Os números da missão da GNR em Timor Leste

120 militares da GNR

6 viaturas blindadas Iveco

6 carrinhas Mercedes Sprinter

e ainda:

4 jipes e
3 pick-ups.

Anúncios
Categories: Budismo, Defesa Nacional, Política Internacional, Sociedade | 7 comentários

Navegação de artigos

7 thoughts on “Os números da missão da GNR em Timor Leste

  1. Tenho um colega meu que esteve em Timor durante um ano a criar os sistemas de informação aeronautica e ele diz-me que a GNR era respeitadissima. Quando havia problemas apareciam, destribuiam pancada e depois perguntavam o que se passava. Parece que o processo resultava e como depois tambem ajudavam na construção de escolas e hospitais eram muito bem vistos.
    Um abraço e bom fim de semana

  2. esperemos que venha tudo inteiro.

  3. guida

    Tenho uma pessoa muito querida para mim que vai na próxima missão para Timor.Com ele vai o meu coração, quando me deu a noticia que se tinha alistado nessa missão fiquei sem respirar durante uns segundos, depois recuperei e dei-lhe todo o meu apoio, e incentivei-o dizendo quão orgulhosa me sinto da pessoa que tanto amo ir em missão de paz, tendo em vista o regresso dos refugiados as suas casas.Vai ser um ano dificil para mim tambem pois ficarei sózinha mas agradeço a Deus ter encontrado ums pessoa que tem a coragem de partir para tão longe para restabelecer a paz.Lutei por Timor quando estava na mão da Indonesia dei-lhes ajuda e apoio moral alistei-me como voluntária mas não tive a sorte de ser escolhida.Como não dar apoio a quem amo?e a saudade apertar partirei sem medo para Dili nem que sejq só para um abraço ao meu Joaquim.

  4. tenho a certeza de que o seu joaquim leva consigo a melhor preparação do mundo, que será recebido por uma equipa de homens treinados, experientes e muito respeitados no local, por locais e pelos parceiros das forças da coligação no local.

    se alguém tem vocação para missões de paz, são os portugueses, e prova disso mesmo é o balanço extremamente positivo (e em termos de baixas) da nossas missões na Bósnia, Kosovo, Afeganistão, Timor, Angola e… até no Iraque…

    certamente que ele saberá defender-se, defender os seus e cumprir a sua missão com a mesma grandeza e honra dos nossos antepassados de duarte pacheco a gualdim pais.

  5. guida

    Sr.Rui Martins
    Nao sei se pertençe àsForças da GNR mas se não pertence,creia que me deu uma ajuda psicológica mto grande apesar de toda a confiança que tenho na capacidade do homem que gosto tenho tido muita preocupação, no entanto devo dizer que sou uma mulher de garra daí me alistar para Timor quando houve a guerra civil para desintegração da Indinesia, lutei mas aqui em Portugal pertencendo a grupos de ajuda e muito gostaria ainda hoje de ir para lá pois sou professora e tenho a certeza que seria muito útil não só pelos meus conhecimentos mas tambem pela capacidade de dar que eu tenho.Muito obrigada pela confiança que tem pelas nossas tropas, de facto eu tenho muito orgulho de amar uma pessoa que vai numa missão tão bonita e valorosa.

  6. Por curiosidade e depois de andar numa busca por fotos do interior do C-130H da F.A.P. encontrei este sítio de internet e devo parabenizar o seu mentor.
    Não sou militar mas como a Guida sinto na pele o quão desgastante pode ser a vida da mulher/namorada/mãe de um militar pois todos os dias há mudanças repentinas como a do caso do Joaquim que partiu para Timor.
    A todos os militares, ex-militares e familiares, um bem haja pela ajuda na missão destinada às Forças Armadas Portuguesas que ajudam a zelar não apenas pela segurança interna mas no estrangeiro nas várias missões em que as tropas portuguesas têm estado presentes e há muitos anos.
    Cumprimentos a todos.
    Edite.

  7. Muita gente tem criticado o envio d a GNR para timor e muitos ainda torcem o nariz , venho aqui dizer com conhecimento de causa que a GNR é de longe uma das forças internacionais que mais e melhor trabalha,falando em giria está sempre no lugar certo á hora certa , é uma força amiga da população timorense.
    E para finalizar e para quem ainda tiver dúvidas ,nao se esqueçam do ataque que o presidente Ramos horta sofreu,em que foi prontamente socorrido pela GNR e pelo enfermeiro do INEM

Deixe uma Resposta para francisco Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: