No Reino Unido pagam por… lixo reciclado

O Reino Unido conseguiu aumentar a taxa de reciclagem dos seus cidadãos através da oferta de prémios monetários, carros e férias pagas, de acordo com fontes governamentais. Estes incentivos, juntamente com o reforço financeiro de programas locais aumentaram o volume de recicláveis recolhido em metade do Reino Unido. Contudo, o RU continua abaixo de outros países europeus nas taxas de reciclagem. Os sistemas de financiamento da reciclagem no RU ascenderam em 2005 a 3,5 milhões de Libras, e mais de 50 projectos-piloto estão agora em execução pelas autoridades locais para aumentarem essas taxas. Em alguns casos, os munícipios recorrem a prémios individuais, noutros iniciativas locais e melhorias urbanas são usadas como incentivos.

As taxas de reciclagem portugueses são superiores às britânicas (também não podíamos estar abaixo da média em tudo, pois não?…), mas não contemplam nenhum tipo de incentivos, individuais ou locais… Quanto subiriam se as Câmaras Municipais em vez de gastarem o seu (nosso) dinheiro em Estádios, Clubes de Futebol, Rotundas, Jobs for the Boys, Túneis e ainda mais… Rotundas, executassem planos semelhantes? Quanto dinheiro não poupariam na recolha do lixo urbano, quanto dinheiro não fariam na revenda dos produtos reciclados, etc?

Fonte: bbc.co.uk/news

Anúncios
Categories: Economia, Política Internacional, Sociedade, Websites, Wikipedia | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “No Reino Unido pagam por… lixo reciclado

  1. Em Algés, ainda há pouco tempo desejei colocar papel e plásticos nos contentores de reciclagem (normalmente deixo-os num local de Linda-a -velha que me fica mais em caminho). Surpresa minha não existem tais locais. Dos 5 contentores, 3 são para lixo organico e dois para vidro. O papel e os plásticos acabam depositados em sacos no chão de onde provavelmente são colocados junto com o lixo comum. Assim não é fácil
    abraço

  2. provavelmente? toma antes isso como certo… já o tratamento que esses sacos levam aqui em Lisboa…

  3. petraev

    Cá, pagamos por reciclar 😯 Que o diga aquela senhora, que cheia de boas intenções, deixou o saco da reciclagem junto ao ponto verde, por este estar cheio, e acabou multada. Enfim… 😐

  4. e sempre gostaria de saber qual é mesmo a taxa efectiva de reciclagem… isto é, daquilo que coloco nos contentores qual é a percentagem que é efectivamente… reciclada? pq não se divulgam estes números?… suspeito que teríamos uma grande surpresa…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: