2100: 40º no Verão no Norte da Europa

Um estudo promovido por um relatório das Nações Unidas prevê um aumento médio de temperatura de 3 graus até 2100. Segundo esse estudo as temperaturas nos países do norte da Europa poderiam chegar aos 40 graus no Verão, provocam degelos massivos nos Alpes, prevendo-se que todas as pequenas massas de gelo irão desaparecer, enquanto que 70% das maiores, seguirão idëntico destino. O vice-ministro alemão, Michael Mullher, interrogado sobre as conclusões do relatório resumiu-as assim: “alarmantes”. Com efeito, este relatório aponta para um agravamento das anteriores previsões, não para um atenuamento, como alguns esperavam.

O agravamento das previsões é compreensível dado que nenhum dos dois maiores poluidores do mundo (os EUA e a China) ainda reconheceram o fenómeno e continuam mais obcecados com os seus números económicos de Curto Prazo do que com a sobrevivência das suas próprias nações e populações a longo prazo… A corte de “climatologistas” arregimentada pelas multinacionais da Energia e do Petróleo não pára de diminuir, mas consegue ainda atirar a areia suficiente para os olhos dos políticos americanos para manter esse potencial farol e guia para o mundo na obscuridade e manietado pelos interesses económicos que elegeram Bush duas vezes e que nestas pressões lhe fazem cobrar o seu apoio….

Enquanto isso, o nosso mundo aquece e sobreaquece, sem que o maior emissor de gases de efeito de estufa pareca sinceramente preocupado com o problema, ou sem que tenha ainda, sequer, reconhecido a sua própria existência.

Fontes:

Jornal Welt am Sonntag e www.dw-world.de

Anúncios
Categories: CodeFarmPt, Ecologia | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “2100: 40º no Verão no Norte da Europa

  1. Rantanplan

    Hum….tendo em conta a obsessão actual no tocante a aspectos financeiros o que fazemos…..!? Que tal uma fábrica de bronzeadores dedicada à exportação para a Europa rica…..? Hum……será que existem subsidios disponiveis…..?

  2. O estudo do aquecimento global da TERRA é para todos menos para os mencionástes, aliás e segundo se diz nós (PORTUGAL) fomos chamádos a atenção sobre a poluição que fizemos, como se não houvesse mais alguém neste mundo que faça mais merda que nós.

  3. nope… começamos a parar com espiral louca de crescimento de lucros de 20% das multinacionais e acabamos a transformar as nossas industrias e centrais energéticas em formas menos poluentes… e desmaterializamos esta cultura de Consumo… E tornamos os Bens maufacturados mais duradouros e menos perecíveus, etc, etc.

  4. Se a Europa do Norte chegar ao 40º qual será a temperatura por aqui?

  5. nem… por essa altura já o Algarve será uma extensão do Algarve (verdade)… por isso… podes conmtar com ums bons 50 º no Verão…

  6. Certíssimo Rui.
    Só que cá, como lá, também há quem esteja mais preocupado com o curto prazo. Na passada sexta-feira, na revista “Dia D”, suplemento económico do “Público”, apareceu um artigo perfeitamente incrível, assinado por um tal André Azevedo Alves, doutorado na London School of Economics e um dos autores do blog “O Insurgente”, em que se pretende demonstrar que os programas de combate às alterações climáticas são errados e não devem ser seguidos, por motivos económicos. Entre os motivos apontados estão o minar da economia de mercado (sic) e o de pôr em causa ”o tão imprescindível quanto incompreendido capitalismo”!!!! Depois de ler aquilo, fiquei com muito má impressão da “London School of Economics!

  7. infelizmente a maioria dos neoliberais negam o Aquecimento Global. Ainda não percebi onde está o Dogma que os obriga a negá-lo, mas que o fazem, fazem! veja-se p.ex. os inflamados posts negando este fenómeno que se encontram no blog “liberal” Blasfémias (um dos blogs mais lidos da blogoesfera portuguesa)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: