O “pontapé”

Ultimamente tem havido um interesse crescente por aquilo a que se chama “falhanço do sistema partidário português” e pela necessidade de o reformar profundamente de modo a repôr Portugal na calha no Desenvolvimento Humano e no Crescimento Económico.Fenómenos como as greves dos juízes, a dislexia judicial no caso Felgueiras e tantas escandalosas prescrições, as manifestações de militares, as férias queniana enquanto o país arde, as fugas barrosianas para Bruxelas, tudo isto conjungado com uma Crise Económica que se abateu sobre o país desde 2000 e que continua sem fim à vista tem deprimido seriamente Portugal e os portugueses e lança sérias dúvidas sobre a continuação da actual III República e sobre a necessidade de refundação da República sobre novos moldes…

Sem dúvida que os grandes partidos portugueses são mais parte do problema do que da solução, pois deles o melhor que conseguiram produzir foi odespesismo desbragado de Guterres, a política orçamentista e sem visão de Fujão Barroso e a reorientação estratégica para os Serviços e para a área financeira dos consulados Cavaco. Se isto é o melhor que o sistema tem para nos oferecer: vou ali e já volto.

Por isso digo e redigo: é necessário pontapear este sistema e clamar por um novo sistema democrático e representativo que reponha Portugal no papel verdadeiramente ímpar que tem no Mundo. Como começar? Talvez escolhendo nas eleições presidenciais candidatos asistémicos como José Maria Martins e Manuel Alegre e participando em associações cívicas, inscrevendo-se nos partidos existente e transmutando-os a partir do interior, lendo e relendo, aumentando os níveis culturais de uma população essencialmente ignara. Tudo é válido, desde que feito para imprimir nesta sociedade caduca e cinzenta um movimento para a Mudança, para a transformação das coisas que somos e que nos rodeiam.

Categories: A Escrita Cónia, Política Internacional, Política Nacional, Sociedade Portuguesa | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: