Daily Archives: 2006/10/18

Os vencedores dos prémios IG Nobel da Paz

Este ano, o vencedor dos prémios IG Nobels da Paz foi o inventor do dispositivo que repele adolescentes.

O inventor galês Howard Stapleton concebeu um dispositivo que emite um som estridente que é inaudível a adultos, mas que pode ser ouvido pelos adolescentes, e que será muito irritante para os mesmos… A ideia é afastá-los do emissor, poupando o adulto que usa o aparelho à presença dos ditos… Por exemplo, num assalto de um Gang de adolescentes…

Embora não tenham logrado conquistar o primeiro galardão outros estudos mereceram referências honrosas, como um estudo conjunto israelita e americano que indica que…. colocar um dedo no anûs cura soluções e um outro que explica porque é que os pica-paus não ficam com dôr de cabeça apesar do seu passatempo favorito, que é o de bater a cabeça contra árvores duras…

Os IG Nobels existem desde 1991, pretendendo cativar o interesse popular pela ciência e tecnologia.

Fonte: Portugal Diário

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia, Defesa Nacional, Sociedade, Wikipedia | 9 comentários

A Fi103R: A V-1 tripulada

Função: Bomba voadora tripulada.
Dimensões: Comprimento, 7.90 metros; Envergadura, 5.30 metros.
Peso: 2.180 kg.
Propulsão: 1 pulso-reactor Argus As 109-014 de 350 kg.
Velocidade Máxima: 645 km/h.
Alcance: 240 km.
Armamento: uma ogiva de 850 kg de alto explosivo.

 

Embora se tenham desenvolvido investigações tendentes a resolver o problema crónico das V-1, a sua falta de precisão, nunca se chegou à fase de produção destes protótipos. Alguns destes testes passavam pela inclusão, imediatamente abaixo da entrada do pulsoreactor de uma cabine de pilotagem. Não se tratava, contudo, de uma arma suicída, visto que o seu piloto deveria saltar logo se julgasse que a bomba estava devidamente apontada para o seu alvo, embora na prática isso fosse bastante difícil, o que não parecera importar muito a Goering e Goebbels, a quem a ideia tinha ocorrido precisamente depois de tomarem conhecimento das acções dos Kamikaze japoneses.

 

Os testes destas V-1 tripuladas (versão Fi 103 R-III) redundaram numa sucessão de desastres, sem que se chegasse a saber qual a sua verdadeira causa. Desastres que provocaram sempre a morte do piloto porque devido devido ao pequeno tamanho da cabine de pilotagem, e também porque a entrada do pulso-reactor estava colocada precisamente sobre a sua cabeça era quase impossível ao piloto saltar antes que o avião se despenhasse no solo. Apesar destas dificuldades, quando no último período do conflito se pediram voluntários, estes surgiram em grandes números. Provinham especialmente das fanáticas Juventudes Hitlerianas que receavam ver a guerra chegar ao fim sem que chegassem a combater, pilotar uma V-1 era a última hipótese de morrer com glória. Acredita-se que esta versão da V-1 não chegou a conhecer uso operacional, embora alguns defendam que o corpo aeronaútico das SS teria criado a esquadrilha Leonidas com alguns dos 175 aparelhos construídos. Outras fontes referem que as tripulações para estes engenhos proviriam do Corpo Aéreo das SS, formado Novembro de 1944 com 150 voluntários – conhecido como S.O.M. (Selbstopfer Maenner, ou seja, os auto-sacrificantes), formados no centro especial de Friedenthal, conduzido pelo famoso Coronel Otto Skorzeny. O lançamento de alguns destes engenhos sobre Londres explicaria o comportamente “inteligente” reportado por alguns pilotos de caça aliados. O conceito da V-1 tripulada seria testado após o final da guerra pela RAF usando pilotos de pequena estatura, mas o projecto foi rápidamente abandonado.

 

O desenvolvimento do projecto previa a versão Fi 103 R-I e R-II como planadores de treino; a R-III como treinador com propulsão e a R-IV como versão final.

Categories: As "Armas Secretas" da Alemanha Nazi | 3 comentários

Quids S4-6: Que castelo é este?

gggggg.jpg

Dificuldade: 4

Categories: Cidadela dos Incultos, Quids S4 | 8 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade