Daily Archives: 2006/06/01

Quid 34: Em que guerra combatem estes soldados?

24240.jpg

 

P.S.: Não é tão difícil como pode parecer… 

Anúncios
Categories: LOST (Perdidos), Quids | 3 comentários

Petição a favor da instalação obrigatória de Limitadores de Velocidade em todos os veículos automóveis

O Governo estuda a possibilidade de instalar nos automóveis de condutores com menos de dois anos de Carta de Condução dispositivos Limitadores de Velocidade (ver notícia da Lusomotor e do Jornal de Notícias).

Ora, é conhecido como a esmagadora maioria destes acidentes são provocados por "Erro Humano" e aqui a importância da velocidade excessiva é o factor isolado mais determinante (ver Link no Portugal Diário).

Sendo assim, e sendo já actualmente proibido pelo Código da Estrada português velocidades máximas superiores a 150 Km/h criámos esta Petição Online que – se concordarem – podem assinar e divulgar às vossas listas de contactos.

A Petição defende a instalação de Limitadores de Velocidade em todos os veículos automóveis que limite a sua circulação a velocidades superiores a 150 Km/h. Desta simples forma:

a) Se reduziriam as importações de combustível, através da redução da velocidade máxima efectiva de circulação

b) Se reduziriam drásticamente os acidentes de viação, e com a consequente redução dos custos de Saúde, dos terríveis custos psicológicos e sociais dos feridos e mortos em acidentes de viação e de importações de peças automóveis e de veículos de substituição.

Podem assinar esta Petição, clicando AQUI

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 4 comentários

Sobre as Possíveis Formas de Reencarnação no Budismo

Uma das maiores originalidades do Budismo consiste no facto de ser antropocêntrico. Segundo a Tradição, toda criatura viva, humana ou não, e incluindo nesta série os insectos e todas as criaturas que parecem mais repugnantes como os vermes que devoram carne putrefacta e os mosquitos comungam da mesma experiência: o ciclo interminável – no sentido de Infinito – de mortes e renascimentos a que no Sânscrito se chama "Samsara" ->"fluxo circular").

No decurso do Samsara, o ser vivo morre e nasce de seguida podendo fazê-lo na mesma forma humana, mas também como divindade ("Deva"), tendo aqui em consideração que o Renascimento enquanto Deva pode não ser necessariamente "Bom" porque existem vários tipos de divindades, desde as bondosas às hostis, e que o renascimento em Deva produz geralmente um renascimento seguinte num estádio inferior de consciência ao Humano. Além de Deva, o ser vivo, pode também renascer como animal, ou como "espírito faminto" (na iconografia tibetana estas criaturas são representadas como seres de ventre proeminente e boca tão pequena que não se podem alimentar). É possível ainda o renascimento como habitante dos Infernos (quentes e frios, como descrevem os Mestres).

 

Bibliografia:

Introdução ao Budismo, Dennis Gira

O Budismo Tibetano, Dalai Lama

Quem é o Buda? Sangharakshita

Breve História do Budismo, Andrew Skilton

Psicologia e Religião Oriental, C. G. Jung

Categories: Budismo, Política Nacional | 5 comentários

A Crise Petrolífera: Entrevista a José Caleira Rodrigues; Revista do Público de 8 de Maio de 2006

Entrevista a José Caleira Rodrigues; Revista do Público de 8 de Maio de 2006

"De acordo com os petrofísicos, desde a Pensilvânia e Baku (locais das primeiras descobertas de petróleo, nos EUA e no Azerbeijão, respectivamente), ou seja, nos últimos 125 anos, consumiu-se um trilião de barris. Nos próximos 35 anos vamos consumir outro trilião de barris, caminhando a passos largos até à sua extinção. De reservas comprovadas, temos petróleo convencional por mais 50 a 60 anos."

(…)

Sabendo isto, como é possível continuar a ignorar a existência de um "pico petrolífero" e pretender enfiar a cabeça debaixo do tapete ignorando esta situação e nada fazendo para converter a economia, enquanto ainda é tempo? Os ultraliberais do Blasfémias ainda não reconheceram este "pico" e a clique Buxista que tanto admiram também não.

"Enquanto em 1982 estava a refinar à volta de 60 milhões de barris diários e tinha uma capacidade instalada no mundo de perto dos 80 milhões, hoje a produção chegou aos 80 milhões e a capacidade não aumentou. Temos, assim, constrangimentos do lado da oferta e, por outro lado, uma procura incessante."

O investimento na construção de uma nova Refinaria é massivo e intenso. O seu retorno é lento e custoso… Por isso não se têm construído nos últimos anos as Refonarias de que a economia mundial precisa… É que o esgotamento do "petróleo leve" vai acontecer antes da total amortização das refinariais convencionais que se possam construir hoje… Por isso é que Patrick Monteiro Barros teve necessidade de juntar ao projecto uma central eléctrica para vender corrente à EDP e por isso é que queria que o Governo (i.e. Os meus impostos) pagassem as emissões de Carbono…

(…)

"Quando falamos de petróleo, falamos de petróleo leve. Pelo lado do petróleo pesado è que as coisas irão mudar. As reservas russas em petróleo leve, e por outro lado, a Venezuela e o Canadá em petróleo pesado, serão os players do futuro."

(…)

"Quando digo que a Venezuela será um player do futuro é porque a faixa do rio Orinoco, que tem uma dimensão à volta de dois terços do nosso país, tem reservas imensas. A extracção é mais cara porque exige a injecção de vapor de água, o que na situação da Venezuela é o melhor que lhe podia ter acontecido. Primeiro porque tem no rio Orinoco água com fartura. Depois, porque tem a mega-barragem do Guri, com energia eléctrica que chega e sobra, de origem gratuita, para injectar o vapor e extrair o seu petróleo. Está na melhor posição do mundo para, no futuro, dominar o mercado. À medida que o tempo passa, o petróleo leve irá escasseando e cada vez mais o pesado terá de ser utilizado. Mas não serà nunca uma alternativa mais barata. A alternativa com um método de extracção mais caro não irá fazer baixar o preço, irá sim continuar a fazê-lo subir. É essa a tendência de longo prazo."

Sendo a Rússia a eterna rival dos EUA e a Venezuela de Chavez o grande espinho no pé da Administração Buxa entende-se bem o nervosismo desta em relação ao chavismo… No futuro, serão cada vez mais dependentes dela e menos dependentes dos seus lacais e servos no Médio Oriente…

(…)

"pelos números que me chegam nós duplicamos num ano a capacidade eólica instalada, estando hoje Portugal classificado em 11o no ranking mundial, com a Alemanha e a Espanha à cabeça. É por aí que podemos trabalhar parar reduzir a dependência nos 40 por cento de petróleo consumidos "extra transportes".

(…)

"A produção eléctrica através da energia eólica em Portugal em 1995 era zero e, em 2004 já representava cinco por cento. A produção de energia hídrica é que baixou substancialmente."

O que reflecta a correcção da aposta socrática na Energia Eólica, e reforça aqueles que defendem que o Nuclear pode não ser uma opção viável para Portugal… Se é possível aumentar 5 por cento todos os anos, então chegamos aos 15% da central nuclear em apenas 3 anos, sem os riscos da existência de uma central, sem os conflitos com as populações locais, sem os detritos radioactivos com vidas de milhares de anos, etc, etc. Complementando esta rede eólica, com as marés (como a central de Aveiro), mais minihídricas e com a construção de centrais solares (a sua tecnologia é cada vez mais barata e eficiente) conseguiremos em menos de 10 libertarmo-nos da dependência do petróleo para o sector não-transportes, assim haja vontade e os consumos domésticos e industriais não disparem (mais aí tem que entrar o civismo…).

Categories: Economia, Sociedade, Websites, Wikipedia | 3 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade