Maus sinais… de Fogo

Os primeiros incêndios do ano deixaram-me muito preocupado. Depois de várias medidas anunciadas pelo Governo e com as quais até concordei como a criação de forças de reacção rápida e a formação de meios aéreos próprios, vimos nos primeiros incêndios, como o de Barcelos, a mesma resposta lenta e difusa de anos anteriores…

A estratégia governativa foi a de concentrar esforços na intervenção em fogos nascentes através do envio de pequenas brigadas aerotransportadas da GNR, mas estas estiveram completamente ausentes em Mourão (o helicóptero apareceu, mas 4 horas depois do começo do incêndio), e em Barcelos não só não apareceram, como os meios aéreos pesados só apareceram ao fim de 3 dias.

Ou seja, até agora nenhum incêndio foi detectado nesses providenciais 25 minutos em que estes meios podem intervir com eficácia. Faltam assim meios de detecção capazes de dar uso a esses meios e falta sobretudo uma reorganização e rentabilidade da actividade florestal que impeça a aparição destes fogos…

Veremos o que sucede nos próximos dias de calor… E se a estratégia governamental foi errada ou não… Para já… Maus sinais.

Categories: Política Internacional, Política Nacional | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Maus sinais… de Fogo

  1. Tinha muito para dizer, mas agora fico-me apenas por coemntar que assim houvessem vontades…
    Beijinhos e continução de um bom feriado.
    Já me diverti no blog do Sá Morais. Vcs são mesmo amigos com quem é bom conviver, mesmo que apenas nete mundo reduzido, ou talvez não

  2. Sò me ocorre dizer como o outro: Eles falam, falam ; falam, falam e não os vejo a fazer nada…
    Um Abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: