Daily Archives: 2006/07/04

Como criar índices dentro de um Post no WordPress

Índice:

Entrada um

Entrada dois

……………………………………………………………………………………………….……………………………………………………………..

 

Entrada um

era uma vez o noddy era uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera a uma vez o nodd

era uma vez o noddy era uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o n

Entrada dois

quero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero

 

Como fazer isto:

Para fazer com que um Post do WordPress tenha um índice que aponta para segmentos (capítulos) dentro do próprio Post, o ideal seria usarmos uma Page nova (diferente da Home padrão) e criar aqui, os novos Posts… Infelizmente, para o WordPress, as Páginas diferentes da Home, não são realmente “Pages”, mas Posts que parecem Pages… E como os Posts não podem conter outros Posts… Isso é impossível.

Mas existe uma maneira de contornar esta limitação:

Crie um novo Post, e clique no botão “HTML” da Toolbar. Aparece então o código HTML que os Web Browsers entendem e que usa para desenhar cada Post no écran.

Coloque então aqui o seguinte código HTML (sample):

<p class=”MsoToc1″>Índice:</p>
<p class=”MsoToc1″><a href=”#_Toc139818951″>Entrada um.. </a></p>
<p class=”MsoToc2″><a href=”#_Toc139818952″>Entrada dois</a></p>
<p class=”MsoToc2″><!–more–></p>
<p class=”MsoToc2″><a href=”#_Toc139818952″>. </a></p>
<p class=”MsoToc2″> </p>


<h3><a title=”_Toc139818951″ name=”_Toc139818951″></a>Entrada um</h3>
<p>era uma vez o noddy era uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o noddyera a uma vez o nodd</p>


<h3><a title=”_Toc139818952″ name=”_Toc139818952″></a>Entrada dois</h3>
<p class=”MsoToc2″>quero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mictarquero mic</p>

e pronto… Basta trocar o #_Toc139818951 por um número sequencial (ou usar apenas estes dois que aqui surgem) para construir o índice e, mais adiante, no texto indexado usar a html tag: <h3><a title=”_Toc139818951″ name=”_Toc139818951″></a>Entrada um</h3>

<p>era uma vez o noddy era uma vez o noddyera uma vez o noddyera uma vez o que foi referida no passo anterior e escrever o texto mais abaixo onde coloco o sample “era uma vez o noddy…”

E atenção… De permeio, não se pode usar o botão “Split post with More Tag” de modo a separar o Índice do Texto própriamente dito porque a sua inserção vai quebrar o laço criado entre a entrada do índice e o texto indexado…

Categories: Blogging | Deixe um comentário

Ufa! Ainda não foi desta que levámos com um asteróide (2004 XP14) na cabeça… De novo…

Um asteróide aproximou-se perigosamente da Terra, ontem dia 3 de Julho de 2006… Seguido atentamente por milhares de astrónomos em todo o mundo, o asteróide 2004 XP14 (descoberto em 2004), tem o tamanho de uma montanha, com perto de um 1 km de diâmetro e, quando foi descoberto, criou o receio de que pudesse ser um “asteróoide potencialmente perigoso”, mas os últimos dados afastaram esse risco. Na sua maior aproximação, o 2004 XP14 passou sobre a costa Ocidental da América do Norte pelas 04:44 da manhã.

O perigo colocado por este asteróide resulta do facto de na sua trajectória se aproximar da Terra a uns espantosos 432.709 Km, o que pode parecer muito, mas que à escala astronómica é muito, muito perto… Na verdade, é apenas um pouco mais longe do que a distância Terra-Lua, segundo a escala usada pelos astrónomos, 1.1 (em que 1.0 é a distância Terra-Lua)

O 2004 XP14 foi descoberto em 2004 por telescópios do “Lincoln Near Earth Asteroid Research (Linear) project”. Financiado pela Força Aérea Americana e pela NASA, o “Linear” tem como objectivo vigiar os céus em busca de objectos perigosos para a Terra.

O 2004 XP14 parecia inicialmente acabar por chocar com a Terra no final deste século, mas observações posteriores afastaram essa colisão para uma data posterior, mas incerta.

Esta aproximação perigosa do 2004 XP14 constitui apenas um episódio de aproximações idênticas que ocorrem todos os dez anos com outros asteróoides, mas que até agora tinham passado desapercebidos porque não havia nenhum sistema de vigilância como o SpaceGuard (no âmbito do qual se integra o Linear). Ou seja, outras ocorrências vão se repetir no futuro próximo… E continuamos a não ter nenhum sistema internacional de “contenção de riscos”, isto é, nenhum sistema permanente em órbita preparado para afastar ou destruir asteróides perigosos… Até quando?

Fontes:

Neo.jpl.nasa.gov

bbc.co.uk/news

Categories: SpaceNewsPt | 7 comentários

“México Tentação Populista”

Este é o título da manchete do último Courier Internacional… Este jornal – cuja leitura recomendo aliás – espelha o tipo de discurso que percorre os Media em geral e em particular a Imprensa e as televisões: os candidatos sulamericanos de Esquerda que ganharam as eleições na Venezuela (Hugo Chavez) e na Bolívia (Evo Morales) e que quase as ganharam no Peru são classificados como “populistas”.

Ora este é um termo claramente negativo e redutor… “Populistas” são todos os líderes que conquistam e se mantêm no poder recorrendo a discursos profundamente demagógicos e não deve ser um sinónimo de “esquerda”, especialmente na América Latina, onde o Peronismo foi o mais “populista” que se pode ser, e onde os líderes da “Arena” mexicana recorreram aos mesmos métodos, décadas a fio, sem que fossem classificados pelos Media como “Populistas”…

O uso de um termo negativo por parte de uns Media que deviam ser imparciais denota algo…: Os Media estão hoje arregimentados pelo “Sistema” e a sua dependência – em diversos graus – dos poderes económicos e do “Pensamento Liberal Único” produzem estas “anomalias”…

Categories: Política Internacional, Sociedade | Deixe um comentário

Os Rolos de Shapira

Em 1883, em Londres, surgiram dois manuscritos hebraicos antigos do Deuteronómio, escritos numa cursiva hebraico-fenícia, uma escrita conhecida através da estela moabita de Mesa e que remontaria ao século IX antes de Jesus.

No total, seriam dezasseis tiras de couro dobradas, que Wilhem Shapira trouxera da Palestina e que agora se propunha vender ao Museu Britânico por um milhão de libras. Durante semanas, a imprensa britânica dedicou ao assunto longas páginas e centenas de artigos. Um museu, onde Shapira tinha exposto alguns fragmentos foi inundado de visitantes ansiosos.

Wilhem Shapira era um judeu polaco convertido ao cristianismo que vivia do comércio de antiguidades que ía regularmente buscar a Jerusalém. Neste negócio encontrou vários manuscritos hebraicos antigos que vendeu a vários museus europeus. Era portanto um “fornecedor” conhecido e de confiança para estes, o que explica a credibilidade que então foi dada às suas alegações…

Segundo narrou Shapira, em 1878, teve conhecimento de que alguns árabes, vivendo nas grutas de Usadi El-Mujin, na margem do Mar Morto, tinham encontrado um rolos antigos com “fórmulas mágicas”. Mas, quando observou os ditos rolos encontrou uma transcrição das palavras de Moisés proferidas na planície de Moab…

Antes de adquirirem os manuscritos, os responsáveis pelo Museu Britânico decidiram nomear uma comissão de peritos para validar os manuscritos de Shapira. Um deles, Adolf Neubauer foi o primeiro a negar a sua autenticidade. Pouco depois, o arqueólogo francês, Clermont Ganneau, confirmou a decisão de Neubauer… Ambos eram conhecidos pelas suas posições anti-semitas… A comissão concluiu então pela falsidade dos documentos… Meses depois, Sharpira suicidar-se-ía num hotel de Roterdão e os manuscritos desapareciam com ele, até hoje…

O que conteriam estes manuscritos? Seriam essénios, como os textos de Qumrân? Colocariam em causa algum dogma cristão, razã pela qual foram declarados como “falsos” pelos peritos cristãos que os examinaram? Falariam do “Mestre da Justiça” que alguns acreditam ser Jesus durante a sua “passagem pelo Deserto”? O que teria acontecido a estes rolos?

Tudo questões que provavelmente nunca terão resposta…

Categories: Economia, História | 2 comentários

A Rússia lança mais um satélite militar

 

A Rússia lançou em 25 de Junho mais um satélite militar do “Baikonur Space Centre” no Casaquistão. Este satélite vai juntar-se aos 60 satélites militares russos actualmente em órbita.

Segundo a agência noticiosa ITAR-TASS: “The rocket Tsiklon-2 left Baikonur at 8:00 am (0400 GMT),” citando Alexei Kuznetsov, do Corpo Espacial Russo (VKS), numa declaração extremamente lacónica comum neste tipo de comunicados.

Fonte: http://www.spacedaily.com/2006/060625053359.odtffdwg.html

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci, SpaceNewsPt | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade