RepórterGrunho: Fotografia 14

14-04-06_2013b.jpg

Verídico e afixado na porta de um prédio da Avenida de João XXI:

"A entrada principal destina-se somente aos exmos. senhores inquilinos, visitas, correios, leitores e cobradores.

O elevador principal destina-se exclusivamente aos exmos. senhores inquilinos e visitas.

O elevador secundário é exclusivamente destinado a correios, leitores e cobradores."

 

Repare-se da especificidade… E as empregadas e mulheres-a-dias? Por onde sobem? A pé pelas escadas? Este sinal, datado provavelmente da década de cinquente reflecte uma sociedade de "bem" que não gostava de se misturar com os estratos inferiores, nos elevadores e portas de acesso… Esta segmentação choca-nos hoje, mas pelos vistos não ofende os moradores actuais desse prédio (a poucos metros da residência de Bárbara Guimarães e Carrilho, curiosamente…) que a mantêm ainda afixada à sua porta…

Categories: RepórterGrunho | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “RepórterGrunho: Fotografia 14

  1. As empregadas domesticas eram internas, não saiam… 🙂

  2. Eram parte da mobilha..
    Pla mostra que o tempo passou… E que muitas coisas de antigamente eram de dar medo…

    Otima semana amigo…

    Abraços

    [s]s

  3. Lol Isso tem muita piada! Essas manias da classe são nojentas!!!
    Ah! Portugal é o país com mais analfabetas da Europa ora para quem não sabe ler essas regras já não contam loooooool 😛 Então nos anos 50 ui muitos mais analfabetos existiam!
    Gostava duma visita sua ao meu blog http://www.otherplaceofmind.blogs.sapo.pt/www.pisaropalco.blogs.sapo.pt
    xau Continuação!

  4. Se passou a época do 25 de Abril e não foi retirada agora é que não vai ser. Pelo contrario provavelmente iremos ver muitas mais a aparecer por ai. Basta ver os condominios privados com seguranças à porta.
    um abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: