Daily Archives: 2006/10/07

A EMEL foi novamente condenada a devolver por cobranças excessivas…

Quem viu ontem o telejonal nas várias televisões de canal aberto pode ter visto uma reportagem sobre a vitória de um queixoso contra a EMEL (um dos muitos…) que apresentara ao Tribunal Arbitral de Lisboa uma queixa contra um procedimento da EMEL que passa por quando um veículo ultrapassa o período de tempo que pagou por alguns minutos lhe apresentar uma “multa” pelo valor total da ocupação diária. Isto é, se o utilizador pagar uma hora de estacionamento e ultrapassar essa hora num minuto, o fiscal da EMEL, tem indicações da administração dessa empresa para obrigar ao pagamento da TOTALIDADE do período possível de ocupação nesse parquímetro, isto é, INCLUINDO A HORA JÁ PAGA.

Esta atitude insere-se num conjunto de prática polémicas e moralmente questionáveis por parte desta Empresa Municipal e já levou a EMEL a perder vários processos no Tribunal Arbitral, sendo obrigada a devolver o valor pago em excesso em todos os casos que chegaram a esse tribunal. Contudo, o valor da devolução por queixoso ronda os 1 a 3 euros, enquanto que esta prática ilícita e ilegal rende à EMEL vários milhares de euros todos os meses!

Todos aqueles que forem vítimas desta prática TÊM que reclamar e apresentar a sua queixa junto do Tribunal Arbitral de Lisboa e o nosso Governo e a Câmara Municipal deviam forçar a EMEL a parar com esta prática ilegal e condenada.

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 25 comentários

A Virgin Atlantic levantou recentemente as restrições totais ao transporte de Laptops com baterias.

A proibição de transporte de baterias de portáteis em aviões da companhia de Aviação Virgin Atlantic aplicava-se a computadores portáteis Apple e Dell e impedia aos utilizadores da companhia o transporte de laptops Apple e Dell com a suas baterias ainda no seu interior. Os passageiros podiam levar estes computadores, mas não os podiam utilizar a bordo, nem manter as baterias no seu interior.

Esta proibição decorre dos problemas recentes com baterias fabricadas pela Sony e que levou à retoma de mais de 5 milhões de laptops, um pouco por todo o mundo. A Virgin não foi contudo a única companhia de aviação a implementar estas restrições, seguindo-se à Quantas e à Korean Air. Actualmente, a Virgin levantou a proibição total a (como consta do seu website):

“os passageiros que tencionem usar um laptop Apple ou Dell a bordo só podem fazer depois de entregar o seu número de série à tripulação para que esta o possa conferir numa lista de baterias afectadas.” Actualmente, a Virgin permite o uso destes laptops, mas somente ligados às tomadas que a companhia disponibilizará para cada utilizador.

Recordemo-nos que em dadas condições, estas baterias poderiam incendiar-se e o fenómeno foi confirmado em pelo menos 4 casos distintos.

Fonte: www.cnet.com

Categories: Informática | Deixe um comentário

O míssil anti-aéreo Enzian

 

Peso total: 1.800 kg
Peso explosivo: 320 kg
Velocidade: 1.000 m/segundo
Alcance: 25.000 m

Os primeiros trabalhos no Enzian no Oberbayerischen Forschungsanstalt Oberammergau, uma companhia associada da Messerschmitt datam de 1944. De modo a abreviar ao máximo a fase de desenvolvimento foi decidido espalhar o trabalho por várias instituições de pesquisa:

1) A Reichenhall (uma secção do D.F.S.) trabalhava no sistema de vôo;

 

2) O D.F.S. tinha a cargo o equipamento do míssil;

 

3) A Holzbau-Kissing, A.G., de Sonthofen-im-Allgau também estava ligada ao projecto.

 

Mas em Dezembro de 1944 o O.B.F. assumiria o total controlo do projecto Enzian, mas quando os cientistas do D.F.S. chegaram a Oberammergau para continuar o seu trabalho sob a tutela do O.B.F. depararam com o cancelamento do programa. Aparentemente, as causas para esta súbita desistência deveram-se aos avanços registados pela Henshell no míssil anti-aéreo Schmetterling e pelos avanços que a Messerschmitt fizera na finalozação de um interceptor foguete controlado por radio, um das mais antigas ambições de Goering.

 

A fuselagem do míssil era essencialmente a do Me 163 Komet (cujo desenho estava facilmente acessível pelo íntimo relacionamento da companhia com a Messerschmitt), o que significava que a madeira era o seu principal constituinte, se exceptuarmos o nariz que era revestido com uma folha de metal com 20 mm de espessura. A propulsão era recolhida de um motor Vfk Triebwerk Zg. 613 A 01, um dos mais primitivos motores a combustível líquido produzido na Alemanha. A descolagem vertical seria conseguida através da ignição de quatro foguetes de combustível sólido que depois seriam ejectados, altura em que entraria em acção o motor Zg. 613, que levaria o engenho até uma altitude máxima de 15.000 metros. O controlo dos lemes era realizado através da radio, tendo sido testados os equipamentos “Rheinland”, “Dueren-Detmold”, “Dusseldorf-Detmold”, o método de transmissão FB e o FZ 11 e o método de transmissão NY. O desenvolvimento destes sistemas competia ao Dr. Ing. W. T. Runge e à equipa de desenvolvimento GNB-Entwicklungsgruppe 10 “Fernlenktechnik”. A sua cabeça seria equipada com um sistema de busca por infravermelhos (projecto Madrid).

 

O plano de testes previa que apenas seriam efectuados ensaios no solo, de modo a abreviar a entrada em acção do engenho, e de facto, quarenta unidades seriam fabricadas pela companhia Holzbau Sonthofen. O primeiro lançamento ocorreria em Agosto de 1944. O desenvolvimento foi cancelado por Kammler em 23 de Janeiro de 1945.

Categories: As "Armas Secretas" da Alemanha Nazi | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy