Imagem: http://www.realization.org

No mundo em que assistimos a “revistas femininas” com matérias de capa como o “Sexo Tântrico, saiba o que é”, num mundo de total e insonsa desvalorização dos valores, através do seu sistemático sacríficio aos deuses do Consumo, é preciso por vezes lançar sobre estes demónios alguma areia e clarificar um pouco as coisas.

Assim, de ora em diante, encetarei mais uma tarefa: a de explicar aos leitores (a ambos os dois, quero eu dizer) o que é efectivamente essa coisa que a revista feminina (é irrelevante dizer qual é, assim como é irrelevante lê-la) chama de “Sexo Tântrico”.

Daqui a dizer que sou um praticante do dito… É algo que não farei, mantendo-se na sombra essa informação…

Antes de prosseguir urge delimitar aqui que os textos que passarei a escrever sobre este tema do Budismo Tântrico e do Vajrayana não incluirão em si mesmos nenhuma revelação extraordinária ou secreta. Estas existem, mas são conhecidas apenas por um reduzido número de iniciados nos quais não me encontro, limitando-se o meu conhecimento ao superficial contacto com alguns mestres Nyimgmapa e de umas quantas obras escritas.

Em primeiro lugar, temos que identificar as práticas do Vajrayana como a forma mais avançada, rápida, mas também a mais exigente e secreta de alcançar a Iluminação. Os seus ensinamentos são “secretos” apenas na medida que só devem ser revelados depois do discipulo ter alcançado um dado estado mental e não antes, sob pena da sua ineficácia e inutilidade. Estes ensinamentos, concretos e prático, pretendem assim usar a experiência sexual para produzir no Ser Humano estados alterados de consciência, toques leves e ligeiros no patamar de consciência explicado nos textos como “Clara Luz” e que todos nós enfrentaremos no momento da Passagem para a Morte e da entrada no Estado do Bardo.

Assim, os ensinamentos práticos do Sexo Tântrico podem ser usados quer para reforçar a natureza mágica e plena do contacto sexual, mas também para fazer perdurar no Homem o momento idêntico ao da Iluminação que se alcança no momento do Climax, preparando o momento “final” da Passagem, deixando em nós sementes que nos permitam atravessar mais sabiamente e certeiramente esse decisivo momento, e reencarnar melhor ou… não reencarnar de todo.

continua…

Para saber mais:

http://en.wikipedia.org/wiki/Tantra

http://en.wikipedia.org/wiki/Tibetan_Buddhism

http://en.wikipedia.org/wiki/Vajrayana

http://www.mahendranath.org/

http://www.sacred-texts.com/tantra/maha/

http://www.shivashakti.com/

http://www.aypsite.com/TantraDirectory.html

Categories: Futebol e Corrupção, Sexo Tântrico e Budismo | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “O Tantrismo e o Sexo Tântrico: Formas de Iluminação no Budismo (1)

  1. Vou andar atento a este assunto. É claro que o meu interesse é meramente teórico… 😀
    Um Abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: