Portugal ou PortuGral ou Porto Graal e o selo afonsino de Tomar

No documento de doação da cidade de Tomar, Dom Afonso Henriques utilizou um selo curioso onde a disposição das letras que formam a palavra “Portugal” deixam entever uma leitura alternativa se lermos primeiro no exito vertical: POR, depois, na primeira metade horizontal: TU e por fim, na segunda metade horizontal: GRAL. O que pode ser lido “Porto + Gral” ou “porto do Graal”. Segundo esta leitura Dom Afonso Henriques ou quem, a seu mando, elaborou o selo, identificava Portugal como o local onde teria aportado essa taça mítica conhecida como o Graal.A este propósito, lembremo-nos de que os templários – tradicionais guardiães do Graal segundo Esenbach – fundaram precisamente em Tomar a sua sede nacional e que foi em Portugal que a Ordem mais foi defendida e prosperou depois da perseguição em terras francesas.

Anúncios
Categories: Mitos e Mistérios | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “Portugal ou PortuGral ou Porto Graal e o selo afonsino de Tomar

  1. Eloisa Menezes Pereira

    Gostaria que publicassem algumas de minhas poesias.
    Obrigada
    Tabuleiro da indignação

    Não és cópia de ninguém
    Vais sobrevivendo a tudo
    No repertório do espetáculo
    Repudias os que posam de injustiçados
    Apega-se à própria identidade
    Segues caminhando…
    Abominando os que se fazem de coitados
    E nunca rejeitados
    Porém amargurados…
    __________________________________
    Sorri nos olhares,
    Convences na ausência
    Estabelecendo o porvir
    Desbrava a paciência

    Encontros sutis
    Colorem a emoção
    Deletando feliz
    A dúvida do coração

  2. Na poesia do olhar

    Buscando o ideal
    Na tentativa de sermos felizes…

    Exprimir meus momentos
    Com palavras de esperanças
    Sonhar utopias
    Sobrevoando os sentimentos

    Simplesmente sonho
    Na prática verbal

  3. Como surfista preso num cabo
    Uma força poderosa
    Motiva a resposta
    Liberando as sensações

    Extremamente prazerosa
    Cresce a paixão
    Instalando a dependência
    Na construção da convivência

    Delegando sutilezas
    Adapta-se à emoção
    Proporcionando satisfação
    Infesta a experiência

  4. S

    O selo pode-se ler como sendo”Por Tu Gal”, que faria sentido, embora não se encaixe muito neste contexto. Ou, que do meu ponto de vista me parece mais plausível, pode-se ler: “Por Tou Gral”. Sendo que esta leitura é compatível com a língua Mirandesa, que já se verificou que D. Afonso Henriques falava. Traduzindo, em Português, significará:”Por Teu Graal”.
    Pode, perfeitamente, qualquer uma, de facto, explicar a origem do nome Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: