Porque é que os relógios não têm interruptor?

Sabem aquele tique-taque, constante, rítmico elevemente irritante do vosso relógio de mesinha de cabeceira? Aquele som que vos entra pela cabeça dentro e vos recorda que ainda que estejam imersos na penumbra e que os vossos olhos estejam reduzidos a adivinhar formas e contornos que o Mundo existe, está lá fora, e que não estamos num sonho?

Esse mesmo!

Porque não inventam relógios com interruptor que possamos desligar quando melhor nos aprouver? Relógios que possam parar o curso avassalador e esmagador do Tempo, que nos submerge, devora e rodeia de nevoeiros; Relógios que coloquem nas mãos do Homem o controlo dos elementos, do Tempo e da sua Vida.

Porque é que os relógios não têm interruptor?

Categories: Delírios, Quids S4 | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Porque é que os relógios não têm interruptor?

  1. porque o tempo não se interrompe!!!

  2. Olá Rui. Gosto desta tua faceta delirante. Levantas uma questão que nunca me ocorreu. De facto deviam existir relógios com este interruptor, o problema é que depois tinhamos que os acertar…
    Mas a melhor solução é a que eu utilizo quando posso e quero dormir ao fim de semana. Todos os relógios e telemoveis, são deixados fora dos quartos, assim não há hipotese de sermos incomodados.
    Um Abraço.

  3. Não existem interruptores mas existem almofadas para pôr por cima dos relógios 😦

    Um delírio desses que eu tenho é: porque é que os japoneses ainda não inventaram um comando para andar com a programação da televisão para a frente (e para trás!)? Talvez assim, só vendo o que quisesse, eu pudesse vir a interessar-me mais pelo aparelhómetro!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: