“Pessoalmente, não conheço ninguém que tenha morrido de SIDA”

“Pessoalmente, não conheço ninguém que tenha morrido de SIDA”, continua a afirmar Thabo Mbeki, o presidente da África do Sul, um país que já conta com mais de 5 milhões de seropositivos e onde o SIDA faz mais de 600 mortos por dia.

Mbeki tem sido um crítico dos tratamentos da SIDA e defendeu durante muito tempo que a doença não existia, sendo apenas uma invenção do Ocidente e da indústria farmacêutica…

Fonte: The Washington Post, Outubro de 2005. Courier Internacional (Edição Especial Francesa)

Categories: Sociedade, Wikipedia | 7 comentários

Navegação de artigos

7 thoughts on ““Pessoalmente, não conheço ninguém que tenha morrido de SIDA”

  1. Como é? Então este cromo diz mesmo o quê? É outro que acredita na teoria das diversas conspirações. Na volta, deve igualmente estar convencido que o holocausto nunca existiu…

  2. Não há pior cego do que aquele que não quer ver…

  3. Santa ignorancia!!!

  4. de duas uma: ou ele é um cara que nunca viu o país que governa; ou somos todos mal informados.

  5. Depois destas afirmações, Mkebi afirmou também ser o Napoleão e estar em contacto com lulas gigantes e inteligentes provenientes de Mercúrio. As autoridades já prometeram não voltar a deixar mkebi fugir do hospital psiquiátrico onde se encontra internado desde 1963…

  6. como é possível tanta ignorância junta. Nelson Mandela não teve um sucessor à altura

  7. Que ignorante!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: