Santanaz Lopes: O Regresso da “Besta”

Como tive oportunidade de salientar por AQUI, o inefável Pedro Santana Lopes continua vivo. Aparentemente, aquilo, também considerado por muitos, como o pior Primeiro Ministro de sempre, ainda tem a lata de aparecer em público e de mandar os seus bitaites:

“Na sua crónica semanal na TSF, o ex-presidente do PSD acusou Sócrates de «dizer uma coisa e fazer o seu contrário», algo que, no entender de Santana Lopes, pode ser chamado de «batota política».

«A política não pode continuar a ser feita assim», defendeu Santana Lopes.”

Em primeiro lugar, parece que a TSF considera que o tipo tem ainda alguma relevência política para lhe comprar tempo de Antena, como se algo que ele diga possa vir a ter algum efeito concreto nos próximos mil anos (que é o tempo que as trapalhadas santânicas ficarão na memória dos Povos, espero eu…), mas em segundo lugar, esta afirmação revela que Santanaz, verdadeira “besta política” sentiu que o clima no PSD lhe é favorável… Marques Mendes revela-se incapaz de lidar com a máquina propangandística do PS e Santanaz, verdadeiro Tribuno ao modelo romano, ousa agora procurar capitalizar o descontentamento crescente nas hostes laranjas pelo estilo tímido e contido de Mendes e regressar das cinzas, verdadeira Fenix carbonizada pela mais humilhante e esmagadora derrota da história do PSD…

Que Sócrates mentiu, isso é evidente… Não vão cobrar pelas SCUTs? Não aumentou vários impostos (entre os quais o IVA)?

Mas daí a que isso dê a Santanaz os direitos de renascer do Mar da Irrelevância Política, onde todos (quase) o considerávamos afundado…

Categories: Política Internacional, Política Nacional | 10 comentários

Navegação de artigos

10 thoughts on “Santanaz Lopes: O Regresso da “Besta”

  1. Pedro Tavares

    Se o Santanaz (gostei do nome) Lopes continuar a a procurar uma cura milagrosa para a sua reabilitação, vão ver que se vai voltar a queimar, não tarda nada volta com a história do menino a quem tiram o chupachupa.
    O nosso povo pode denotar alguma ignorância (e não denotam todos?) mas até o tonto acaba por perceber que é sempre ele que fica na pior.
    Já agora não era suposto o Santanaz estar a receber uma reforma (deputado = XX anos de serviço ?). O povão aqui até releva, ele que se deixe estar reformado, que vá para um jardim público dar milho aos pombos (mesmo correndo o risco de serem os Portugueses a pagar o milho).

  2. Vade retro Santanaz…

  3. Eu acho piada a uma coisa, atenção que ao defendo o santana nem nenhum outro politico, pois sao todos iguais!

    É tudo farinha do mesmo saco! O santana pelo menos gostava de gaijas, tinha amantes e tem ar de chulo, agora temos um primeiro ministro paneleiro.. vai de mal a pior e de pior a mal e sempre assim!

    Abraço

  4. Nito

    Farinha do mesmo saco…
    O homem está mal na vida, temos de compreender, as luzes da ribalta, os paparazzi não lhe ligam, o homem está triste, de tromba descaída, de pau parado, a Cinha já não gosta dele, as tias preferem o novo PM, as Santanettes já mudaram de poiso, enfim a vida corre-lhe mal.
    O rapaz tem uma resma de filhos em escolas dondocas para pagar, somando ainda as pensões das ex-mulheres / amantes, a pensão vitalícia não lhe deve chegar de certeza.
    Os amigos Durão e Portas arranjaram grandes tachos à pala da conferência dos Açores e fizeram-lhe um manguito dos grandes.
    Os amigos do PPD/PSD agora apoiam o rodas baixas (ou pouca sombra).
    Ele está sozinho no Oceano da política (o Manuel Monteiro não conta) por isso agora precisa de tempo de antena.

  5. o homem pode não ter sido brilhante como primeiro ministro, mas o que não invalida que não possa ser comentador ou prosseguir na política, é o que eu acho

  6. O que diz santana já passou de moda. Vem por arrasto. Como as criticas de Marques Mendes… Têm medo de emitir uma opinião nova. Ainda bem.

  7. Bem demonstrativo do estado a que chegámos.

    Mas deixemos o homem falar, é o que lhe resta. E eu, não gosto de pisar os mortos.
    Paz à sua alma.

  8. Há uma coisa um bocadinho desagradável, quando pensamos na dupla Sócrates-Santana. Santana falava desaforadamente no princípio do utilizador-pagador, para nos dizer que era “natural” pagarmos taxas diferenciadas nos hospitais, pagarmos as auto-estradas, and so on so forth. Sócrates achava que não e tal, e começou por aumentar impostos, alegando-se traído pela enormidade do défice. Mas agora já chegou aos projectos do Santana – algumas SCUT a pagar, taxas de internamento nos hospitais e tal…

  9. Ira bem. A meio da leitura está lá o que de facto é. Quem concede a este a outas figuras da praça, tempo de antena é que é culpado e tem menos vergonhas que os próprios. Esses já nós sabíamos não ter nenhuma.
    Abraço

  10. não era ira, (embora a mão fugisse para a verdade :)), mas sim, Ora

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: