As Ilhas Míticas do Atlântico: Ilha do Diabo

A “Raccolta” de Ramusio (19) colocava ao Norte da Terra Nova a Ilha dos Diabos. Ruysch, no seu Atlas de 1507-1508, inseria nesta região do oceano uma “insula daemonum”. Corte Real (20) dava igualmente esse nome a uma ilha da costa do Labrador (“Isola de los Demonios”). Thevet (21) na sua “Cosmographie” de 1575, narra os sofrimentos de alguns marinheiros naufragados no arquipélago dos Demónios.

Categories: 9/11 Denial, As Ilhas Míticas do Atlântico, Economia, História | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “As Ilhas Míticas do Atlântico: Ilha do Diabo

  1. Post curto?

    Curioso que encontrei esse Thevet ontem, num livro intitulado “Monstros e Monstrengos no Brasil”, de Afonso de Taunay. Ele menciona um livro chamado ‘Singularidades da França Antártica’, você conhece?

    bom, estou curioso para acompanhar os posts sobre as ilhas!

  2. yep.. curto, como era o capítulo deste meu impublicado (e impublicável) livro…
    Não conheço, não. Mas também de Thevet (que foi aqui a minha fonte primária) recordo-me apenas de fotocópias em inglês muito bafientas e de nada dessa sua obra. De qq modo suponho que se referia às possessões francesas no Índico Sul, que a França ainda hoje ocupa:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Islands_controlled_by_France_in_the_Indian_and_Pacific_oceans

  3. Agora quando nos mandarem para o Diabo, já sabemos onde procurar… 🙂
    Um Abraço.

  4. É curioso como há tanta ilha referenciada e cartografada sendo hoje um mistério o seu avisatmento.
    Falamos de 500 anos um curto periodo para transformações geologicas significativas, para submergir tanta ilha

    Recordo que os mapas de piri dos reis tem ilhas cartografadas mas que pela data presume-se que tenham sido submersas pelo degelo existente nos milénios que se seguiram a sua elaboração. Conta-se que este mapa era muito antigo já no tempo de Alexandre o grande.

    Seria desnorte de marinheiros da época???

    Na minha infancia viajei muito pelos mares, fui a quatro continentes e recordo que por vezes certos padroes de nuvens com determinada luminosidade parecia indicar terra no horizonte, quando não era mais que uma miragem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: