As “Quatro Verdades”, pedra basilar do Budismo

A primeira das Quatro Verdades, é que tudo, absolutamente tudo, na vida, é sofrimento (Dukkha, em Páli).

A segunda Verdade, explica a origem do sofrimento, que é, simplesmente, a ignorância do Homem, e nomeadamente, a ignorância espiritual do Homem, com as Paixões que daí resultam e que levam o Homem a actos egocentristas negativos. São estes actos que encerram o Homem no ciclo do Samsara e que o levam a renascer vez após vez, sem nunca o conseguir quebrar.

A terceira Verdade indica a possibilidade da cura do Sofrimento, pela eliminação da ignorância e pela consequente extinção das Paixões que destroem a vida e – frequentemente – todos e tudo aquilo que rodeia o Homem.

A quarta Verdade é por fim, o Caminho (Dharma) que indica ao Homem o percurso que pode seguir para quebrar o ciclo do Sofrimento e dos renascimentos sucessivos (Samsara).

Bibliografia:
Introdução ao Budismo, Dennis Gira
O Budismo Tibetano, Dalai Lama
Quem é o Buda? Sangharakshita
Breve História do Budismo, Andrew Skilton
Psicologia e Religião Oriental, C. G. Jung

Categories: Budismo, Política Nacional | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “As “Quatro Verdades”, pedra basilar do Budismo

  1. Olá Rui Martins!
    Ora aqui está um tema que me é caro, como sabes…
    Interessante, esta ideia ou verdade, que tudo é sofrimento…
    Menos ais, menos ais….lá diz o hino que incita à vitória do Mundial e que não é tão vazio assim de valores….!!!!
    Queixamo-nos demais, temos pena de nós próprios…
    Ora se seguíssemos certos princípios budistas, como filosofia de vida, seríamos mais felizes, mais alegres, menos sofridos!
    Não leves a mal aparecer tão pouco a comentar, mas como já disse e repito, afasto-me sem comentar por não perceber nickles dos assuntos abordados….! Mas leio e vou aprendendo algo!
    Bjs

  2. Uma filosofia que nos aquieta o coração.

  3. um país de doentes…talvez seja bom começarem a ler e olhar com atenção para estas coisas diferentes do comum.
    Abraços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: