Monthly Archives: Maio 2006

Mapa e fotografia dos fogos florestais em Portugal tirada pelos satélites da ESA

Esta fotografia do Envisat é impressionante… Mostra os fumos provocados pelos fogos florestais que devastavam o nosso país a 23 de Agosto de 2005… Esta fotografia exprime gritantemente a escala da devastação provocada pelos incêndios florestais em Portugal e até que ponto estes têm impacto sobre o nosso País e a prioridade que o seu combate e prevenção devia ser para todos nós. Não sei sabem, mas percorre a Net a afirmação de que a Muralha da China é a única construção humana que pode ser vista do Espaço. Pois bem. Não pode. É um “mito urbano” como se demonstra aqui, mas, em compensação a “obra” de um qualquer pirómano, madeireiro ou especulador imobiliário, essa sim… É vista do Espaço. E eis a prova.

Esta aqui revela através de pontos vermelhos os locais de maior intensidade térmica no planeta através do “Along Track Scanning Radiometer (ATSR-2)” do ERS-2 e do “Advanced Along Track Scanning Radiometer (AATSR)” do satélite Envisat durante todo o ano de 2005. E reparem bem qual é o ponto na Europa com maior concentração de pontos de calor? Pois é… Nestas coisas sempre na frente. E reparem também como o conjunto de pontos coincide quase exactamente com o nosso território.

Espantoso… Ou não?

Fonte: ESA

Anúncios
Categories: SpaceNewsPt | 6 comentários

Porque é que odeio o DirectX?

directx9.JPG

Porque comprei um jogo, original (todos os meus jogos são originais) caríssimo, porque o joguei durante meses e meses a fio e sendo um excelente jogo de Estratégia (Rome – Total War) me apeteceu hoje conquistar mais umas províncias aos romanos jogando como gaulês e ao abrir o Shortcut do dito, deparei com esta simpática mensagem.

É claro que não pude jogar. O que me irritou, porque até tinha arranjado uma horita para jogar a isto:

É claro que acabei por gastar essa hora a martela o computador. Desconfiei logo do driver da placa de video que substitui recentemente. Trata-se de uma ATI Radeon 9800 Pro e comecei por ir ao site da ATI carregar e instalar o último driver da Catalyst. Rebootei e zás. Écran negro após o Logon. Fixe. Rebootei, e fiz um System Restore para uma data anterior. Foi bem feito (disse ele) e rebootei. Após o Logon, já apareceu o Desktop mas… Apanhei com um erro "Unable to restore System State: Not enough disk space". Baril! Mas se foi assim… Então como é que já estou a ver o Desktop.

Fui então à caixa da placa de video e vi que de facto não era uma placa da ATI, mas uma placa da Gigabyte COM chipset ATI Rage 9800 Pro. Aparentemente, é muito diferente! Damm! Fui ao site da www.gigabyte.com e carreguei e instalei esse driver. Rebootei. Tornei a chamar o Total War e pronto… Já funciona.

Com que então… "DirectX9 not installed"?!

Categories: Informática | 3 comentários

O despedimento dos paginadores fumadores da Impala e a as incorrecções de um texto jornalístico

impala.jpg

Segundo notícia publicada no Diário de Notícias (link), a Impala, editora de publicações como a Nova Gente, a TV 7 Dias, a Focus e revista Maria, teria despedido cinco paginadores. Em comum estes gráficos teriam o facto de serem fumadores, tendo sido despedidos porque faziam um intervalo de manhã e outro de tarde para deixarem o edifício (onde a administração proibiu fumar) e irem fumar para a entrada do edifício da Impala.

A alegação invocada pela administração passa pelo "incumprimento dos horários de trabalho". Até aqui, o caso revolta as nossas entranhas, porque parece não terhavido nenhuma espécie de pré-aviso quanto à possibilidade do despedimento (pode ter havido, tendo sido ignorada pelo jornalista…) e sobretudo pela inexistência de uma "sala de fumo" devidamente preparada para acolher os funcionários fumadores. Estas salas "de chuto" para fumadores são obrigatórias segundo a Lei Espanhola, mas não foram previstas como obrigatórias na recente Lei do Tabaco portuguesa… Mas deviam ter sido. De qualquer modo, o recurso a um "subterfúgio legal" como este diz muito sobre a baixeza do carácter da actual gestão da Impala, não diz?… E ainda dizem (os Ultraliberais) que Portugal é um dos países da Europa com maior protecção ao Emprego… Perguntem lá a estes paginadores se eles não compensavam depois os minutos que gastavam a fumar à porta da Impala…

Mas depois… A notícia descamba… Recorrendo às suas "fontes internas na Impala" o jornalista do DN publica este excerto: "todos os computadores estão alegadamente equipados com sensores que monitorizam as ligações à Internet e com programas que investigam o software instalado (e utilizado), os telefones e e-mails estarão a ser vigiados".Sem se ter dado ao trabalho de conferir estas afirmações, obviamente recolhidas em bruto junto de um dos paginadores, o jornalista ignora que não existem "sensores" desse género… As ligações são monitorizadas ao nível dos Proxy Server ou dos Routers e Firewalls, dispensando a necessidade de "sensores"… Os "programas que monitorizam o software instalado e usado" são comuns e fazem parte da panóplia de software usado pelas áreas de Suporte Técnico nas Médias e Grandes empresas e entre estes os mais conhecidos são o MS SMS2003 e o LanDesk. Estas aplicações são usadas para distribuir novas versões de programas, remover versões antigas, instalar novas versões do Office, etc… E o controlo de utilização é normal e prende-se com a monitorização do número de licenças usadas. Por fim… Vem a velha história do "e-mail é vigiado"… Todas as empresas que têm sistemas de mail têm que monitorizar o seu fluxo de correio interno e externo, correndo sobre ele ferramentas de antivirus e antispam, e isso pode induzir alguns a acreditar que o seu "mail é lido". Pode ser. Mas nada quer dizer que o seja, se estiverem implementadas as configurações correctas, se houver protocolos de segurança afinados e se este correio fôr apenas "lido" por programas automáticos de anti-spam e antivirus.

Sejamos claros: não era obrigação do autor deste texto saber isto. Era contudo, sua obrigação perguntar a alguém da sua redacção (um colega informático) da correcção destas linhas antes de descredibilizar toda a notícias com esta série de incorrecções perfeitamente desnecessárias…

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 4 comentários

Mais Betão até 2015

Mário Lino, o ministro das Obras Públicas anunciou que serão construídos mais 263 quilómetros de estradas por ano até 2015… Ora, não é certo que exista um laço directo ou mesmo indirecto entre a construção de mais autoestradas e desenvolvimento…

Assim, veja-se que:

1. que o betão do Cavaquismo nem por isso produziu um país mais competitivo ou desenvolvido

2. o que o Estado paga actualmente pelas SCUTs e a sua contribuição para o deficit do OGE

3. O facto ensurdecedor de que a Irlanda regista recordes de Desenvolvimento e Crescimento com UMA autoestrada. Sim, só uma (a "A1") se bem me lembro…

4. As autoestradas que contornam vilas e cidades do Interior muito têm contribuído para que muita gente tivesse deixado de as visitar e contribuiram para a sua crescente interiorização

5. As autoestradas permitiram que Espanha colocasse os seus produtos de exportação nas cidades do litoral por um preço baixo, concorrendo com a indústria nacional mas usando os meios que Portugal e os portugueses pagaram…

Por isso acredito que uma rede de estradas nacionais, bem mantidas, numerosas e de responsabilidade municipal serviriam muito melhor o país, do que esta renovada promessa de… Betão.

Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional, Websites | 8 comentários

Sarsfield Cabral: “Ordenados Escandalosos”

Na revista Visão de 18 de Maio surge uma interessante coluna de opinião de Sarsfield Cabral, um economista com cujas posições discordo geralmente mas que desta vez se dedicou a escrever sob o título "Ordenados Escandalosos":

Eis algumas frases:

"Em 1973 o vencimento médio de um presidente executivo de uma empresa americana era 27 vezes maior do que o salário médio de um trabalhador. No ano 2000 já era 300 vezes superior."

(…)

"Ora a explosão dos vencimentos dos gestores tem pouco a ver com a produtividade das empresas. Por vezes tem mesmo efeitos negativos. Por exemplo, boa parte desse dinheiro é constituída por acções da própria empresa, que os gestores podem adquirir a um preço fixo. Daí decorre, com frequência, um incentivo para fazer subir as cotações da empresa a curto prazo, em detrimento de um crescimento mais sadudável a longo prazo.

Acresce que ois contratos de muitos gestores incluiem chorudas indemnizações para o caso dos accionistas decidirem correr com eles, por estarem insatisfeitos com os maus resultados da empresa."

(…)

"Assim não é de estranhar que o Wall Street Journal, que não é propriamente de esquerda, tenha publicado no fim de Abril um artigo de opinião criticando os ganhos milionários dos gestores do BCP."

(…)

"Mas em Portugal o problema não se limita ao caso isolado de um Banco. No ano passado, com a economia nacional quase estagnada, os vencimentos dos administradores das grandes empresas portuguesas subiram 8%. E os gestores das empresas cotadas na bolsa portuguesa ganharam, em média, mais do que os seus congéneres espanhóis… Há qualquer coisa que não bate certo."

Existe nas sociedades contemporâneas uma tendência muito marcada para o acentuar da força dos executivos e líderes de empresas, à custa da influência dos trabalhadores. Na equação outrora equilibrada entre Capital (e seus representantes) e Trabalho, a balança pende agora exageradamente para o lado do Capital. Os direitos laborais evaporam-se todos os dias, a inépcia e lentidão dos Tribunais contribuem para a situação, e o próprio quadro legal evoluiu no sentido da total abolição dos direitos laborais.

No meio disto tudo, parece evidente a necessidade de quebrar este ciclo vicioso de aumentos crescentes dos vencimentos dos gestores e tornar a ligar este crescimento ao seu desempenho e ao desempenho das suas próprias empresas… Este desligamento pode aliás ser uma causa silenciosa para o baixo desempenho da nossa economia nos últimos anos… Isto é, porque se hão-de esforçar os nossos gestores, se os seus rendimentos sobem ao mesmo tempo que as suas empresas abrem falência, despedem pessoal e apresentam maus resultados?

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 8 comentários

Quid 33: Onde vai aterrar esta sonda?

ht.jpg

Categories: LOST (Perdidos), Quids | 5 comentários

Agostinho da Silva: “O grande instrumento de todas estas prisões foi sempre o castelhano…”

“(…) De cada vez que as tais circunstâncias históricas, quem sabe por obediência a que leis internas do mundo, precisaram de espanhol sob pressão, fabricaram-lhe recipientes de grossíssimas paredes; prenderam o espanhol; prenderam-no com os romanos, prenderam-no com os visigodos, prenderam-no com Carlos V, prende-no com o breve parlamentarismo e com outros sistemas mais modernos; e talvez outras prisões o esperem, se os fados lhe não correrem favoráveis. Acho que o único recipiente elástico que lhe fabricaram foi o do califado de Córdova e um pouco o dos reinois de taifas; talvez uma rápida Idade Média, com seus “comuneros”. Depois, cilindro e válvula; exígua válvula.”

O grande instrumento de todas estas prisões foi sempre o castelhano, pagando com os seus defeitos as suas qualidades, pagando com a sua violência a sua paixão, pagando com a sua intolerância a sua fidelidade, pagando com o seu jeito preador a solitária beleza do pastor-cavaleiro. E as vítimas, não falando agora do espanhol indidivual, foram as outras regiões da Península, nascidas para ser livres colaboradoras de um grande todo e condenadas, por um trágico destino, a ser, em opressores regimes centralistas, um nada para um quase nada de valor humano”. P29

Reflexão à Margem da Literatura Portuguesa: Agostinho da Silva

Categories: Movimento Internacional Lusófono | 1 Comentário

Lançamento do SatMex6 e do ThaiCom5

 

Foi um sucesso o lançamento do voo V171 (Ariane 5 ECA) que lançou os satélites SatMex6 e ThaiCom5, pelas 22:00h (18:00h locais-G.Fr.). Com uma massa combinada de mais de 8300 Kg os dois satélites conquistaram um recorde para o maior payload já lançado para o Espaço numa órbita geoestacionária.

 

Fonte: Gil Veloso (investigador português no CSG-Centro espacial da Guiana Francesa, que gentilmente nos enviou esta informação)

Categories: SpaceNewsPt | 1 Comentário

Timor-Leste: Da Passividade “Intencional” dos Australianos e da “Falta de Memória” Timorense

getimage.jpg 

As imagens que nos chegam dos distúrbios em Timor-Leste revelam frequentemente a acção dos grupos armados destruindo propriedade e ostentando as suas armas brancas frente aos militares australianos. Segundo dizia um professor português ao Jornal, Público: "Ninguém compreende isto: o que estão os australianos aqui a fazer? Ouvem tiros, viram-se para o outro lado. E tardam em chegar à cidade. Parece que estão interessados em deixar apodrecer a situação."

A Austrália já tem actualmente perto de 2000 homens no território e cerca de 30 blindados M-113 para além de vários helicópteros Black Hawk, apesar deste dispositivo ser mais numeroso do que aquele que enviou para o Iraque, as suas forças parecem ineptas para travar o continuado caos em Timor.

Agora que os conflitos entre militares e polícias timorenses – fardados ou não – terminaram, urge parar a acção dos grupos armados que percorrem Díli e levam uma onde de caos e destruição a todos os sectores da frágil sociedade timorense. As forças australianas têm os meios para agirem e deterem ou desarmarem estes "gangs", mas não o fazem… Não por incapacidade, mas numa passividade que parece ser calculada e preparada… Será que pretendem demonstrar a absoluta incapacidade dos timorenses para se auto-governarem para depois aparecerem como "salvadores do povo" e pedirem em troca as suas riquezas naturais, num regime mais ou menos encapotado de "protectorado das Nações Unidas"?

E os timorenses? Será que ainda que não perceberam que a situação actual dá razão à Indonésia que invadiu o território em 1975 (ver aqui) quando esta afirmava que invadia o território para cessar com as mortes provocadas pela Guerra Civil que então opunha timorenses contra timorenses? Será a memória desta gente tão curta? E é… Não é por acaso que nestes distúrbios estão maioritariamente jovens que não experimentaram os trágicos acontecimentos de 1975…

P.S.: Alterei o quadro de "forças em presença em Timor Leste" em conformidade com os novos dados.

Categories: Política Internacional, Sociedade | 3 comentários

RepórterGrunho: Fotografia 12

14-04-06_1658.jpg

14-04-06_1657.jpg

Desde há umas semanas que a Avenida de Roma (Lisboa) e ruas adjacentes se viram inundadas destes cartazes. Aparentemente, uma certa empresa com site em www.3dlisboa.com começou a fazer alguma coisa e para noticiar esse alguma coisa colou milhares de cartazes em candeeiros, paredes, portas, muros, enfim, em tudo o que fosse "colável".

Não consegui saber o que se tratava exactamente porque quando acedo ao site, este a dado ponto diz "File Not Found", mas parece ser uma espécie de "mapa tridimensional" da cidade de Lisboa, que permitiria a navegação pelas suas ruas e lojas a partir de um computador ligado à Internet.

Pergunta: Isto é legal? Uma empresa privada pode colar folhas A4 por uma das mais movimentadas avenidas lisboetas sem que lhe seja aplicada nenhuma coima e na maior das impunidades? O que seria se todas as empresas da cidade seguissem o seu exemplo? Haveria paredes suficientes?

Categories: RepórterGrunho | 3 comentários

O “Código da Vinci”: “A Madona dos Rochedos” de Leonardo da Vinci

 A Madona dos Rochedos

O anagrama "tão negra é a mentira do Homem" acaba por levar Sophie Marceau e Robert Langdon até ao quadro de Leonardo da Vinci conhecido como "A Madona dos Rochedos, atrás do qual está a chave que leva ao cofre onde se esconde o Criptex.

Este interessante e quadro de Leonardo retrata a Virgem Maria e Jesus menino ao lado de João, o Baptista, então ainda criança. A cena é acompanhada pelo Arcanjo Uriel, geralmente associado a João Baptista.

A cena representada no quadro pretende figurar um episódio que ainda que não conste da narrativa bíblica era considerada como aceite pela tradição cristã da época: a lenda da Sagrada Família abrigando-se numa gruta no Egipto aquando da fuga da perseguição de Herodes, e encontram aí João Baptista e Uriel, o Arcanjo encarregue da sua protecção.

O ponto mais fascinante desta obra é o de saber qual das duas crianças representa efectivamente Jesus. Normalmente, assume-se que que a criança que dá a benção é Jesus, enquanto que aquela que a recebe é João Baptista, colocando um acima do outro. E de facto, essa interpretação é reforçada pela segunda versão do quadro, pintada por Leonardo posteriormente, onde a criança ao lado direito de de Maria segura uma longa cruz de cana de madeira, um símbolo que surge com João no quadro "O Baptismo de Jesus" de que já aqui falámos. Contudo, a maioria dos investigadores são de opinião que essa cruz é um acrescento posterior, e não pertence à mão de Leonardo… Sendo uma éspecie de tentativa de aumentar a ortodoxia do quadro…

Na verdade, parece mais certo que a criança que reza seja Jesus, uma vez que é esta que está mais perto de Maria, sua mãe, que a afaga e protegé com o corpo… Assim, seria João, a criança mais afastada do par e aquela que benze a primeira.

Se assim fosse, João seria representado aqui num papel mais importante assumindo o título de "iniciador de Jesus".

Prince e Picknet, os autores da obra que inspirou o "Código da Vinci": "O Santo Graal, Sangue Real" são de opinião que esta obra se liga à tradição templária de venerar João sobre Jesus… O que não conhece grandes bases, mas que tem alguns fios de plausibilidade… Certo é que existem diversas outras pequenas "anomalias" no quadro… Desde Uriel que aponta para o pescoço de "João"…. O tal que seria cortado por Herodes, anos mais tarde…

A heterodoxia do quadro causou problemas a Leonardo, que viria a Confraria que encomendou o quadro a rejeitá-lo por causa da ausência de referências cristãs no mesmo e, de factro, Leonardo pintaria uma segunda versão, expurgada dos elementos mais estranhos, e onde por exemplo, Uriel já não apontava para o pescoço de João, (o que signifacava que era este o representado no primeiro quadro).

A existência de uma mensagem oculta na obra pictórica de Leonardo da Vinci s um dos pontos abordados por Dan Brown que mais interesse e bases apresenta… Essa mensagem existe em praticamente todas as obras do pintor e aponta efectivamente para uma forma de cristianismo profundamente ligada ao culto de João Baptista…

 

Fontes:

"O Código da Vinci Descodificado": Simon Cox

"O Segrado dos Templários" Lynn Picknett e Clive Prince

"A Verdadeira História dos Templários" Michel Lamy

"O Sangue de Cristo e o Santo Graal" de Michael Baigent, Richard Leigh e Henry Linclon

Categories: Mitos e Mistérios, O Código da Vinci | 10 comentários

Outminder!

O Outsider acaba de lançar o seu Blog Outminder, para o qual desejamos as melhores felicidades! Benvindo à Blogoesfera lusitana e que se o seu contribute nos ajude a quebrar este monolitismo mediático em que nos encafuaram! Bem Haja!

Categories: Blogging | 3 comentários

Da Doentia Dependência do Petróleo

Entrevista da Visão de 4 de Maio de 2006 a Nuno Ribeiro da Silva:

"O aumento do preço do petróleo cria pressão sobre os preços, os bancos centrais aumentam as taxas de juro para controlar a inflação, o aumento dos juros aumenta o custo do dinheiro, o custo do dinheiro gera diminuição de investimento, o que vai significar menos oferta de emprego. Se quisermos continuar, menos emprego significa menos poder de compra, menos consumo, menos procura interna, etc. Este é o ciclo infernal, vicioso, que ocorreu durante os choques petrolíferos de 1973 e 1979."

É impossível descrever de modo mais sucinto e claro o ponto até que as economias actuais estão enredadas nessa teia que é formada pelo Petróleo… Na raíz de todo o processo económico, a sua dependência, e sobretudo, a eliminação ou redução da mesma devia ser a prioridade número um para qualquer governo de qualquer país e sobretudo para um país como Portugal que não produz nenhum petróleo e cuja economia está tão dependente da evolução da conjuntura internacional…

Em vez da obsessão pelo Deficit, devíamos ter a obsessão pelo Petróleo. O Imposto Automóvel devia ser reduzido drásticamente sobre os veículos com menor consumo (híbridos, gpl e eléctricos) compensando o Orçamento desta descida com uma subida proporcional dos veículos de mais alta cilindrada. O Estado devia forçar à instalação de limitadores de velocidade em todos os veículos matriculados em Portugal… Isso reduziria a sinistralidade e também o consumo de combustível… O investimento das empresas e dos particulares em fontes autónomas de energia devia ser alvo de reduções fiscais drásticas… Mais uma vez podia-se recuperar, penalizando as empresas e particulares que não realizassem esse investimento com um aumento da taxa de IRC e de IRS… As empresas pretrolíferas deviam ser obrigadas – por Lei – a devolveram parte dos seus lucros faraónicos à investigação de fontes de energia alternativas e a reinvestirem parte destes em centrais alternativas…. Os preços ao consumidor deveriam ser escalonados, penalizando os exageros de consumo privado, mas tendo sempre em conta os rendimentos e a dimensão da família…. Muito se pode fazer, a custo praticamente zero… Mas não se faz. Porque o Lobby das Petrolíferas é muito forte e porque interessa ao próprio Estado que os preços se mantenham altos… É que em tempos de aperto orçamental o crescimento das verbas do ISP tem dado mesmo muito… Jeito!

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 2 comentários

Timor-Lorosae: Balanço das Forças no Terreno

Do lado dos "Rebeldes":

20 soldados do Major Alfredo Reinado (armados)

200 "estudantes de artes marciais" (armados com armas brancas)

150 ex-militares das F-FDTL (desarmados)

? Polícias (armados, mas quase sempre passivos)

Do lado do "Governo":

600 soldados das F-FDTL (armados)

um número indeterminado, mais baixo de polícias

Do lado das "Forças Internacionais" chamadas pelo Governo Timorense:

2000 soldados australianos, entre os quais um destacamente de 150 forças especiais, 20 M-113, vários Black Hawk e 2 navios de guerra

120 polícias portugueses da GNR (a caminho)

16 polícias portugueses dos GOE da PSP (8 no local, 8 a caminho)

60 polícias e soldados na Nova Zelândia (a caminho)

500 soldados da Malásia (a caminho)

Categories: Política Internacional, Sociedade | 7 comentários

A Nova Página “O Barómetro Socrático”

Inauguramos hoje uma nova Página deste Blog "Quintus"… A partir de agor vão encontrar ao lado do "Home", da "Corrida dos Quids", do "Movimento Quintano: Sumário do Programa" e do "Quid est Quintus?" a novíssima "O Barómetro Socrático" onde procuraremos avaliar e avaliar o desempenho do actual governo "Socialista".

Iremos listar muito sumariamente as medidas que achamos positivas e as que consideremos serem negativas para o País, numa escala de 1 a 10 e atribuir depois um valor ponderado.

Iremos começar com a decisão do envio da GNR para Timor Lorosae, tomada ainda na semana passada e incluiremos já a decisão divulgada de ontem de cercear os privilégios escandalosos da ANF, a propósito dos quais gostaria de divulgar esta reveladora entrevista publicada aqui na Câmara Corporativa.

Categories: Política Internacional, Política Nacional | 3 comentários

O que fazer em caso de acidente automóvel?

"Após ter ocorrido um acidente de viação entre dois veículos, sejam eles automóveis ou motociclos:

1 – Verificar o tipo de danos que existem, pessoais e/ou materiais. Pessoais – Ligar de imediato 112, e comunicar o máximo de dados possíveis, numero de vitimas, estado das mesmas, idade aparente,  etc… Comunicar sempre ás autoridades policiais em caso de danos pessoais.  Não mover as vitimas, tentando que elas não façam grandes movimentos, no caso de motociclistas não remover o capacete nem o vestuário.
Materiais – Desligar o motor, e caso exista risco de incêndio ou derrame de óleo ou gasolina, ligar directamente para os bombeiros ou autoridade policial com a indicação que é necessário chamar os bombeiros ao local.

2 – Sinalizar o local, colocando o triângulo aproximadamente a 30 metros e, se possível, ligar os quatro piscas, evitando o aumento de gravidade do acidente ou a possibilidade da ocorrência de outros acidentes. As viaturas não devem ser movidas enquanto não houver garantias de segurança das mesmas ou dos intervenientes e em última instancia
antes da chegada das autoridades policiais.

3 – Sempre que possível obter os elementos de identificação de todos os intervenientes, condutor/es, veículo/s e testemunhas oculares independentemente de já terem sido chamadas as autoridades policiais, alguns condutores depois de restabelecidos do susto inicial fogem.
Condutor – B.I., Carta de Condução (confirmar se a morada na carta
mantém-se), contacto telefónico
Veículo – Marca/modelo, cor, matricula, numero da apólice, nome e
morada da empresa de seguros
Testemunhas – B.I., morada e contacto telefónico.

4 – Não havendo feridos e tratando-se apenas de dois veículos de matrícula portuguesa com os respectivos seguros válidos, deve preencher a Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA).
Esta declaração deve ser assinada por si e pelo condutor do outro veículo, ficando cada um com um exemplar (é indiferente ser a cópia ou o original, desde que legível).
A entrega deste documento nas respectivas empresas de seguros no prazo de 8 dias é essencial para o funcionamento do sistema IDS – Indemnização Directa ao Segurado.
Este sistema tem como finalidade acelerar a regularização dos sinistros, para melhor servir os utentes, possibilitando que cada tomador do seguro regularize o sinistro directamente com a sua própria empresa de seguros.

5 – Depois de preenchida a declaração ou em quanto não chegam as autoridades policiais se o veículo não puder circular deve-se ligar à assistência em viagem, caso esteja incluída no seguro a cobertura de Assistência em Viagem ou uma empresa de reboques.

6 – Havendo feridos ou na falta de entendimento quanto ao preenchimento da DAAA, as autoridades policias são chamadas ao local. Consoante a autoridade policial, a participação do acidente é feita de maneira diferente, em determinadas situações é entregue aos
condutores uma folha para escreverem a sua versão do acidente, noutras é o próprio agente que vai recolhendo os dados e no final pede ao condutor para assinar, muita atenção, nunca assinem sem lerem cuidadosamente o que foi escrito, por vezes no meio da confusão pode haver equívocos graves, que podem custar a responsabilidade ou não do acidente.

Quando existem testemunhas, devem constar no auto levantado pela polícia.

7 – No verso da DAAA encontra-se uma Participação de Sinistro normal que deverá ser preenchida e entregue na empresa seguradora conjuntamente como o auto da polícia bem como toda a informação complementar que possa ser reunida, fotos, estado da via, tipo de sinalização no local, etc…

8 – Se a reclamação não surtir efeito, recorrer ao Instituto de Seguros de Portugal ou à via judicial.

Após ter ocorrido um acidente de viação com um único veiculo automóvel ou motociclo devido a anómalias na via:

1 e 2 – Aplica-se o mesmo. (anteriormente descrito)

3 – Devem ser chamadas ao local as entidades responsáveis pela conservação da via, Brisa, Policia Municipal em representação das Autarquias ou as autoridades policiais com competência no local, BT, etc…

4 – Vistoriar as vedações e "rails", sinalização, buracos, inscrições nas tampas que podem ter saltado, localização das arvores, via pública ou propriedade privada, caracteristicas e proveniencia do canideo, etc… (em tribunal, o ónus da prova tem que ser feito pelo lesado).
Fotografar o local e/ou incluir os dados, por escrito, no/s auto/s levantado/s pelas entidades que forem ao local.

5 – Reclamar, por escrito, 

No caso da Brisa, na portagem mais próxima e/ou mais tarde com as fotos, orçamento dos danos.

No caso das Câmaras, através de carta dirigida, apenas por formalidade, ao Ex.mo/a Sr./a Presidente de Câmara, com o auto, fotos e orçamento dos danos.

No caso de particular, dirigido ao mesmo.

6 – Se a reclamação não surtir efeito, recorrer à via judicial.

 

Anexo: 

Como proceder em caso de acidente com um veículo de matrícula estrangeira?

Deve contactar O GABINETE PORTUGUÊS DE CARTA VERDE, que funciona junto da Associação Portuguesa de Seguradores (APS) e pode ser contactado pelo Tel.:  213848101/2 ou na morada: Rua Rodrigo da Fonseca n.º 41 – 1070-157 Lisboa. O sistema de Carta Verde é uma convenção internacional, denominada Convenção Multilateral de Garantia, que tem por objectivo facilitar a circulação rodoviária. Nos países que aderiram a este sistema, a Carta Verde constitui o documento comprovativo da celebração do contrato de seguro obrigatório.

 

E se, em caso de sinistro, um dos condutores não tiver seguro?

Se algum dos condutores não exibir documentos comprovativos do contrato de seguro, os outros intervenientes no acidente devem recolher os dados atrás referidos, em particular a matrícula e a identificação do condutor, e pedir informações ao Departamento de Apoio aos Consumidores do ISP sobre a forma de localizar a empresa de seguros a partir da matrícula, ou de recorrer ao Fundo de Garantia Automóvel, se não existir seguro válido. Aconselha-se também que seja solicitada a presença das autoridades policiais

Acidentes ocorridos no estrangeiro  

Contacte o Gabinete Nacional de Seguros desse país para formalizar a sua participação (a identificação de todos os Gabinetes Nacionais consta no verso da sua Carta Verde). Se a responsabilidade for do condutor do veículo estrangeiro, o próprio Gabinete o encaminhará para a Seguradora do responsável."

Fonte: http://www.motonline.pt/left/clube_motonline/forum2/forum_posts.asp?TID=7963&PN=1

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 5 comentários

A Boina de Cavaco

Soube-se agora que quando Cavaco foi visitar de surpresa as nossas tropas nos Balcãs levava uma boina de azul ferrete com uma âncora. Ups! Esse modelo de boina já não é usado desde a década de 80… Este pequeno detalhe, mostra bem a inépcia de Cavaco enquanto Chefe Supremo das Forças Armadas e causa admiração por ninguém do seu círculo militar o ter avisado perante tal detalhe…

O tal "presidente-economista da República" que os tugas em momento de desespero económico elegeram mostra assim pela primeira vez a sua vera face: a de um peixe fora de água… Um homem que estava claramente fora do seu lugar, em tensão permanente e… transportando uma boina que todos os militares presentes no local olhavam e se perguntavam: "o que raio faz aquela boina ali?!"

Categories: Política Internacional, Política Nacional | 2 comentários

Porque é que ainda não vi esta notícia em nenhuma Televisão?

E só a descobri através do Crackdown?

Será que quando escrevia isto, tinha mesmo razão?

Categories: Sociedade, Wikipedia | 2 comentários

Trinta dias para a GNR chegar a Timor!

400x330.jpg

Enquanto a família "dos Santos" se passeia pelas ruas de Londres e (não) pensa na vida infeliz da maioria dos seus compatriotas, a situação em Timor Leste continua a agravar-se…

Logo de manhã, um grupo de 50 rebeldes armados atacaram o próprio Quartel-general das Falintil, a 7 kms do centro de Díli. Do ataque, resultou a morte de um rebelde e dois feridos entre estes… Mais tarde, os rebeldes atacaram a residência do brigadeiro-general Taur Matan Ruak, o próprio chefe das forças armadas timorenses e, logo, depois, a residência do número dois das F-FDTL, o coronel Lere Anan Timur. Por entre estes incidentes, multiplicaram-se os incidentes e disparos por toda a capital, com as forças armadas a serem incapazes de conter os rebeldes, circunscrevê-los, ou mesmo de manterem os mais altos comandos sob protecção.

Portugal, um dos quatro países convidados a enviar forças de estabilização e interposição confirma entretanto junto da ONU o envio de 120 militares da GNR e o reforço do dispositivo dos GOE que mantêm na embaixada em Díli. Contudo, o tenente-coronel da GNR Costa Cabral vai avisando: "A GNR tem actualmente a obrigação de ter uma força a poder ser empregue em cenários internacionais no prazo de 30 dias". Trinta Dias?! Timor não pode esperar que os senhores da GNR se despeçam das famílias, escolham as fatiotas e enxam as malas em 30 dias! Especialmente quando no mesmo dia o chefe de Estado-Maior da Armada declara que "A Marinha está pronta em 48 horas para partir". O baixo grau de prontidão da GNR forma assim um argumento adicional para aqueles que – como eu – defendem que esta força a seguir não deve ser a principal participação portuguesa e que esta deve ser reforçada com forças especiais, mais treinadas, qualificadas e melhor equipadas para um cenário que é para todos os efeitos de uma Guerra Civil e não para mais para uma situação de Crime ou Violência Urbana, cenários em que a GNR é conhecidamente muito eficaz…

Ficam aqui – por fim – dois Links para dois Blogs timorenses que permitirão acompanhar de perto a situação em Timor Leste sem passarmos pelo crivo sempre duvidoso dos Media portugueses: 

http://timor-verdade.blogspot.com

http://www.timor-online.blogspot.com

 

Categories: Política Internacional, Sociedade | 3 comentários

A fuga das Galinhas de Luanda

Segundo a imprensa, parece que os três novos netos do presidente mais corrupto de África, José Eduardo dos Santos, vão nascer fora de Angola… Todas as suas mães fugiram de Luanda a caminho de clínicas de luxo em Londres onde irão… Parir. Infelizmente, nem toda a população angolana tem os mesmos índices de delapidação e furto dos bens públicos que tem a família (Famiglia) dos Santos. Ao contrário desta elite, a maioria dos angolanos tem mesmo que viver no meio da imundície e da miséria que criaram a epidemia de Cólera que assola actualmente a capital angolana e para a qual o governo de dos Santos já recusou a ajuda portuguesa (e que tal se fossem perguntar aos angolanos que morrem e desesperam em hospitais de campanha, sem condições, sem medicamentos e quase sem médicos?)

A família dos Santos parece continuar a não querer saber dos seus e a demonstrar ao mundo até que ponto é possível governar mal um país… Comparado com Angola, Portugal até parece a Finlândia… Os dos Santos bem que podiam fugir… E fogem… De si próprios e da sua própria incompetência.

Categories: Política Internacional, Sociedade | 2 comentários

A ThinkFree lançou o “ThinkFree Online”, um serviço gratuito, baseado na Web que permite aos utilizadores a criação e partilha de documentos Office-compatíveis

A ThinkFree disponibiliza desde 26 de Abril um serviço designado de "ThinkFree Online", um serviço Web Based que permite que os utilizadores criem e partilhem documentos compatíveis com o Microsoft Office. O serviço suporta clientes Windows, MacOS X 10.4 e Linux e uma série de Web Browser.

O "ThinkFree Online" oferece partilha de ficheiros, um serviço de blogging e 1 Gb de espaço, assim como versões online do ThinkFree Write, ThinkFree Calc, ThinkFree Show, uma aplicação de apresentações compatível com o MS PowerPoint

O serviço permite a edição partilhada de documentos, inclusivé entre diversos clientes de diversos sistemas operativos, assim como a definição de diferentes níveis de acesso.

http://www.thinkfree.com/common/main.tfo

Categories: Informática | Deixe um comentário

Timor Lorosae: Silêncios e Raridades

Em Timor Leste derramou-se ontem, pela primeira vez desde a independência, sangue. Por meio de um conflito cuja essência ainda é fundamentalmente incompreensível, mas que parece radicar em bases étnicas, o exército timorense cindiu-se em combate agora entre si.

José Ramos-Horta pediu entretanto o envio de uma força internacional e vários dos países desafiados a ajudar já responderam positivamente, sendo a Austrália naturalmente o maior contribuinte para essa força tendo em conta os laços económicos com Timor, a própria proximidade e o elevado grau de treino e equipamento das suas forças armadas.

Portugal irá enviar 60 homens da GNR. Tendo em conta os laços históricos e culturais que unem Portugal a Timor (potência admnistrativa legal até à sua independência da Indonésia), a raridade da força portuguesa choca. E sobretudo, tratando-se aqui de uma missão de interposição entre militares, esperar-se-ia também o envio de uma força portuguesa militar, não policial… Ao invés, Portugal opta por manter contingentes significativos e países com os quais não tem laços económicos, culturais ou históricos significativos…. Como o Afeganistão, a Bósnia, o Kosovo e mais recentemente, o Congo… Eis como se observa a inexistência de uma política para a Lusofonia… E a CPLP? Porque não tem esta um braço armado, que possa potenciar a sua utilidade para os seus membros e ser usado em emergências deste género? Para onde forma as promessas feitas no ano passado sobre a constituição de uma força de intervenção da CPLP? Portugal, Brasil e Angola possuem forças militares de alto nîvel, capazes de responder a qualquer tipo de ameaça em qualquer lugar do mundo. Porque não foram estas forças usadas e ao invés de assistiu a uma tímida presença portuguesa (policial) e ao vazio brasileiro, angolano e dos demais países da CPLP?

Mas no meio desta guerra civil… Existe um silêncio que é absolutamente ensurdecedor… Onde está a voz do imensamente prestigiado e respeitado Xanana Gusmão? A sua presença junto dos revoltosos iria certamente acalmar a siatuação e poderia incluivé ter impedido estes incidentes ocorridos a 24 de Maio de onde resultaram a morte de 3 timorenses… Mas de Xanana, nada, nenhuma declaração pública, nenhum esforço negocial, nenhuma tentativa significativa de influenciar os acontecimentos… Nada. Será que – como se suspeitou – aqueles anos de prisão quebraram mesmo o Espírito de Guerrilheiro das montanhas de Gusmão?

E a Igreja? Tão vigorosa para defender os seus interesses quando o governo da Fretilim tentou abolir o ensino religioso parece agora desinteressada de intervir neste conflito… A sua influência na sociedade timorense é tremenda e também ela poderia contribuir para a resolução deste conflito…

Nesta "guerra civil", o que faz mais barulho não são os disparos das metralhadoras… São os silêncios de Xanana e da Igreja Católica.

Categories: Política Internacional, Sociedade | 1 Comentário

Umberto Eco e Dan Brown

O conhecido escritor e semiólogo italiano Umberto Eco, autor de diversos livros entre os quais o admirável e conhecido "O Nome da Rosa" acusou Dan Brown, o autor do "O Código da Vinci" de ser "um intriguista que propaga informações falsas e enriquece com material de embuste".

Categories: Mitos e Mistérios, O Código da Vinci | 6 comentários

Da “suspensão” do Subsídio de Férias dos pensionistas (Secretário de Estado do Orçamento)

Segundo o Jornal Expresso deste Sábado, o Secretário de Estado do Orçamento Emanual dos Santos teria declarado que estava em estudo a possibilidade dos pensionistas do Regime Geral não receberam o Subsídio de Férias, a bem do equilíbrio das contas do Estado: "uma decisão que não será fácil, mas que poderá ser inevitável."

Desconheço se tamanha aleivosia terá sustentação legal, mas admitindo que a tem, pergunto: Se esta é uma medida de "último recurso" (e só nestes termos pode ser equacionada) a sua aplicação cega a todos os Pensionistas não configura a existência de uma enorme Injustiça? Comparar as reformas milionários de certos Juízes, Médicos e Funcionários do Estado (p.ex. ler aqui, na Câmara Corporativa) com as rídiculas e esfaimantes pensões mínimas ou rurais é tirar aqueles que menos têm a única hipótese que têm ao longo do ano para equilibrar a sua vida financeira e revela um governo absolutamente desesperado para recuperar por todos os meios os recursos que deixou esvairem-se na contratação de dezenas de milhares de Boys.

Um governo que estica assim a corda, tentando perceber quando ela pode rebentar é um Governo imoral e sem tino, perdido que foi o Norte do Bem Comum e do Homem ofuscados pelo Economicismo cego e sem Visão da cartilha do "Pensamento Único". 

Categories: Política Internacional, Política Nacional | 8 comentários

O que é o “Phoenix Mars Lander” que a NASA vai lançar em Agosto de 2007?

Phoenix

Uma das mais ambiciosas e interessantes missões para Marte que será enviada nos próximos anos será a "Phoenix Mars Lander" que a NASA vai lançar em Agosto de 2007.

O Lander vai aterrar usando foguetes, em vez dos airbags que podem ter estado na raíz de problemas com a Mars Polar Lander, mas que foram usadas com sucesso pelos dois Rovers actualmente no Planeta Vermelho. A descida do Phoenix em Maio de 2008 vai ser travada por paraquedas, captando imagens através de uma câmara que obterá assim elementos geológicos sobre o local da aterragem.

Depois de tocar no solo marciano, o Phoenix vai estender um braço robótico com cerca de dois metros, equipado com uma câmara e uma pá. O braço escavará o solo até cerca de 50 cm, recolhendo amostras e colocando-as num pequeno laboratório para análises físicas e químicas em busca de gelo de água e de outros materiais. Uma câmara a cores stereo capturará imagens do local de aterrgam e fornecerá informação de posicionamento.

A "Canadian Space Agency " vai equipar a Phoenix com uma série de instrumentos de medida da atmosfera marciana.

Segundo Ed Sedivy, gestor de projecto da Phoenix para a Lockheed Martin: "The propulsion system and the wiring harness have been added to the vehicle. We will be loading flight software onto the flight computer in the next few days. The flight software is much more mature than typical for a planetary program at this stage. As soon as the flight computer is mated up, we can apply external power to the vehicle."

Em Maio de 2007, a Phoenix será enviada para o Kennedy Space Center, da NASA, em Maio de 2007, onde será colocada no foguetão de lançamento.

 

fonte: Phoenix na NASA

Categories: SpaceNewsPt | 3 comentários

Sócrates e o Aparelho: Cedências e Rendições

Em 2005, o deficit público foi maior do que em 2004. E o mesmo triste fenómeno ocorreu também com as despesas correntes, que no mesmo ano subiram 7% quando no anterior anterior, em pleno Consulado Fujão Barroso já tinham crescido uns muitos substanciais 4,5%… E segundo parece, o maior responsável por este disparar teriam sido o aumento das despesas com pessoal, não pelo aumento dos seus vencimentos, mas por via da contratação de novos funcionários públicos.

Onde está a Promessa eleitoral de por cada novo funcionário que entre nos quadros do Estado sairem dois? Onde estão as promessas de contenção na explosão da máquina do funcionalismo que devora avidamente os nossos impostos para satisfazer os interesses e os tachos regalados das máquinas partidárias que se revezam no poder e que gastam o primeiro ano de governo a encaixar malta dos aparelhos?

Sócrates foi incapaz de travar o apetide de Jorge Coelho e dos demais "partidocratas" do P.S. provavelmente porque precisava do seu apoio para conduzir as suas políticas mais impopulares ou porque nenhum líder tem força bastante para se opôr à densa e poderosa teia de interesses que os aparelhos partidários hoje representam… É por esta força perigosa para a Democracia e para Portugal que o sistema partidário devia ser reformado. Em lugar de uma "Partidocracia" devíamos ter uma "Democracia". Junto dos eleitos, desligada sempre que possível de aparelhos partidários profissionalizáveis e geralmente vendidos a uns quantos interesses privados e procurando assegurar o Bem próprio antes de tudo o mais… E, sobretudo, antes dos interesses da República.

Categories: Política Internacional, Política Nacional | 1 Comentário

Como mudar o endereço TCP/IP em SunOS 5.10

1. Log como root

2. Abrir o Text Editor e editar (colocando o novo IP, netmask e gateway)

/etc/inet/hosts

/etc/inet/ipnodes

/etc/inet/netmasks

/etc/defaultrouter

/etc/resolv.conf

domain dominio.pt

nameserver 12.170.3.9

nameserver 12.171.3.10

search wdnet.org

3. reboot (init 6)

4. log como root e fazer ifconfig -a assim como ping <host> para testar conectividade e routeamento

Categories: Informática | Deixe um comentário

LOST S2E12: O “Baptismo de Cristo” de… Leonardo da Vinci. Com… João Baptista!

Este fim-de-semana perdi o episódio semanal de "Lost"… Estava a rever o maravilhoso "Castelo Andante" de Miyazaki Hayao, deixei-me perder no final e esqueci-me de que aquela hora passava o Lost… Culpa da RTP1 que atirou esta fantástica série do Prime Time para o começo da tarde de Domingo… Enfim, autismos da nossa televisão pública…

Adiante, que deste assunto já vociferei o bastante…

Bem, por outros meios acabei por obter o dito episódio. Meto aquilo a correr e deparo logo na primeira cena com uma reprodução de um quadro Renascentista da casa de Charlie enquanto criança. Olho e faz-se clique dentro da minha desmemoriada tola (o que é raro, nos dias que correm): "Espera aí! Eu conheço este quadro!" E sim… Conhecia. Era nada mais nada menos do que o supracitado "Baptismo de Cristo" de Leonardo da Vinci, a mais antiga obra de pintura onde Leonardo da Vinci colaborou. O quadro foi terminado por volta de 1475 por Andrea del Verrochio sendo o anjo louro que surge à esquerda, assim como todo o cenário obra do seu então muito jovem discípulo Leonardo da Vinci, que trabalhava com Verrocchio desde 1470.

Será coincidência (será?), mas não deixa de ser curioso ver esta obra de Leonardo da Vinci neste episódio de Lost em plena época de estreia de "O Código da Vinci" e depois da venda de mais de 40 milhões de exemplares do livro de Dan Brown por todo o mundo…

E esta curiosidade aumenta quando se repara que na cena, a câmara percorre a pintura, deslizando até ao seu canto inferior esquerdo e detêm-se e começa o fade out precisamente sobre a figura do anjo louro pintado por Leonardo. O que tem a ver com a cena do baptizado de Aaron onde Mr. Eko menciona explicitamente o episódio do Baptismo de Cristo por João Baptista e completa assim o ciclo iniciado na primeira cena do episódio.

Categories: Ciência e Tecnologia, LOST (Perdidos), Mitos e Mistérios, O Código da Vinci | 3 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade