Daily Archives: 2006/03/20

Agostinho da Silva: “Da Emulação”

“Urge quanto antes alargar a reforma radical que as escolas novas fizeram triunfar na experiência; que só haja dois estímulos para o trabalho nas aulas: a comparação de cada dia com o dia anterior e com o dia futuro e o desejo de aumentar o valor, as possibilidades do grupo; por eles se terá a confiança indispensável na capacidade de realizar e a marcha irresistível da seta para o alvo; por eles também o sentido social, o hábito de cooperação, a tolerância e o amor que gera a convivência em vez do isolamento da caverna e de uma agressividade permanente; a vitória de uma ideia de paz sobre uma ideia de guerra.”

Agostinho da Silva: Ir à Índia sem Abandonar Portugal; Considerações; Outros Textos

Eis mais um segmento agostiniano que aborda a questão da Pedagogia e da Educação. Agostinho da Silva condensa aqui aquelas que julga serem as duas grandes prioridades de um sistema educativo:

a) a melhoria do aluno, entendida como “superação de si mesmo” e a necessidade preemente de uma nítida sensação de “progresso” no Estudo. Isto é, o aluno deve sentir a cada dia, que aprendeu algo de novo, em relação a ontem, e que caminha progressivamente num caminho de progressão na senda do Entendimento de Si e das Coisas que o há de levar a um patamar superior de Si próprio. Assim, a Superação do Ego é alcançada através da Virtude, do Conhecimento e da sua interiorização.

b) nesta progressão para um patamar superior, o Si, deve agir em concordância, mais do que em concorrência com o Outro. A adopção das prioridades do Grupo, em lugar do mero e fátuo brilho do indíviduo devem prevalecer. Só assim se formarão adultos solidários e capaz de Compaixão e não as bestas individualistas e egotistas da actualidade. Só pela formação em Equipa, se poderão criar cidadãos verdadeiramente cívicos, que ponderem os interesses dos Outros com tanta consideração como ponderam os próprios. Contra a competição invidualizada e hierarquizada do ensino moderno, Agostinho contrapõe um ensino cooperativo e uma avaliação partilhada, criando um sentimento de Grupo e Comunidade em indíviduos a quem a natureza ilude com a grande ilusão da existência do Ego Individual.

Categories: Movimento Internacional Lusófono | Deixe um comentário

Quid 10: Quem é o autor deste quadro?

Três pistas:

1. O autor é francês

2. É citado a propósito dos mistérios de certa aldeola do Sul de França

3. Queriam mais pistas? Nope! Mais nenhuma, porque já ficou fácil demais!

Categories: LOST (Perdidos), Quids | Deixe um comentário

Porque é que uns são menos iguais que outros? I.e. Porque é que o Irão recebe um tratamento diferente da Índia

Quando o primeiro ministro indiano Manmohan Singh visitou Washington, regressou a casa com a promessa norte americana de que os EUA iriam partilhar tecnologia nuclear civil com a União Indiana. Ora segundo a lei americana e o Direito Internacional, a Índia, não pode receber tecnologia nuclear de qualquer tipo – civil ou militar – porque não é um dos signatários do Tratado de Não Proliferação Nuclear e porque – sobretudo – realizou testes nucleares em 1998… Apesar destas violações explícitas, a Administração Bush irá ceder à índia a mesma tecnologia que acusa o Irão de procurar desenvolver… Ou seja, se a índia pode detonar engenhos nucleares e não assinar o Tratado de Não-Proliferação, porque é que o Irão se arrisca a ser bombardeado apenas por procurar desenvolver tecnologia nuclear civil (já que o programa nuclear militar iraniano é ainda apenas uma possibilidade).

É essa dualidade de critérios que reduz a eficácia da política externa dos EUA e que mina a sua influência no Mundo Islâmico. A Índia aparece como um dos eixos de luta contra o Islão, em Cachemira e internamente e os EUA alinham ao lado de quem combata o Islão militante, esteja ele onde estiver, à custa de quantos tratados internacionais fôr necessário… A índia aliás pede também o auxílio americano na defesa da sua pretensão a um assento permanente no Conselho de Segurança, mas se o obtiver com este apoio, esta presença será mais um pretexto para que o Islão bata as mãos no peito e alegue "perseguição"…

Para que os EUA e o Ocidente possam vencer o conflito militar e cultural que os opõe a um Islão cada vez mais militante e expansivo tem que vencer antes o combate da legitimação ética e moral. Não é uma qualquer Real Politik Bismarquiana que dará vantagem ao Ocidente neste conflito, mas uma aproximação que favoreça a tolerância e a coexistência religiosa e cultural. Em vez da aculturação, a coexistência. Em vez da criação de "eixos", a criação de pontes de tolerância e compreensão… Mas essas pontes poderão ser lançadas por alguém que como George Bush encontra a parte mais forte dos seus apoios nos sectores religiosos mais ultra cristãos da sociedade americana?

Pouco provável…

Categories: Política Internacional, Sociedade | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade