Do impacto do PIB das alterações climáticas previstas para 2030-2050

“Nós prevemos uma subida de temperaturas de 4º C (o leque das estimativas vai de 1,4 a 5,8 ºC) e uma elevação do nível da água do mar de 90 cm (de 10 a 90 cm) no horizonte de uma geração, entre 2030-2050. As consequências económicas vão agravar-se: em 2005 o custo das alterações climáticas aproximavam-se já do 1% do PIB mundial. Ora, segundo um estudo alemão baseado nas hipóteses mais optimistas, este custo seria, em 2050, de 2000 milhões de dólares somente para os Estados Unidos, ou seja, 6% do PIB mundial [e isto sem contar com o resto do mundo]”

Fonte: Sciences et Avenir, Agosto de 2006

Tendo em conta que a maioria da população humana vive nas grandes cidades e que quase todas elas estão junto de mares, rios e grandes oceanos o impacto de uma subida de 90 cm do nível das águas é evidente… E isto sem falar nas alterações no delicado sistema climático mundial e das suas consequências na produção agrícola… Talvez agora, que são usados cada vez mais frequentemente os tais “números mágicos” da Macroeconomia os senhores que insistem em não reconhecer a realidade das alterações climáticas abram os olhos e passem a usar o cérebro em vez da carteira e do cego seguidismo em relação aos consultores que rodeiam o mais imbecil presidente dos EUA de sempre…

Ou que ao menos… Comprem umas galochas.

Categories: Ciência e Tecnologia, CodeFarmPt, Defesa Nacional, Ecologia, Economia, Websites | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Do impacto do PIB das alterações climáticas previstas para 2030-2050

  1. é meu caro, e essas alterações já estão começando a ficar evidentes. Veja-se, por exemplo, a grande seca do ano passado na Amazônia, que precedeu outra grande seca, no sul da América Latina… Ou veja, coexistindo com essa seca, o grande calor que teve a Europa nesse último verão… Seria coincidência? Duvido muito…

  2. Este é um assunto sério, que nunca é demais lembrar… Mas os poderes politicos fazem por esquecer… Como é o ditado: Só se lembram de santa bárbara quando troveja…

    Amigo Rui, tenho andado sem tempo e nem tenho postado, mas queri agradecer-te por toda a divulgação que tens feito ( até no Orange Eye – coisa que não conhecia ). Obrigado. Bons amigos que tenho aqui na blogosfera! “Cai” no sitio certo 🙂

    Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: