RepórterGrunho: Fotografia 12

14-04-06_1658.jpg

14-04-06_1657.jpg

Desde há umas semanas que a Avenida de Roma (Lisboa) e ruas adjacentes se viram inundadas destes cartazes. Aparentemente, uma certa empresa com site em www.3dlisboa.com começou a fazer alguma coisa e para noticiar esse alguma coisa colou milhares de cartazes em candeeiros, paredes, portas, muros, enfim, em tudo o que fosse "colável".

Não consegui saber o que se tratava exactamente porque quando acedo ao site, este a dado ponto diz "File Not Found", mas parece ser uma espécie de "mapa tridimensional" da cidade de Lisboa, que permitiria a navegação pelas suas ruas e lojas a partir de um computador ligado à Internet.

Pergunta: Isto é legal? Uma empresa privada pode colar folhas A4 por uma das mais movimentadas avenidas lisboetas sem que lhe seja aplicada nenhuma coima e na maior das impunidades? O que seria se todas as empresas da cidade seguissem o seu exemplo? Haveria paredes suficientes?

Categories: RepórterGrunho | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “RepórterGrunho: Fotografia 12

  1. O desrespeito pela cidade e por todos nós permite isto e muito mais. Todos os dias somos bombardeados por publicidade colada por toda a parte. Nos multibancos todos os dias são colocados autocolantes de eletrecistas, canalizadores, etc., semque ninguem se importe com isso.
    um abraço

  2. A 3D Cities é a primeira empresa no mundo a criar cidades a 3Dimensões. O que é o caso do projecto 3dlisboa que está a ser desenvolvido em parceria com a Associação para a Dinamização da Av. Roma.
    Todos os moradores e comerciantes desta àrea estão contentes e bastante receptivos por pertencerem à 1ª zona comercial do mundo a 3 Dimensões num portal da Internet.

    Visitem e vão ver do que vos falo.

    Respondendo à sua questão, isto é totalmente legal pois foram colocadas folhas na parede apenas com fita-cola para que todas as pessoas que quisessem retirá-las, o podesssem fazer sem danificar qualquer parede ou vitrine onde tivessem sido colocadas.

    Um abraço e o muito obrigado pelo comentário

  3. Bernardo

    Devem ser amigos do presidente!!! Se fosse eu a publicitar o meu trabalho honesto já estava preso… enfim estamos em Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: