Do aumento da exportações portuguesas e do começo da recuperação do PIB

“Afinal há uma luz ao fundo do túnel. É cedo para respirar de alívio, pois ainda vai correr muita água debaixo da ponte até ao final do ano, mas, para já, tudo indica que as exportações vão assegurar o crescimento da economia acima de 1% este ano. Aliás, no que toca a comércio externo, Portugal, no semestre que passou, teve um desempenho melhor que a média europeia.”

“Em boa parte, esta maior dinamismo do comércio deve-se à recuperação de algumas economias europeias, bem como ao aumento da procura por parte de mercados extracomunitários, como Angola, China e EUA.”

“A Petrogal, a Infineon Technologies e a Autoeuropa são as três empresas que mais peso têm nas exportações nacionais, segundo dados do INE, divulgados pela agência Lusa. Na quarta posição surge a Opel da Azambuja.”

Fonte: Ana Sofia Santos e João Silvestre: Expresso de 9 de Setembro de 2006

 

A confirmarem-se este números, a retoma surge pela melhor das vias possíveis, que é a do aumento das Exportações e, sobretudo, do aumento das exportações de produtos de alta tecnologia, resultante da Transformação de Bens realizada em unidades industriais estabelecidas em Portugal. O ponto negativo desta retoma consiste no facto de das quatro empresas maiores exportadores, 3 delas não serem portuguesas ou deterem uma proporção significativa de capital nacional… Os nossos “empresários” preferem gastar os seus escassos recursos em negócios de baixo risco como a entrada de Amorim na Galp ou na autofágica aquisição da PT pela Sonaecom… A Autoeuropa pertencem à Wolkswaggen, que atravessa dificuldades financeiras devido à baixa rentabilidade do seu principal modelo, o Golf, a Infineon exporta chips… Um mercado sempre sujeito à intensa pressão do Leste e do Oriente, a Galp, essa vê o seu sucesso resultar não de uma gestão primorosa e genial, mas como um efeito colateral da explosão dos preços dos produtos petrolíferos (que transforma e vende)… Por fim, a Opel da Azambuja está de malas de feitas e para 2007 já não deverá constar destas estatísticas…

Em suma, na liderança desta recuperação do sector das Exportações falta a mão do empresariado nacional… Onde está ele? Que tal gastar uns recursos significativos cá entre a populaça que vos compra as tralhas no Continente, ou as garrafas com rolhas de cortiça?

Quando teremos uma classe empresarial verdadeiramente empreendedora e líder de mercado?

Categories: Economia, Websites | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Do aumento da exportações portuguesas e do começo da recuperação do PIB

  1. “Na quarta posição surge a Opel da Azambuja.” AAHAHAHAH! A Autoeuropa!? AHAHAH! É por isso que não acredito em luzes ao fundo do túnel! – Frase de má memória dos tempos do rei bochechas. Somos um pobrete que nada ganha a tentar amealhar os tostões que lhe sobram no bolso. Nada mais…

  2. Eles só pensam no lucro e não no país… por isso é que aquela história do Compromisso Portugal é uma treta, pois eles só estão a tratar da sua vidinha, ou seja, dos seus negócios!

Deixe uma Resposta para alquercus Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: