O Nirvana

A palavra “nirvana” tem origem na palavra “nibbana”, que em Pâli (a língua de Buda) significava “extinção”. Mas o que se extingue no Nirvana?

Não se trata da extinção do “Eu”, porque, no Budismo, o “Eu” é uma ilusão. O Budismo não se consome em práticas que se destinam a anular o Ego, como concluiu Buda depois de ter desperdiçado dez anos da sua vida como asceta.

Para Buda, aquilo que s preciso “extinguir” é o fogo das Paixões humanas ateado pela Ignorância do Homem…

Assim, a “Extinção” / “Nirvana” resultará em primeiro lugar da Sabedoria, a única forma de evaporar a Ignorância. Pela Sabedoria, o Homem liberta-se dos apegos às coisas, aos pensamentos e ao mundo. Pela Sabedoria, o Homem deixa de cumprir acções que produzam “actos kármicos” que o mantenham preso no ciclo dos Renascimentos (Samsara).

Bibliografia:
Introdução ao Budismo, Dennis Gira
O Budismo Tibetano, Dalai Lama
Quem é o Buda? Sangharakshita
Breve História do Budismo, Andrew Skilton
Psicologia e Religião Oriental, C. G. Jung

Categories: Budismo, Política Nacional | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “O Nirvana

  1. Eu honestamente gosto tanto de “actos karnicos” que não há nirvana que me salve.
    um abraço

  2. simone

    Na verdade eu já procurei muito na internet, já li vários sites e não consigo descobrir com precisão o que é nirvana.

  3. Bem… Receio bem que para que se possa realmente compreender a coisa, é necesário antes vivê-la (como em tudo o mais na vida, aliás)… E se tivessemos realmente compreendido o que é realmente o Nirvana, estariamos mesmo a questionar o que ele era ou estaríamos simplesmente a experimentá-lo?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: