O Me262 voando em formação

A formação preferida era o Kette (4 aviões) em lugar do Schwarm (3 aviões), o grande raio de volta necessário, a sua pobre aceleração levaram à preferência pelo Kette. Por outro lado, a elevada velocidade e o alto consumo de combustível do jacto tornavam difícil manter formações a baixa altitude, aliás, o melhor método seria descolar simultaneamente mas como a maioria dos aeródromos alemães apenas permitia a descolagem a 3 Me 262, essa limitação contribuiria decisivamente para esta preferência.

Quando os Me 262 desencadeavam ataques em Staffel (esquadrilha), nove jactos, em três formações de três eram utilizados. Na aproximação aos bombardeiros inimigos o jacto mais avançado da Kette estava ligeiramente mais abaixo que os dois nos seus flancos. Na maioria dos casos, a cada Staffel era atribuído um grupo de bombardeiros. Recebidas essas indicações da estação de radar em terra os Me 262 mergulhavam atrás dos bombardeiros para ganhar velocidade, de modo a poderem afastar-se dos escoltadores aliados que entretanto se aproximavam. Em primeiro lugar eram disparados os foguetes R4M após o eram usados os canhões MK 108. Uma vez passado o alvo, o piloto optava por uma segunda passagem ou pelo regresso à base se escolhesse a segunda alternativa iniciava um rápido mergulho para ganhar velocidade adicional de modo a afastar-se decididamente dos caças aliados. A segunda passagem já não era feita em formação devido à grande dificuldade de reagrupar os membros da formação (devido à sua alta velocidade e grande raio de volta). Ataques frontais só eram efectuados em caso de acidente porque a alta velocidade do jacto reduzia para um tempo minímo o período em que era possível apontar as armas com um minímo de eficiência, além de que era difícil observar os danos provocados e avaliar assim da utilidade de uma segunda passagem.

Categories: As "Armas Secretas" da Alemanha Nazi | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “O Me262 voando em formação

  1. Fantástico artigo Rui. Não fazia ideia das formações usadas pela Luftwaffe. A tua contribuição para a nossa aprendizagem as técnicas de combate e das armas usadas pela alemanha é notável. Obrigado por aumentares a nossa cultura.
    Um Abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: