Daily Archives: 2006/05/18

O Código da Vinci: A “falsa” ordem papal emitida a partir do “Vaticano”

Acabo de chegar a casa depois de ver a versão cinematográfica do "Código da Vinci"… E digo-vos já: espero que tenham feito as vossas necessidades antes de entrar e que tenham cadeiras confortáveis porque o filme é… looooongo.

Adiante.

O filme, como o livro, é interessante, sem nunca ser genial, nem revolucionário. Como o livro comete os mesmos erros… Dei com vários, e aqui, voi deixar, por ora, apenas um qu é tão flagrante que bastou a minha rareante memória para dar com ele (não me lembro se também surge no livro, mas creio que sim):

Segundo a narrativa, o Papa Clemente V teria ordenado a perseguição dos Templários por toda a Europa e a partir da sua sede, no Vaticano.

Como? A ordem de prisão foi dada por Filipe, o Belo, rei de França e o Papa apoio com relutância esta ordem, mas depois desta ser dada pelo Rei… E não houve nunca uma perseguição à escala europeia… Aliás, em países como a Escócia e Portugal a Ordem passou praticamente incólume (Dom Dinis, recusou inclusivé a entrega dos seus bens ao Papado e fundou com eles a renovada Ordem de Cristo), e, sobretudo, Clemente V vivia na época não na cidade do Vaticano, mas em… Avinhão, no Sul de França…

Enfim. Imprecisões… Voltarei a elas em novos Posts… 

Anúncios
Categories: Mitos e Mistérios, O Código da Vinci | 6 comentários

Retenção de Bilhete de Identidade: um Aviso e um Alerta

Retenção de Bilhete de Identidade
(Publicado no BRN nº 6/2003, Junho 2003 em "Informações", pág. 4)

Sobre o assunto em título, divulga-se a Circular nº 1/IGAP/2003, de 09 de Maio, da Inspecção-Geral da Administração Pública, cujo teor é o seguinte:

“1. A Lei de Identificação Civil em vigor estabelece que “a conferência de identidade que se mostre necessária a qualquer entidade (…), efectua-se no momento da exibição do bilhete de identidade, o qual é imediatamente restituído após a conferência”, esclarecendo ainda que “é vedado a qualquer entidade pública ou privada reter ou conservar em seu poder bilhete de identidade, salvo nos casos expressamente previstos na lei ou mediante decisão de autoridade judiciária” (artº 42º da Lei nº 33/99, de 18 de Maio).

2. É, assim, ilegal a retenção do bilhete de identidade na portaria de serviços públicos, durante a permanência do visitante nas instalações e como forma de controlar o seu acesso, ainda que autorizado pelo respectivo titular.

3. De acordo com a mesma Lei de Identificação Civil, é punido com uma coima quem, ilegitimamente, retiver ou conservar em seu poder bilhete de identidade alheio (artº 49º da Lei nº 33/99, de 18 de Maio).

4. Nestes termos, devem todos os serviços públicos fazer cessar a prática de retenção ou conservação do bilhete de identidade nas respectivas portarias, nos casos em que esta se verifique, e adoptar métodos alternativos para o controlo de visitantes.”

Fonte: http://www.dgrn.mj.pt/bi/bi_retencao.asp

 

Moral da história… Da próxima vez que vos pedirem o B.I. certifiquem-se que não abusam dos vossos direitos… Recordem-se de que um B.I. furtado pode ser uma fonte de um sem número de problemas (eu que o diga!) e nunca devem perdê-lo de vista!

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 4 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade