Monthly Archives: Março 2006

Freitas vai ao Canadá. E nós ficamos por cá.

Freitas do Amaral foi ao Canadá (ver Analiticamente Incorrecto) apelar junto do Governo Canadiano para que não expulse os imigrantes ilegais portugueses do seu país. Mas vejamos, o que foi realmente o nosso MNE fazer ao Canadá?

Portugal não expulsa também os imigrantes ilegais que encontra no seu território? Então que moral assiste a Freitas para se ir arrojar junto aos sapatos dos canadianos? Não insulta Freitas os nossos antepassados ao arrastar o seu coiro junto dos arrogantes canadianos? Espera ele que estes cedam e acedam à permanência dos nossos compatriotas no seu país?

É claro que não… Freitas sabe que não tem hipótese.
Esta é apenas um fraco "golpe publicitário", para melhorar a imagem do MNE junto de uma opinião pública que o encara com desconfiança desde o seu triste desempenho no episódio das "caricaturas de Maomé". Esta viagem é apenas um exercício mediático, que pretende conquistar alguns minutos nos telejornais e fazer figurar o MNE como paladino dos interesses dos portugueses no exterior. Nada mais.

Freitas foi ao Canad sabendo de antemão que voltaria derrotado no circo diplomático, mas esperando regressar vitorioso no circo mediático. Mas a derrota diplomática não era importante. Importava apenas MOSTRAR que se importava. E assim se faz uma política em que não importa fazer, mas PARECER que se faz…

Anúncios
Categories: Política Internacional, Política Nacional | 4 comentários

Quid 16: Quem é o desenhador deste cartoon?

Categories: LOST (Perdidos), Quids | 22 comentários

O Bio-Óleo: um substituto para o Petróleo

À medida que se agrava a escassez do petróleo e o seu preço dispara, aumenta o esforço de investigação em outras formas de energia.

Uma das alternativas mais promissoras é o bio-óleo, um líquido negro que pode ser uma alternativa "verde" à gasolina. O bio-óleo é fabricado a partir de quase todos os tipos de materiais orgânicos desde restos agrícolas a restos florestais. O combustível resultante do processo é fácil de transportar (ao contrário do hidrogénio). Segundo Robert C. Brown, director do "Office of Biorenewables Programs" da Iowa State University: "é tecnicamente possível usar biomassa para a produção de todos os materiais que actualmente produzimos a partir do petróleo".

Segundo um estudo publicado em 2005 pelo "U.S. departments of Agriculture and Energy" a biomassa pode substituir até 1/3 do consumo annual de petróleo dos EUA.

A biomassa é convertida em bio-óleo através de um processo conhecido como pyrolysis, no qual materiais orgânicos são amalgamados e aquecidos a 500 graus celsius, sem oxigénio. Em menos de 2 segundos, 70% dos materiais vaporizam-se e condensam-se em bio-óleo, um líquido negro. O processo também produz gás, que é consumido neste processo e um material orgânico chamado "char" de diversos usos, desde adubo a filtros industriais.

O bio-óleo foi descoberto na década de 80 por pesquisadores da "University of Western Ontario" mas despertou então pouco interesse devido aos baixos preços do barril de petróleo da época. Algo que mudou radicalmente nos dias de hoje…

Categories: Ciência e Tecnologia, Defesa Nacional | 9 comentários

O satélite russo Express-AM11 fica inoperacional depois de impacto meteórico?

Um satélite russo de telecomunicações em órbita geoestacionária deixou de funcionar a 29 de Março depois de receber um "impacto súbito por um objecto desconhecido". O satélite, Express-AM11 estava a ser deslocado para uma órbita de "sepultura", onde se colocam habitualmente satélites que deixaram de funcionar quando foi detectado um súbito e violento aumento de temperatura interna, pouco antes de perderem o controlo do satélite. O incidente pode ter sido provocado por um meteorito ou por uma falha interna. Dado que se encontra numa órbita muito povoada, o satélite inoperacional poderia constituir uma ameaça série a outros satélites, mas de acordo com os responsáveis russos: “In order to prevent fatal consequences associated with space garbage formation … which would result in the impossibility of using this orbital slot in future … measures aimed at removing Express-AM11 from 96.5 degrees east into a disposal orbit have been taken”.

O Express-AM11 foi lançado em 2004, transportava 26 C-band e 4 Ku-Band transponders, e as suas funções foram transferidas para outros satélites russos.

Fonte: http://www.space.com/missionlaunches/060330_am11_satfail.html

Categories: SpaceNewsPt | 2 comentários

Quid 15: Quem é o autor desta série?

Categories: LOST (Perdidos), Quids | 4 comentários

Agostinho da Silva: Tolerância

"Já será grande a tua obra se tiveres coinseguido levar a tolerãncia ao espírito dos que vivem em volta, tolerância que não seja feita de indiferença, da cinzenta igualdade que o mundo apresenta aos olhos que não vêm e às mãos que não agem; tolerância que, afirmando o que pensa, ainda nas horas mais perigosas, se coíba de eliminar o adversário e tenha sempre presente a diferença das almas e dos hábitos; dar-lhe-ão, se quiserem, o tom da ironia, para si próprios, para os outros; mas não hão-de cair no cepticismo e no cómodo sorriso superior (…)"

Agostinho da Silva: Ir à Índia sem Abandonar Portugal; Considerações; Outros Textos

O maior risco que pende sobre as almas que são movidas por desígnios que as ultrapassam, é frequentemente, o risco de se acreditar estar na posse da Verdade, ùnica, insubstituível e aglutinante. Uma vez que se esteja na posse de algo que se acreditar ser superior a tudo o mais, é fácil cair no fanatismo e na intolerância em relação ao Outro e aos seus pensamentos. Passamos então do multilateralismo que caracteriza os grandes Homens, ao Monismo que caracteriza os fanáticos e os ditadores.

Na verdade, para que uma Cultura e o Indvíduo possam continuar férteis, evolutivos e progressivos, é vital que se mantenha um grande sentimento e acção de Tolerância em relação ao Pensamento Alheio, integrando-o quando necessário, adoptando-o quando possível e absorvendo-o, sempre. É da aglutinação de Verdades, Individuais e Idiossincráticas que nasce a Verdade, necessariamente Múltipla e Vária, e não Una e Unifacetada, como querem os fanáticos de todos os credos e mitologias… O Quinto Império do Espírito não será assim Único, mas Multiplo e Tolerante, erguendo-se aqui a grande diferença em relação a todas as construções políticas do passado do Homem.

Categories: Movimento Internacional Lusófono | 2 comentários

A Soyuz TMA-8 com o primeiro astronauta brasileiro foi lançada com sucesso

Pelas seis e meia da manhã de 30 de Março de 2006 o lançador russo Soyuz-FG com um veículo espacial Soyuz TMA-8 foi lançado para a
Estação Espacial Internacional (ISS) a partir do cosmódromo de Baikonur, no Casaquistão.

Esta Soyuz TMA-8 transporta a tripulação "Increment 13" (ISS-13) e a "Visiting Crew-10" (VC-10) para a ISS.

A bordo seguiram Pavel Vladimirovich Vinogradov, o comandante da Soyuz, o astronauta americano Jeffry Nels Williams e o primeiro astronauta brasileiro Marcos César Pontes

A missão da tripulação será substituir a tripulação ISS-12 da ISS e o veículo espacial Soyuz TMA-7, que se encontra actualmente atracado à ISS como veíoculo de salvação da Estação desde 3 de Outubro de 2005.

 

Fonte: http://www.energia.ru/english/

Categories: SpaceNewsPt | 4 comentários

S2E4: Poucas, poucas dicas…

O episódio de LOST("Perdidos") emitido ontem na RTP1 notabilizou-se pela escassez de pistas quanto à verdadeira natureza dos mistérios da "Ilha"… Depois da relativa abundância de pistas dos três episódios precedente a numerosa (2) comunidade de LOSTólogos portugueses ficou perante um reduzido número de pistas para compreender um pouco melhor esta série…Ainda assim, vamos a isso!

 

(1)

Logo no começo do episódio, o amigo de Jin lê-lhe o futuro recorrendo ao I-Ching e ao Livro das Mutações. Recordemo-nos de que é precisamente esta "mitologia" que compõe os selos das Estações da Dharma Initiative na Ilha. Esta referência não é casual e pretende orientar o espectador precisamente para os símbolos dos selos das Estações e para o seu relacionamento com o I-Ching.

 

(2)

Os "Outros" vêm do Interior. Os dois grupos de Sobreviventes vivem na orla da Ilha e quando se aventuram ao interior, sofrem baixas (dos 23 sobreviventes iniciais do 2º grupo restam pouco mais de meia dúzia). Assim, o interior da Ilha parece ser o local onde existe o foco da actividade que explica os mistérios da Ilha e os "Outros" parece viverem confortávelmente na sua proximidade, provavelmente numa espécie qualquer de relação de "cumplicidade" ou mesmo de "colaboração" com esta misteriosa actividade.

 

(3)

O grupo de "Outros" que passa por Mr. Eko e Jin é composto por cerca de sete elementos, todos descalços. Isso significa que os "Outros" não possuem instalações comparáveis às Estações nem acesso a mantimentos. Estão portanto isolados do mundo exterior e são por ele observados, através das Estações da Dharma. Os "Outros" ou são o foco das actividades da Ilha ou estão directamente ligados a ela. De alguma forma a "doença" de que sofrem parece alterar o seu comportamento. Walt Lloyd em particular segue no fim do grupo, sem vigilância e em aparente liberdade para fugir…

Será que os "Outros", estão de alguma forma "possuídos" por criaturas como a "Sombra" que na S1 tentou levar John Locke?

 

P.S.:

Esta imagem pertence a um episódio "perdido" de LOST onde a Claire Littleton executa em Hugo "Hurley" Reyes certa palavra latina começada por F*. Repare-se no ar surpreso de Hugo.

Categories: Ciência e Tecnologia, LOST (Perdidos) | 9 comentários

A NASA estende por mais dois meses a fase de desenvolvimento do CEV


A NASA decidiu alargar durante mais cinco meses o contrato para o desenvolvimento do "Crew Exploration Vehicle" (CEV), o veículo que deve substituir a frota de Shuttle em 2010, enviar astronautas para a Lua antes de 2020 e apoiar missões a Marte.

A Lockeed, a Boeing e a Northrop Grumman deviam ter terminado a Fase 1 do desenvolvimento do CEV até 31 de Março. Cada companhia recebeu cerca de 60 milhões de dólares no âmbito deste programa.

Na Fase 2, apenas uma destas empresas será seleccionada para desenhar, desenvolver e testar o CEV. Esta selecção deverá ser feita até finais de Agosto de 2006.

O novo contrato concede dois meses adicinais aos três contratantes. 

Fonte: http://www.nasa.gov/exploration

Categories: SpaceNewsPt | 6 comentários

O Fujão MInisterial do Engarrafamento

Ontem estive encravado no trânsito uma boa meia hora. Um fenómeno relativamente comum em Lisboa, é claro… Enquanto esperava, passou uma ambulância, aparentemente para recolher feridos do acidente que provocara o engarrafamento. Óbviamente, todos os automobilistas se afastaram para dar passagem, e rapidamente a ambulância do 112 chegou onde devia. Minutos depois, nova sirene à rectaguarda. Olho pelo retrovisor e vejo um BMW negro, topo-de-gama, conduzido por um careca de óculos escuros e piscando por todo o lado e pedindo passagem para um tipo de fato que estava sentado no banco traseiro.

Tratava-se de um carro de um ministro ou de um director geral qualquer que regressava a casa, no fim do dia de trabalho (SIC) e que se julgava mais importante na sua vidinha de "Serviço" do que todas as outras centenas de portugueses que esperavam pacientemente na fila pela sua vez para avançar.

Todos nós já assistimos a cenas semelhantes, e várias vezes, mas o uso de sirenes de emergência por parte destes senhores e dos polícias que lhes servem de seguranças privados e motoristas não devia ser limitado às situações de urgência?

Onde está a Moral destes polícias e políticos?

P.S.: Tudo isto aconteceu no mesmo sítio onde, no mês passado, tive um "Encontro Imediato" com o Pacheco Pereira ao volante da sua carrinha BMW…

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 6 comentários

Wikipedia: A9/A10

"Função: Míssil Intercontinental; Andares: 2; Dimensões: Comprimento; 87 metros. Peso: 200 toneladas. Impulso: 13 Mp Velocidade: 4.320 km/h. Alcance Máximo: 5.500 km.

As primeiras investigações sobre a possibilidade de construção de um grande míssil intercontinental começaram em 1929, quando Karl Emil Becker do Arsenal do Exército alemão começou a debruçar-se sobre o problema da aplicação militar dos foguetes. Discutia-se então a possibilidade do lançamento de um foguete a combustível líquido que derramaria gases venenosos sobre as cidades inimigas, Herman Oberth no seu hoje clássico "Wege zur Raumschiffahrt" ("Caminhos para o Vôo Espacial") escrevia sobre o conceito, embora considerando-o impraticável para as próximas décadas.

Conhecido no Gabinete de Projectos de Peenemunde como "foguete da América", este desenho de 88194099, provávelmente da autoria do chefe dos desenhadores, Ludwig Roth, pretendia investigar a possibilidade de se instalar no topo de um A-10 de 100 toneladas de impulso um A-9. Cedo se descobriu que a potência de 100 toneladas não bastaria para que o engenho atingisse o seu alvo, a América do Norte, pelo que se previu aumentar a potência para 180 toneladas, mas mesmo assim seria dificil para o A-9 atingir uma das cidades da costa leste após o seu vôo planado (o seu alcance máximo deveria rondar os 6.000 km). O andar constituído pelo A-10 deveria ser capaz de percorrer os cinco mil quilómetros que separam a Europa da América do Norte transportando uma ogiva de 1000 kg, quando chegasse aos EUA, o A-4 com asas (A-9) ligava o seu motor para completar os restantes 500 km do alcance da combinação. Previa-se que o engenho transportaria um piloto, a única maneira então conhecida de guiar um míssil por distâncias dessa escala. Mas mesmo se fosse ultrapassado problema de construir um novo motor de 180 toneladas, existiam uma série outros problemas bastante dificeis: o sistema de controlo existente provavelmente não seria capaz de levar o míssil até um alvo tão distante; as questões de aerodinâmica da reentrada eram desconhecidas em absoluto e sobretudo desconheciam-se os materiais que fossem capaz de resistir ao calor abrasador que o A-9 sofreria no momento da reentrada na atmosfera. Para ultrapassar a ineficiência do sistema de controlo a distâncias tão dilatadas chegou-se a ponderar a colocação de um piloto no engenho que se deveria ejectar pouco antes do impacto. O conjunto A-9/A-10 devia medir 26 metros de altura e pesar mais de 100 toneladas, com uma carga de explosivos de uma tonelada. A velocidade supersónica devia ser atingida quando o míssil chegasse aos 300 km de altitude. O auge do planeamento deste míssil compósito ocorreu no Verão/Outono de 1941, congelando a partir de Outubro de 1942.

Embora o projecto estivesse para além das reais possibilidades técnicas que Peenemunde podia oferecer o projecto foi aceite. Principalmente devido ao sonhador von Braun, mas também devido à competição entre a Luftwaffe e o Exército, o "foguete da América" dava à Wehrmacht uma nova arma nessa competição, uma arma essencial, no momento em que se julgava a URSS batida e se previa a entrada dos EUA na guerra, à semelhança do que acontecera no primeiro conflito mundial. Este projecto ía oferecer um contraponto aos projectos da Luftwaffe de construir um bombardeiro intercontinental. Depois da evacução de Peenemunde para a vizinhança da aldeia de Bleicherode Ost, o pessoal do centro experimental devia passar a trabalhar quase totalmente neste projecto, preparando intensamente o lançamento de um primeiro engenho sobre os EUA."

Publicado também em: Wikipedia

Categories: Informática, Wikipedia | 9 comentários

O Macromedia Flash 8.0.24.0 para Windows não corre em contas que não sejam administração

A última versão do ActiveX control do Flash Player para Windows, a 8.0.24.0 tem um problema sério: só corre em contas privilegiadas, ou seja parte do grupo local "Administrators".

O Control de ActiveX é instalado em contas de administração e corre bem nelas, mas quando um utilizador restrito acede ao mesmo computador, o conteúdo Flash aparece com um "X". 

Este problema ocorre esporadicamente em XP com SP2 e em 2003 com SP1. Por enquanto a Macromedia (Adobe) ainda não lançou nenhuma correcção, havendo contudo um workaround:

Abrir o regedit e procurar 

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Classes\CLSID\{D27CDB6E-AE6D-11cf-96B8-444553540000}\
com o botão direito do rato, escolher Permissions:Advanced e dar a Everyone a Read Permission

Fonte: Macromedia TechNote http://www.macromedia.com/go/624850b5

Categories: Informática | 1 Comentário

Mil e quinhentas (1500) assinaturas!

A Petição CONTRA as comissões sobre Levantamentos em ATMs (Multibanco) acaba de alcançar o espantoso número de 1500 assinaturas!

Tendo em conta as suas formas de divulgação (correio electrónico e blogues) isso reflecte a existência de um imenso descontentamento (basta ler algumas das observações deixadas por alguns signatários) sobre a situação vampiresca de um sector que tem prosperado sem parar enquanto tudo à sua volta tem definhado e desaparecido.

Os seus lucros, e sobretudo, o seu crescimento explosivo, a sua descarada Fuga aos Impostos usando artimanhas legais e "engenharias financeiras" impossíveis para os cidadãos comuns têm irritado muita gente, e esta rápida chegada às 1500 assinaturas é sinal disso mesmo.

Na verdade, o crescimento das assinaturas tem sido tão constante que ainda não a enviei aos Bancos e à Associação Portuguesa de Bancos. Ao invés, vou esperar que o número de assinaturas estabilize e consolide e depois. Zás. Levam com aquilo tudo…

É certo que o Presidente da CGD já veio dizer que não defendia a instauração de nenhuma comissão às operações no Multibanco… Mas sabemos que esta foi apenas a segunda vez que os banqueiros nos tentaram impingir essa taxa, e é inevitável que o tornem a tentar.

Estejamos vigilantes e atentos ao destino do dinheiro nos nossos bolsos!

Categories: Política Internacional, Política Nacional | 10 comentários

A sonda europeia “Venus Express” está a chegar a Vénus

Venus Express

A sonda Venus Express prossegue a sua caminhada no Espaço e deverá chegar a Vénus a 11 de Abril, se tudo continuar a correr bem. O Controlo de Missão do "Space Operations Centre" (ESOC) prepara-se para monitorizar a delicada fase da inserção em órbita da sonda.

Esta será a primeira missão da ESA ao planeta Vénus, um dos mais misteriosos planetas do Sistema Solar.

Para que a sonda seja bem inserida na órbita venusiana, deve reduzir os seus actuais 29 mil km/hora em 15% através da ignição de um motor, de modo a poder ser capturada pela gravidade do planeta. Entre 16 e 17 de Fevereitro os motores já tinham sido testados com sucesso, oferecendo um impulso de 400 Newtons e a 24, foram disparados novamente de forma a realizarem uma pequena correcção no percurso da sonda. Na altura foram usados apenas 10 Newtons.

Fonte: ESA

Categories: SpaceNewsPt | Deixe um comentário

Quid 14: Onde foi encontrado este objecto?

Três pistas:

1. Certo alemão, escreveu muito sobre este personagem…

2. O homem da placa, está a cair ou sentado? As interpretações variam…

3. O nome da desenhadora…

Categories: LOST (Perdidos), Quids | 11 comentários

Mudei-me para o WordPress!

Depois de algum tempo consumido em análises… Ponderações e algumas hesitações, acabei por decidir-me mudar-me com armas e bagagens para o WordPress.

O sistema não é perfeito. Notei, sobretudo, alguma lentidão pontual no rendering das páginas e na incapacidade de colocar Javascript nem de alterar directamente os Templates, mas um e outro detalhe não são obstáculos significativos.

Tirando estas questões, não encontrei qualquer problema na importação e display de imagens, como sucedia ultimamente com o www.blogger.com e encontrei no wordpress várias vantagens que não existem na Weblog, nem no Blogger:

1. O alojamento de blogues no WordPress.com é gratuito

2. É possível fazer importação de Blogues do www.blogger.com e do Movable Type, importando Posts e Comentários (estes últimos não podem usar o sistema do Haloscan)

3. Os Posts podem ser dispostos por Categorias, Autores ou Data

4. Comentários parametrizáveis e filtráveis

5. Possibilidade importação de Links com ficheiros opml e imagens

6. Possibilidade de reserva de acesso a Posts, comentários

7. Conceito de "Página", paralela a Posts

8. Alteração rápida e imediata de Template

9. Manipulação rápida da Sidebar

10. Estatísticas incorporadas e excluindo falsas visitas geradas pelas edições dos autores do Blog

11. Definições nacionais, como fuso horário e suporte de língua portuguesa

Categories: Blogging | 5 comentários

Quid 12: Que filme é este?

Categories: LOST (Perdidos), Quids | 6 comentários

Mas o que se passa com o Blogger?

A maioria da blogoesfera portuguesa está alojada no sistema de blogging da Google, o www.blogger.com. Este oGrunho, é aliás, um deles…

Mas algo se está a passar no Blogger. Cada vez é mais difícil inserir imagens em Posts. Na verdade, ultimamente só em raros momentos consigo fazê-lo e nunca é devolvido um erro: simplesmente encontro uma página em branco em vez de uma onde devia aparecer um "Done"…

O Weblog.com.pt também tem os seus problemas… o oGrunho, começou por lá viver (grunho.weblog.com.pt), mas teve que sair porque não deixava inserir comentários, devolvendo um erro qualquer do Movable Type (o "blogger engine" da weblog).

O "blogger" do Sapo tem uma versão nova, o ideiasfixas2 está lá, mas quando se insere um comentário, ele é aceite para apanhamos sempre com uma página "Erro" do Sapo.

No meio disto tudo, é cada vez mais difícil blogar… O aumento explosivo do número de blogues não foi acompanhado por um aumento de qualidade de serviço e o excesso de carga parece estar a abater alguns destes blogger, como o da Google. A este ritmo, depressa deixaremos de ter onde alojarmos os nossos blogues…

Categories: Blogging | 9 comentários

As “Dores de Crescimento” da Índia

Citada frequentemente por muitos como um modelo de crescimento e desenvolvimento, a União Indiana é, de facto, um país ainda mergulhado em grandes problemas e com uma população que vive na sua maioria muito abaixo de qualquer padrão de vida Ocidental.

A economia indiana depende fortemente do Carvão como fonte energética, transformando-a num dos maiores emissores mundiais de gases que contribuem para o Efeito de Estufa e para o Aquecimento Global. Pela mesma razão, os níveis de poluição nas grandes cidades indianas são também altos e a qualidade do ar, péssima. O agravamento do preço do Petróleo, e a sua escassez num futuro mais ou menos próximo dizem que a dependência do Carvão está para ficar, com todos os problemas que esta acarreta.

A Índia não está a cativar tanto investimento estrangeiro como a China, desde logo, pela simples razão de que a economia indiana é menos de metade da chinesa, que aliás cresce a níveis mais altos, está mais integrada com o resto do Mundo. E se mais não fosse, nos últimos 4 anos, o crescimento do comércio externo chinês – só ele – excedeu todo o comércio externo indiano.Como consequência, em 2005, a China recebeu dez vezes mais capital estrangeiro do que a Índia…

O grande pilar do desenvolvimento indiano tem sido as induústrias de informação, e dentro delas, as de prestação de serviços informáticos. Actualmente, mais de meade das empresas da lista Fortune 500 mantêm algum tipo de operação na Índia, e muitas das restantes preparam operações semelhantes. Como consequência, a economia cresceu em 2005 cerca de 7% e existe uma classe média em rápida expansão. Mas a economia indiana continua a ser uma das mais fechadas do Mundo… Só no ano passado é que o governo permitiu a empresas estrangeiras a entrada em indústrias de construção e de bens imobiliários… A burocracia indiana é das mais densas e kafkianas do Mundo, os seus mercados sobreprotegidos e a esmagadora maioria das infraestruturas são vetustas ou inexistentes… O deficit orçamental indiano é galopante e aparentemente imparável, a inflação nãpo pára de crescer e os mercados imobiliários e de acções estão a valorizar-se demasiado e demasiado depressa para garantirem alguma sustentabilidade a muitos analistas… Especialistas indianos como Shankar Acharya, defendem que nos próximos anos – como consequência destes problemas – o crescimento indiano deve abrandar para 5 a 6% anuais. Finalmente, o boom indiano actual continua a excluir a maioria da sua população… Os 2/3 de população indiana que vivem ainda no Mundo Rural estão completamente excluídos de qualquer possibilidade de aderirem a esta "classe média de informáticos". Para esta larga maioria, a riqueza crescente de poucos será cada vez mais gritante e insultuosa…. E uma fonte de conflitos sociais muito poderosa e preocupante.

Categories: Política Internacional, Sociedade | 1 Comentário

Quid 11: O que é isto?

Três Pistas:

1. Voaria, mas pouco…

2. Durante a sua época, lia-se o Little Nemo In Sumberland (que a minha filha de 2 anos ainda hoje adora ler comigo antes de dormir…)

3. É coisa britânica.

Categories: LOST (Perdidos), Quids | Deixe um comentário

Um pedaço de Marte na minha mão

Aquilo que vêm nesta pouco clara fotografia tirada pelo meu telemóvel são 118 gramas de Marte.

Estas 118 gramas foram extraídas por um dos mais conhecidos “meteorites hunters” americanos, Mike Farmer do meteorito Dhofar 018 encontrado em Oman em 24 de Janeiro de 2000. Trata-se daquilo que os geólogos classificam como uma “Shergottite Basáltica/Dolerítica” e pertence à reduzida lista de cerca de 30 meteoritos marcianos conhecidos.

Mas Dhofar 019 não é um meteorito marciano comum… Por alguma razão escolhi começar a minha colecção, precisamente por este exemplar… Esta Shergotite marciana apresenta as curiosas “Orangettes” que são idênticas aquelas encontradas no mais famoso meteorito do mundo, o ALH84001, e que reflectem a passagem de água sobre o minério que compoem o meteorito. Estas partículas têm cerca de 3.9 biliões de anos e são dificilmente visíveis a olho nú, mas visíveis e parecem ter sido formadas na presença de água líquida dentro das fracturas do ALH84001. Em 1996, McKay e a sua equipa publicaram um artigo em que anunciavam a descoberta de vestígios fósseis de vida marciana nas Orangettes. Embora a descoberta tenha sido acolhida com alguma polémica, descobertas recentes, noutro meteorito, que noticiei no SpaceNewspt, parecem confirmar estes achados.

O Dhofar 019 é um dos meteoritos marcianos mais antigos conhecidos, com os seus respeitáveis 12 milhões de anos e a sua idade de cristalização de 525 a 56 mil anos.

Óbviamente, estes modestos 118 gramas são apenas um extracto do Meteorito total, que pesava cerca de 1056 gramas, tendo sido parte doada a instituições científicas e o resto divido em parcelas idênticas a esta e comercializado.

Para saber mais:
http://www.meteorite.com/dealer_list.htm
http://www.meteorite.fr
http://www.meteoritehunter.com/

Categories: SpaceNewsPt | Deixe um comentário

A Escrita Cónia: A Designação “Escrita Cónia”

“No seu livro fundamental “A Escrita Pré-Romana do Algarve e Sudoeste”, Lopes Navarro ressalta as repetidas e concertadas tentativas por parte dos historiadores espanhóis na tentativa de enquadrar as inscrições cónias no universo da escrita tartéssica ou turdetana. Mas estas são descrições geográficas que não se estendem até à margem esquerda do Guadiana e não existem nenhumas provas que indiquem que o reino de Tartessos tivesse alguma vez ocupado o território a ocidente do Guadiana, embora seja provável que existem rotas comerciais comuns e relações intensas entre ambas as margens desse rio do sul do nosso território.

Qual deverá ser portanto a designação mais correcta para as estelas funerárias das populações que habitaram o sul de Portugal durante a II Idade do Ferro? Heródoto de Heracleia e Rufus Festus Avienus utilizam nos seus escritos as palavras “cinii” e “cinetycum” para descrever o povo e o seu território. Por outro lado, da análise que faremos das estelas veremos que a palavra “cónio” surge em praticamente todas elas. Lopes Navarro defende a designação “Escrita Cinética”, julgamos contudo que “Escrita Cónia”, segundo o nome do povo e seguindo a palavra tantas vezes repetida nas inscrições é mais adequada e por essa razão a utilizaremos no decorrer desta modesta abordagem ao grande – mas tão pouco abordado – problema que é o do primórdios da escrita no actual território português.”

Categories: A Escrita Cónia | Deixe um comentário

Mais provas de vida bacteriana marciana encontradas num “meteorito marciano” (Nakhla)

A análise ao microescópio do meteorito marciano "Nakhla" revelou a existência de uma série de túneis microescópicos que são semelhantes a outros observados em materiais geológicos terrestres, nomeadamente em rochas contaminadas por bactérias que se alimentam de rochas.

Os investigadores da "Oceanic and Atmospheric Sciences" da "Oregon State University" não conseguiram extrair DNA do meteorito, mas este é mais um indício que aponta para a existência de vida marciana num passado geológico recente.

Segundo, James Fisk, o responsável pelo estudo: "Virtually all of the tunnel marks on Earth rocks that we have examined were the result of bacterial invasion. In every instance, we've been able to extract DNA from these Earth rocks, but we have not yet been able to do that with the Martian samples. There are two possible explanations. One is that there is an abiotic way to create those tunnels in rock on Earth, and we just haven't found it yet. The second possibility is that the tunnels on Martian rocks are indeed biological in nature, but the conditions are such on Mars that the DNA was not preserved."

Até ao momento foram encontrados cerca de 30 meteoritos marcianos. Estas rochas marcianas têm uma "assinatura" química única baseada nos gases que aprisionam no seu interior. Estas rochas foram ejectadas de Marte quando o planeta foi atingido por asteróides ou cometas. Após um percurso no Espaço, estes pedaços de Marte acabaram por tombar na Terra sob a forma de "meteoritos marcianos".

Este meteorito "Nakhla", caiu no Egipto em 1911 e terá 1.3 biliões de ano de idade.

Fonte: http://www.marsdaily.com/reports/Mars_Meteorite_Similar_To_Bacteria_Etched_Earth_Rocks.html

Categories: SpaceNewsPt | Deixe um comentário

Agostinho da Silva: “Dos Dias Monótomos”

“É para todos os dias que precisas de educar e afinar a alma; é para te sentires o mesmo em todos os minutos que deves dominar os impulsos e ser obstinadamente calmo ante as dificuldades e os perigos, as alegrias e os triunfos.”(…)”O que a vida apresenta de pior não é a violenta catástrofe, mas a monotomia dos momentos semelhantes; numa ou se morre ou se vence, na outra verás que maior número nem venceu nem morreu: flutua sem morte nem esperança. Nãte deixes derrubar pela insignificância dos pequenos movimentos e serás homem para os grandes; se jamais te faltar coragem para afrontar os dias em que nada se passa, poderás sem receio esperar os tempos em que o mundo se vira.”

Agostinho da Silva: Ir à Índia sem Abandonar Portugal; Considerações; Outros Textos

Agostinho afirma neste passo que o verdadeiro “herói” não é o Homem dos momentos extraordinários, mas o Homem que enfrenta a monotomia do quotidiano com o mesmo vigor e objectivo. É para o dia-a-dia que devemos preparar e fortalecer o nosso coração, mantendo sempre o supremo objectivo que será, neste contexto quintano, o de instaurar o Quinto Império. As mais pequens acções, os nossos objectivos pessoais e os nossos desejos devem ser suplantados em favor desse objectivo maior e supremo que é o de fazer regressar a Portugal o seu verdadeiro e mais produndo objectivo que é o de desaparecer no seio do Quinto Império.

Categories: Movimento Internacional Lusófono | Deixe um comentário

A Guerra da Opinião Pública no Iraque

Todos os manuais de estratégia militar e a esmagadora maioria dos peritos militares em Estratégia concordam que é impossível vencer uma guerra contra o Terrorismo sem vencer a guerra da Opinião Pública, e especialmente a Guerra da Opinião Pública Árabe… Apesar de todas essas vozes, a liderança americana continua a acreditar que é possível esmagar a insurreição no Iraque através do uso de poder de fogo superior, serviços de inteligência com equipamentos de Alta Tecnologia, e aprisionamento massivo de suspeitos.

Estes três factores, mas especialmente o último, nomeadamente a existência de indivíduos detidos desde à três anos que ainda hoje não conhecem se têm culpa formada ou exactamente sobre o quê é que estão a ser investigados tem minado a credibilidade e a fiabilidade dos EUA como defensores dos direitos humanos e da democracia e contribuí para o engrossamento daqueles que estão dispostos a fazerem-se imolar na Grande Batalha contra o Satã Americano… Por outro lado, cada família iraquiana que vê a sua casa arrombada e invadida por marines, que revistam e revoltam tudo, que leva os homens da casa para detenções mais ou menos claras, se torna em mais um inimigo dos EUA. Cada família que perde um membro num tiroteio, num atentado na rua, se vira contra o Ocupador e passa a desejar a sua expulsão do Iraque. Cada família que perde um membro numa represália provocada por uma resposta exagerada de soldados americanos que se vejam alvos de emboscada e que respondem disparando indiscriminadamente contra os civis da zona em que são atacados, vai também engrossar as fileiras da Resistência Iraquiana…

Estima-se que no Iraque existam cerca de 300 mil insurrectos, em diversos níveis de actividade. A sua esmagadora maioria são iraquianos e tiveram um qualquer tipo de relação profissional com o Antigo Regime, mas o número daqueles que nada tiveram a ver com o Baasismo continua a engrosar e a Resistência ao invasor torna-se cada vez mais um fenómeno cultural e extenso a toda a população sunita, variando apenas na sua intensidade.

Paradoxalmente, o primeiro passo para que os EUA possam vencer esta Guerra seria deixarem o cenário de guerra… A sua presença não faz mais do que aumentar as dificuldades do Governo iraquiano e aumentar a intensidade de um conflito que cada vez se parece mais com uma Guerra Civil… É certo que quando sairem as tré comunidades étnicas do Iraque se vão virar umas contra as outras, por isso a única saída pacífica que resta a este Iraque pós-Invasão é… A divisão por três países completamente independentes e autónomos. Só assim, e sem os americanos é que a população iraquiana (ou a população do ex-iraque) poderá voltar a viver em paz…

Categories: Política Internacional, Sociedade | 1 Comentário

no-smokezone.planetaclix.pt

Conhecem o no-smokezone.planetaclix.pt?

Eu não conhecia, mas recomendo vivamente!

"Quantas vezes foi incomodado pela falta de respeito da pessoa perto de si que polui o ar enquanto tenta saborear a sua refeição?

Por todo o mundo a protecção a não fumadores está na sua lógica campanha avançando, não castigando os dependentes do vício, mas sim arranjando soluções para fumadores e não fumadores.Esta acção, agora discutida na Europa, foi logicamente aceite.Em Portugal tudo o que é bom parece demorar mais tempo a realizar. Está provado que a maioria da população não fuma. Mas a quantidade desta que se preocupa com a saúde e se incomoda com o fumo, qual será? Será concerteza a suficiente para acompanhar as leis europeias.Portugal tem que se modernizar, deixar de ter receios e avançar – para a frente, não para os lados. Muitas gerências de restaurantes, bares, etc, receiam perder clientela se colocarem zonas de não fumadores, ou nos casos mais radicais, – completamente a proibição. Já existem locais em Portugal onde restaurantes com salas de não fumadores proliferam com o negócio, sendo que estas salas são as primeiras a encher. Isto quererá dizer alguma coisa – contra factos não há argumentos.

Este site tem dois destinos:

1 – A divulgação a não fumadores (e não só) onde podem encontrar um restaurante com zona ou sala em que saberão não serem incomodados com o vício da nicotina.

2 – A possibilidade dos proprietários de zonas de restauração (e não só) publicitarem o seu negócio, anunciando GRATUITAMENTE que o seu estabelecimento possui zona ou sala para não fumadores.
Vamos fazer a experiência, já que existem tantas dúvidas nas mãos de quem pode decidir, e fazer desta acção uma lei, uma regra.

Por favor divulgue este site. Muitos gostarão de o conhecer.
Garantimos.http://no-smokezone.planetaclix.pt

Para já, a nossa lista é pequena, porque também não temos conhecimento de todos os lugares que decidiram ser pioneiros nesta acção mundial, mas com a sua ajuda podemos aumentar a lista. Por favor informe-nos: 1 – Nome do Restaurante2- Zona/localização3- Tel. do estabelecimento (se possivel)para: no-smokezone@clix.pt

Este site e ideia foi elaborado por uma associação cujo único fim é a preocupação com saúde e bem estar.

Muito obrigado pela v/ atenção,
Artur Correia
Patricia Westheimer
Maria Empis ( tradutora)"

Categories: Política Internacional, Política Nacional | Deixe um comentário

O lançamento do ST5 da NASA foi um triplo sucesso

O inovador lançador Pegasus lançou com total sucesso os três satélites Space Technology 5 (ST5). Lançado a partir de um avião L-1011, ao ser largado em momentos de queda livre, o foguete Pegasus levou os seus três microsatélites até uma órbita polar.

O foguete Pegasus comportou-se como esperado, tendo o seu segundo estádio entrado em funcionamento dois minutos depois do começo da missão, quando o engenho estava a cerca de 300 km de altitude e se deslocava a perto de 19 mil km/h. Depois de cinco minutos, o terceiro estádio entrou em funcionamento e sete minutos mais tarde o veículo atingia a velocidade orbital de 28 mil km/h, libertando os seus três microsatélites, um após outro.

A missão ST5 é uma parte do projecto "New Millennium" da NASA, que pretende demonstrar que é possível lançar pequenos satélites a muito baixo custo, e reutilizando aviões como o B-52. Os satélites ST5 irão recolher dados sobre o campo magnético da Terra durante 90 dias.

A missão tinha sido abortada em 15 de Março devido a problemas detectados pouco antes do lançamento do Pegasus e quando o B-52 (L-1011) se encontrava prestes a lançar o seu passageiro. Agora, desta vez, tudo correu perfeitamente e a NASA logrou assim um retunbante sucesso que pode mudar o futuro dos lançamentos de satélites.

Fonte: ST5

Categories: SpaceNewsPt | Deixe um comentário

A Escrita Cónia: História do Estudo da Escrita Cónia

“O primeiro a debruçar-se sobre a questão da utilização da escrita no sul de Portugal foi aquele que Caetano Maria Beirão designa muito justamente como “o primeiro arqueólogo português”, D. Frei Manuel do Cenáculo de Vilas-Boas (1724-1814), Bispo de Beja. A estes primeiros trabalhos e à revelação das primeiras estelas encontradas em Portugal, vieram a juntar-se mais algumas entretanto descobertas por Sebastião Philippes Martins Estácio da Veiga o qual, em 1880 e nos anos subsequentes, nas “Antiguidades de Mértola” publicaria mais algumas destas misteriosas estelas. O grande vulto da arqueologia portuguesa que foi José Leite de Vasconcelos nas suas andanças pelo país também abordou a questão das estelas inscritas nos seus trabalhos, conseguindo descobrir mais algumas destas inscrições. Após estes trabalhos, seria Francisco Martins Sarmento (1833-1899), que haveria de dedicar a sua atenção a uma das principais fontes clássicas escritas sobre a civilização cónia: a Orla Marítima de Rufus Festus Avienus. Anos mais tarde, Teixeira de Aragão estudaria as moedas com inscrições pré-romanas descobertas no sul de Portugal.

Conforme dissemos, as primeiras estelas que vieram a público foram-nos legadas por Frei Manuel do Cenáculo que publicou os seus desenhos no “Cuidados Literários do Prelado de Beja em garça do seu Bispado” uma obra que, no ano de 1791, publicaria. Segundo o religioso, os caracteres que observou “nas estelas sepulcrais caracteres fenícios ou turdetanos”. Nas suas caminhadas pelo concelho de Ourique descobriu sete destas estelas. No “Sesinando Mártir e Beja sua Pátria” (1800) afirmava que as estelas tinha sido descobertas junto de sepulturas com diversos objectos, que não descreve. Em 1782, Francisco Perez Bayer encontraria em Alcalá del Rio (Sevilha) uma estela com caracteres semelhantes aos de Cenáculo.”

Categories: A Escrita Cónia | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade