RepórterGrunho: Fotografia 14

14-04-06_2013b.jpg

Verídico e afixado na porta de um prédio da Avenida de João XXI:

"A entrada principal destina-se somente aos exmos. senhores inquilinos, visitas, correios, leitores e cobradores.

O elevador principal destina-se exclusivamente aos exmos. senhores inquilinos e visitas.

O elevador secundário é exclusivamente destinado a correios, leitores e cobradores."

 

Repare-se da especificidade… E as empregadas e mulheres-a-dias? Por onde sobem? A pé pelas escadas? Este sinal, datado provavelmente da década de cinquente reflecte uma sociedade de "bem" que não gostava de se misturar com os estratos inferiores, nos elevadores e portas de acesso… Esta segmentação choca-nos hoje, mas pelos vistos não ofende os moradores actuais desse prédio (a poucos metros da residência de Bárbara Guimarães e Carrilho, curiosamente…) que a mantêm ainda afixada à sua porta…

Categories: RepórterGrunho | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “RepórterGrunho: Fotografia 14

  1. As empregadas domesticas eram internas, não saiam… 🙂

  2. Eram parte da mobilha..
    Pla mostra que o tempo passou… E que muitas coisas de antigamente eram de dar medo…

    Otima semana amigo…

    Abraços

    [s]s

  3. Lol Isso tem muita piada! Essas manias da classe são nojentas!!!
    Ah! Portugal é o país com mais analfabetas da Europa ora para quem não sabe ler essas regras já não contam loooooool 😛 Então nos anos 50 ui muitos mais analfabetos existiam!
    Gostava duma visita sua ao meu blog http://www.otherplaceofmind.blogs.sapo.pt/www.pisaropalco.blogs.sapo.pt
    xau Continuação!

  4. Se passou a época do 25 de Abril e não foi retirada agora é que não vai ser. Pelo contrario provavelmente iremos ver muitas mais a aparecer por ai. Basta ver os condominios privados com seguranças à porta.
    um abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: