Biodiesel (soja) ou Bioetanol (milho)?

“41% de gás de Efeito de Estufa menos, é o produto do biodiesel por comparação com o carburante tradicional, segundo um estudo americano. O bioetanol, substituto da gasolina, só permite um ganho de 12%. Além do mais, ele só entrega mais 25% de energia suplementar em relação à quantidade de energia consomida no seu fabrico, enquanto que o biodiesel apresenta um excedente energético de 93%! Por fim, para produzir a mesma quantidade de energia, a cultura da soja (para biodiesel) só utiliza 1% do Azoto, 8,3% do fósforo e 12% dos pesticidas exigidos pela cultura do Milho (para Etanol)”.

Fonte: Sciences et Avenir, Agosto de 2006.

É preciso dizer mais? Quem quer o Bioetanol?… Ups. Parece que o Brasil que fez basear neste biocombustível a sua alternativa estratégica à Gasolina… Ups (de novo).

E contudo continuo sem ser grande fã dos biocombustíveis… Exigem grandes áreas de cultivo que não podem assim ser usadas para bens alimentares, produzem elas próprias as suas doses de poluentes (pesticidas, químicos no solo, etc.). A serem solução deviam ser apenas uma solução de transição para o Hidrogénio ou para a Electricidade…

Categories: Ciência e Tecnologia, CodeFarmPt, Defesa Nacional, Ecologia | 20 comentários

Navegação de artigos

20 thoughts on “Biodiesel (soja) ou Bioetanol (milho)?

  1. soja sem dúvida, tampolim para melhor…

  2. claro que era trampolim, mas o “r” é muito tímido 🙂
    abraços

  3. Sauridio

    Será possivel desenvolver esta tecnologia, em combinção com a energia solar, ao ponto de cada exploração agricola a utilizar e se tornar auto-suficente em termos energéticos?

    Sauridio

  4. é perfeitamente possível, assim como o uso da biomassa. Uma exploração agrícola que produza bioetanol ou biodiesel pode perfeitamente bastar-se a si mesma. Em Portugal, desde a década de 80 que algumas explorações de suinicultura possuem tanques de geração de electricidade a partir do metano das fezes dos porcos (quem não gostava de fazer a manutenção a estes geradores era eu…)

  5. E será que os grandes interesses irão deixar? Até porque as energias alternativas não apareceram agora e nunca ninguém se mostrou realmente interessado em as aplicar!!!

    Saudações infernais!

  6. E eu sou fã dos carros a hidrogénio… só deitam vapor de água!

  7. O Biodiesel seria uma excelente alternativa e mais barata ao gasóleo. Deste modo e enquanto não é possivel que todos os carros sejam electricos, a células de energia ou hidrogénio, ao menos deixava-mos de depender do petróleo.
    Um Abraço.

  8. O etanol usado no Brasil nõa é produzido a partir de milho e sim de cana-de-açucar, o bagaço resultante da moagem da cana é queimado para produzir TODA a energia utilizada pelas usinas. Refaça as contas meu caro.

  9. as contas não são minhas… mas fica a observação sobre a origem do etanol brasileiro, o que continua a faltar é a informação sobre a emissão de gases de efeito de estufa… Suspeito contudo que será semelhante à do milho, mantendo-se a validade daquilo que surge escrito neste Post….

  10. Guilherme

    cana de acucar

  11. Lucas

    Bioetanol brasileiro é feito a partir de cana-de-açucar e não de milho

  12. Eu sei. Mas o biodiesel produzido nos EUA é precisamente muito menos rentável que o do Brasil, porque esse vem do milho, enquanto que o brasileiro vem da cana-de-açúcar.

  13. marcelo

    amigo, vc pode escolher: cana-de-açucar ou soja ou mamona ou bagaço ? Nós, brasileiros, dominamos a tecnologia de biocombustíveis, além de água abundante e sol durante todo o ano, não entendi sua “gracinha”, será que você prefere juntar-se aos plantadores de beterreba? ops…

  14. que “gracinha”? nenhuma whatsoever… o que acredito é que o biodiesel é uma boa (excelente até se fôr usada a opção de cana) alternativa actual e transitória para outras formas de substituição do petróleo… apenas isso.

  15. marcelo

    não me referi a voçê, clavis, e sim ao amigo que postou o texto lá em cima…o do OPS…gostaria de parabenizar-te pelo equilíbrio e conhecimento nas suas intervençoes nos mais variados assuntos. parabens!

  16. Ok! Compreendo e muito obrigado pelo elogio, marcelo!

  17. Ana Almeida

    Os que pensam que o biocombustivel só pode ser produzido através de cereais enganam-se!! É certo que desta forma iríamos enfraquecer a segurança alimentar…mas os biocombustíveis podem ser produzidos através de algas…e estas só nos trazem vantagens!informem-se…

  18. sim, eu sei… e por aqui até já falei de algas OGM que produzem hidrogénio…
    mas todas estas alternativas (algas incluídas) têm custos de produção mais altos que o etanol de cana e até que o de milho.
    O que não quer dizer que esta não seja uma área extremamente promissora:
    http://news.cnet.com/8301-11128_3-9933355-54.html?tag=newsmap

  19. jnpnhr

    Fiquei sabendo na semana passada dessa iniciativa e achei promissora, a produção de gasolina apartir de algas, más pensando nos prós e contras, imagine se essas algas por acidente ou intencionalmente, contaminassem o lençol freático. A água ficaria saturada com os produtos dessas algas. E se elas sobreviverem em ambiente marinho. Os oceanos virariam gasolina? Seria o fim das espécies.

    http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/05/29/empresa_americana_afirma_poder_transformar_algas_em_gasolina_1331036.html
    http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL582549-5603,00.html
    http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI2915235-EI238,00-Empresa+americana+afirma+poder+transformar+algas+em+gasolina.html
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/ambiente/ult10007u406662.shtml
    http://diario.iol.pt/ambiente/algas-gasolina-combustiveis-verde-ambiente/957226-4070.html

  20. os mesmos problemas dos OGM, dos quais se teme a contaminação do meio natural, ao fim ao cabo…
    sim, é um problema potencial, admito. mas que pode ser colmatado, com os devidos cuidados e controlos.

Deixe uma Resposta para Rodrigo Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: