da Euforia para a Depressão, e vice-versa. Ad Aeternum

Portugal é um país mentalmente doente, ou melhor dizendo um país neurótico, a precisar de doses massivas de Lítio.

Oscilamos entre a Euforia e a Depressão, rápidamente e com grande empenho. Aos festivais de Verão sucessivos, concorrentes e realizados em plena época de Exames (e que tal medir o seu impacto nos resultados escolares?) sucede-se agora a euforia do Mundial, alimentada atè à exaustão por todos os Media, de permeio, surgem as incontornáveis notícias sobre a Recessão, o crescimento do Desemprego e das Taxas de Juro.

E assim vai isto, de Euforia para a Depressão, e vice-versa. Ad Aeternum.

Anúncios
Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 6 comentários

Navegação de artigos

6 thoughts on “da Euforia para a Depressão, e vice-versa. Ad Aeternum

  1. Análise interessante acerca do comportamento algo estranho dos portugueses…! Vítimas constantes, constroem pouco, desanimam-se muito, por vezes uma completa ausência da noção e prática do “Saber viver”!!!!
    Neste momento nem sei se o jogo já acabou…Claro que quero que a nossa equipa ganhe ao Irão…mas preferia que fossemos mesmo para a frente em tanta coisa….
    Por exemplo, a apostar na qualidade e honestidade…
    Bjs

  2. No meio de tanta desgraça qualquer coise que nos anime é agarrada com ambas as mãos.
    um abraço

  3. Não se passa nada. O tuga anda distráido e só quando acabar esta maleita é que reparará que os transportes vão subir a 1 de Julho, novamente…

  4. Como é da praxe os Portugueses só se unem em torno do esférico em vez da esfera armilar… Andamos embevecidos com a bola e não nos unimos em volta das questões verdadeiramente importantes para o nosso país… Mas como diria Artur Jorge, “é uma situação perfeitamente normal…”
    Um Abraço.

  5. Os anteriores comentários já disseram quase tudo. Eu gosto bastante de futebol, mas não entendo muito bem aquilo que passa dos limites do aceitável. Esta é a tal “silly season” que os meios de comunicação adoram.
    Talvez não tenha nada a ver, mas vou recordar algo que vi numa rara incursão pelos canais tugas: Uma entrevistadora muito novinha ( não lhe vou chamar jornalista, claro. ) perguntava em jeito quase histérico algo a um homem angolano. O homem ( tal como eu )não percebeu o apressado chorrilho de palavras meias engolidas, meias gritadas e disse-lhe, num português correctissimo de tom pausado e sereno: “Eu não percebi bem a sua pergunta, mas vou tentar responder.” A rapariga emitiu mais umas gargalhadinhas e condensou em 4 ou 5 lógicas palavras a pergunta que tinha feito antes.

    Outro episódio: Uma senhora chorava e rezava a um qualquer santo pela victória de Portugal…

    Mais um: um entrevistador pergunta a um jogador estrangeiro: Gostaria que a final do mundial fosse entre X e Portugal? O jogador do país X responde qualquer coisa tipo: “Sim, seria interessante…”
    O entrevistador vira-se para a câmara e afirma: Cá está! O jogador Y acredita que Portugal chegará à final!

    silly season?…

  6. No outro dia estava a ver um programa na tv5 e ouvi por lá dizer que o favorito no mundial era o Brasil. Acho que somos terrivelmente Portugal-centrados e isso é alimentado pelos Media até à exaustão (ou até à combustão).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: