Daily Archives: 2006/06/03

As minhas notas sobre as alterações na aquisição e venda de Equipamento para as Forças Armadas

Luís Amado, o Ministro da Defesa anunciou a 1 de Junho uma série de medidas que alteraram as decisões de reequipamento tomadas pelo único ministro competente dos governos PP-PSD, Paulo Portas. Que fique aqui registado que me desagradam os tiques sabedores e autoritáriozinhos de Portas, mas seria cego se não reconhecesse no seu desempenho enquanto Ministro da Defesa a acção do único bom ministro dos dois governos PP-PSD…

Por isso, quando ouvi que Luís Amado (o ministro com que me cruzo frequentemente ao fim-de-semana com o seu Pólo e jornal debaixo do braço) ía alterar a última LPM fiquei preocupado… Lá iam os constrangimentos orçamentais atrasar ainda mais a modernização das nossas Forças Armadas… Pensei eu.

Em suma, Luís Amado fará as seguintes alterações:

1. O Hercules C130 não serão substituídos pelos C140J, pelo contrário serão modernizados e Portugal regressará ao projecto Airbus A400M: Nota positiva… O A400M irá aumentar o emprego nacional nas OGMA e garantirá uma importante transferência tecnológica para Portugal… Nota positiva.

2. Portugal vai vender 12 aviões F-16. Sendo estes 12, 1/3 do total da nossa força de F-16, fiquei danado. Mas depois soube que destes 12 aviões comprados por Guterres, só 4 é que chegaram a voar… Sendo assim… Para que precisamos de aviões que não conseguimos operar? É certo que ficamos com apenas duas esquadras de 12 aparelhos cada, mais 4 de reserva, o que é escasso para um país com o nosso território e a nossa ZEE… Faltam mais aviões do género… Sukhoi-35? Era bom, era… Nota neutra…

3. Portugal venderá também 10 helicópteros Puma desactivados, duas fragatas João Belo (ao Uruguai?) e os remanescentes helicópteros Allouette (incrivelmente, ainda temos alguns…). Vendendo este equipamento enquanto este ainda tem valor de mercado, o ministro poderá recolher ainda uma verba significativa em época de apertos orçamentais… E Portugal precisará deste equipamento, especialmente não havendo ainda equipamento de substituição? Nota neutra.

4. A verba reservada para a frota de Submarinos foi reforçada. Discordando da existência desta frota e sobretudo o desperdício de verbas tão escassas num tipo de meio que seria menos prioritário do que mais meios de vigilância aérea, patrulhas rápidos e mais corvetas, este reforço das verbas alocadas aos submarinos de 983 milhões para 1070 milhões recebe assim nota negativa.

5. Nota positiva já recebe o abandono da compra da vetustas fragatas americanas Perry (um dos erros de Portas) e a selecção das mais modernas e superiores fragatas holandesas Doorman (da mesma geração das excelentes Meko/Vasco da Gama).

6. Nota neutra recebe por fim a manutenção da intenção de compra de um navio polivalente logístico, a ser construído pelos Estaleiros de Viana do Castelo, a manutenção do programa de substituição das Chaimite e a redução do programa de substituição dos M60A3 por um MBT ainda a determinar (espero que sejam Leopard…).

Em suma… Não é tão mau como parece…

Categories: Budismo, Defesa Nacional | 8 comentários

Quid 35: Que cidade invadiram estes soldados?

555h55.jpg

Categories: LOST (Perdidos), Quids | 9 comentários

A Prosperidade Espanhola e Portugal

Todos receamos a Espanha, e nela, sobretudo a sua pujança económica que é tão evidente nas superfícies económicas que se espalham em ritmo crescente pelas nossas cidades e de que o Corte Ingles é apenas o fenómeno mais recente.

Mas Portugal e a Economia Portuguesa estariam muito piores se não nos valesse a acual prosperidade espanhola… A Espanha é o maior parceiro comercial português, cativando mais de 27% das exportações portuguesas em 2005 e é também de Espanha que chega o maior nùmero de turistas que nos visitam e com eles… As suas divisas…

Se a Espanha não tivesse mantido um crescimento constante e seguro de 3% (3.5% em 2005) nos últimos anos, Portugal em vez de estagnação, teria recessão…

Mas o crescimento espanhol será duradouro? Depois de anos seguidos a crescer mais de 3% ao ano, da queda dos números do desemprego para os valores da década de 90 e depois de anos com superavit no Orçamento do Estado os analistas do nosso companheiro peninsular começam a exprimir preocupações quanto à saúde da economia espanhola… A sua expansão resultou em grande medida de um Boom no sector imobiliário, o que tornou a Espanha no maior consumidor europeu de cimento. O sector da construção representa 6% do PIB espanhol. Mas actualmente, existe em Espanha uma média de 1,5 habitações por família, um recorde mundial que é impossível continuar a manter por muito mais tempo… Se a Bolha Especulativa criada em torno do Imobiliário estourar, toda a economia fica em risco… Uma vez que as exportações não tiveram uma evolução positiva e porque os níveis de endividamento em Espanha são muito altos e porque os juros – là como cá – não cessam de subir… Nestas condiçöes, haverá uma retracção do consumod as famílias, e com ela, o fim do crescimento e o… Agravamento da situação em Portugal.

Por isso… No nosso lugar não invejava tanto o crescimento do PIB espanhol (como fazem alguns) e fazia figas para que a sua bolha imobiliária durasse o tempo suficiente para que Portugal possa sair da fossa e resistir a uma crise… Espanhola.

Categories: Economia, Websites | 3 comentários

Os números da missão da GNR em Timor Leste

120 militares da GNR

6 viaturas blindadas Iveco

6 carrinhas Mercedes Sprinter

e ainda:

4 jipes e
3 pick-ups.

Categories: Budismo, Defesa Nacional, Política Internacional, Sociedade | 7 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade