A Solução Estagiária da VW

A Wolkswaggen decidiu esta semana atribuir à fábrica alemã de Wallsburg a construção do novo SUV da marca de nome “Marrakesh”. Nesta decisão, mais do que o custo de fabricação (que é mais alto que a fábrica portuguesa de Palmela) pesou sobretudo a pressão dos sindicatos alemães e a generosidade do governo alemão que ofereceu contrapartidas fiscais ao gigante alemão. Até aqui tudo normal…Mas sabem que para manter os custos de fabriação do novo SUV, os sindicatos aceitarem que este não seria construído pelo pessoal da fábrica, mas por mil estagiários (que seriam contratados para este efeito). Ou seja, para manter o Marrakesh a custos controlados (menos 850 euros por veículo), a sua construção será entregue a estagiários!

A solução para manter a indústria automóvel a funcionar na Alemanha vai passar a ser esta? Contratem-se estagiários, e pronto?!

Categories: Economia, Sociedade, Websites, Wikipedia | 6 comentários

Navegação de artigos

6 thoughts on “A Solução Estagiária da VW

  1. Ao que chegou a Alemanha, na tentativa de redução do desemprego. O que é de admirar, é terem o aval dos sindicatos para esta operação, porque implica a aceitação e concordância, de serem os salários na indústria automóvel elevados, e esse é um mau principio, para os organismos de defesa dos trabalhadores, veremos os desenvolvimentos seguintes.
    A crise toca a todos, mesmo aos gigantes da Europa.

  2. Eu tinha escrito um post onde previa que Wolfsburg perderia o Suv para Portugal. O meu engano advém de uma má avaliação do poder dos sindicatos alemães, uma realidade bem diferente da nossa.

  3. Ah, e parabéns pelo novo grafismo!

  4. O novo grafismo resulta de uma “bulha” violenta entre moi e o Internet Explorer da MS… Embora no Firefox o blog aparece bem, com o IE toda a side bar aparecia depois do último Post… Depois de muita volta (e ter experimentado mudar o Template) acabei por encontrar a raíz do problema num Post que tinha copiado do antigo Weblog.

  5. a dureza chegou tambem à Alemanha e, por isso, preparem-se para a deslocalização; uma questão de tempo…

  6. Pelo menos até ao fim de produção do Marrakesh… Só ganharam uns seis ou sete anos. O monstro da globalização segue dentro de momentos, seus germanos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: