Horten Ho IX V1

Função: Avião de pesquisa

Dimensões: Envergadura, 16.76 metros; Comprimento, 7.60 metros.

 

Peso: Vazio, 1.900 kh; Carregado, 2.000 kg.

 

Velocidade: Aterragem, 75 km/h.

 

Pilotos: Um.

 

Armamento: nenhum.

 

Propulsão: nenhuma.

hoixb.jpe

Até ao Horten IX todos os sistemas de propulsão instalados nas asas voadoras tinham sido motores a hélice mais ou menos convencionais, mas o H IX marcou a introdução da propulsão a reacção nas asas voadoras Horten. Walter Horten tinham testemunhado em 1943 um vôo do Me 262 e tinha saído desse encontro tão impressionado que de regresso às suas oficinas tinham suspendido todo o trabalho no H VII e ordenado a concentração de todos os esforços no cumprimento da ordem de Goering “1000x1000x1000”, que afirmava que nenhum projecto aeronautico seria apoiado a menos que preenchesse por três vezes o número mil (1000 quilómetros por hora; 1000 quilos de bombas e 1000 quilómetros de raio de acção). Em Agosto de 1943, Goering confirmaria o seu apoio ao projecto Horten H IX e surgia a primeira referência clara a que o seu sistema de propulsão devia ser um par de turbo-reactores.

Como primeiro passo para este interceptor a reacção foi construído o H IX V1, um planador de pesquisa sem motor. O planador era construído de estruturas de aço e madeira revestidos por contraplacado. A utilização destes materiais tornava o H IX praticamente indetectável ao radar. O piloto ocupava um assento normal, ao contrário de outros desenhos Horten que o colocavam deitado. O seu primeiro vôo teve lugar a 1 de Março de 1944 a partir do aeródromo de Goettingen a cargo do piloto de testes Heinz Sheidhauer. Após vários vôos rebocados foi escrito um relatório de avaliação do DVL a 7 de Abril de 1944 em que se afirmava que o “avião fornecia uma excelente plataforma de tiro”. Previa-se a utilização de um fato pressurizado para testes na estratosfera, que nunca chegou a ser utilizado. Concluído o período de testes, o H IX V1 foi enviado para o aeródromo militar de Brandis onde devia ser usado como avião de treino, contudo, nunca chegaria a ser utilizado para esse fim, sendo destruído perante a aproximação eminente das forças americanas.

Categories: As "Armas Secretas" da Alemanha Nazi | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Horten Ho IX V1

  1. Incrivel como este planador é parecido com o avião de combate mais sofisticado norte-americano!

  2. meu pai do ceu! os alemaes foram muitooooo foda!quase inventaram um B2 40 anos antes dos americanos! carai nao podiam ter perdido a guerra, hj eles seriam muitoooo escrotos! incrivel a produçao alema do final da guerra!

  3. sim… é verdade que em 1944 a produção alemã apesar da intensificação massiva dos bombardeamentos aliados era superior à de 1943… mas à custa do emprego massivo de trabalho escravo e dos campos de concentração e de condições verdadeiramente sub-humanas…

    e que importava se tinha mais de 300 Me262 nos hangares se não tinham combustível para o faze voar?

    Esse foi o verdadeiro problema alemão que determinou em ultimo grau a sua derrota: a falta de abastecimentos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: