O “Milagre” Britânico

Parece que Portugal entrou numa vaga imparável de despedimentos… As empresas privadas despendem todo o pessoal que podem, o próprio Estado com o seu espantoso número de 5 milhões de dependentes directos (Medina Carreira) está a preparar-se para despedir pessoal e todos estes despedimentos são feitos sempre tendo em vista o suposto “aumento da competitividade da nossa Economia”, como se a desregulamentação do mercado laboral pudesse ser directamente ligada ao crescimento económico…

Porque não pode! Durante décadas o fundamento do espantoso crescimento japonês esteve na extrema segurança e rigidez laboral japonesa que garantia o mesmo emprego até ao fim da vida laboral do funcionário e que criava uma relação semi-familiar entre a empresa e o empregado.

Até o mais propalado exemplo de sucesso, o Britânico, está inquinado. Dizem frequentemente que a baixa taxa de desemprego britânica (4%) se deve à desregulamentação do seu mercado de trabalho, mas isso não é verdade! Se a taxa de desemprego britânica é baixa isso deve-se a um conjunto de factores:
a) A taxa de emprego temporário é de mais de 20% (em França é 8%)
b) Desde que Blair tomou o poder, o Estado admitiu perto de 1 milhão de novos funcionários
c) A categoria de “Deficiente” foi alargada desde a chegada de Blair, permitindo um salto de 400.000 para perto de 2.5 milhões, e estas pessoas foram assim excluídas do Mercado de Emprego.

E eis desvendado o tal “Milagre Inglês”.

Fonte: Edição de Outubro do “Le Monde Diplomatique”

Categories: Economia, Política Internacional, Sociedade, Websites | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “O “Milagre” Britânico

  1. As habilidades dos chico-espertos estribam-se muitas vezes em “potrilhas” matemáticas capazes de dourar ferrugem ou de maquilhar qualquer espécie de doutor Jekill. Toda a Europa é uma mentira contabilística. Vamos para a Austrália.

    ACarvalho
    (Também Transtagano)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: