A Cruzada Popular de Pedro, o Eremita

A partida do exército cruzado havia sido marcada para 15 de Agosto de 1096, e teria início logo após terem sido realizadas as colheitas (na Idade Média, os ciclos agrícolas determinavam a maioria das actividades humanas).

Mas para aqueles que pouco tinham e que tinham sido seduzidos pelo ideal de Cruzada pelos prelados e pelo papa Urbano II uma data que apontava para daí a nove meses era o tempo de uma vida… Com efeito, no século XI as expectativa de vida média de um camponês mal se aproximava dos trinta anos…

Essa impaciência tornou os ouvidos das classes populares mais receptivos à mensagem veiculada por uma tal de “Pedro, o Eremita”.

Por isso, quando Pedro começou a percorrer os caminhos da Europa montado no seu burro (emulando a figura de Cristo entrando em Jerusalém) foi imediatamente por um número crescente de seguidores que em poucas semanas chegava aos milhares.

Anos antes, Pedro tentara peregrinar até Jerusalém, mas fora desencorajado pelos turcos otomanos que controlavam o acesso à Cidade Santa e voltara para trás. O ressentimento então acumulado dera-lhe energias para promover agora aquela que a História conheceria como a “Cruzada Popular”…

Quando os membros da Cruzada Popular chegaram a Belgrado – na actual Sérvia – começaram a pilhar a região. Naturalmente, isso enfureceu o imperador bizantino que controlava a região, que os mandou com escolta para Constatinopla. De caminho, saquearam ainda a Hungria.

Os vinte mil cruzados haveriam de atravessar o Helesponto para a Ásia Menor, mas ao desembarcarem perderam a pouca coesão que traziam. Uma parte do “exército” acampou em Kivetos a sul de Nicomedia, os restantes atacaram a região de Niceia lançando o caos na zona, não distinguindo cristãos de muçulmanos, matando e saqueando uns e outros.

Perto de Niceia, conquistaram e ocuparam um castelo. Os turcos por fim, decidiram-se a reagir, e com um forte exército cercaram o castelo. Em menos de uma semana os cercados desesperavam por água (não havia nenhum poço no interior das muralhas controladas pelos cristãos) e ao fim de oito dias os últimos sobreviventes rendiam-se aos otomanos.

Pouco depois, o mesmo exército turco atacava o segundo grupo de cruzados populares em Kivetos, massacrando-os completamente. Os poucos sobreviventes seriam embarcados de volta para a Europa por uma esquadra bizantina, sendo salvos precisamente por aqueles que tão mal haviam tratado semanas antes… E assim terminou aquela que foi chamada a “Cruzada Popular”.

Anúncios
Categories: História | 9 comentários

Navegação de artigos

9 thoughts on “A Cruzada Popular de Pedro, o Eremita

  1. Paul Johnson

    Ta bon o artigo, ilustra bastante, mas un poco abreviado. Por que nao conta como terminou o Pedro.

  2. eis a resposta:
    “He appears, in the beginning of 1098, as attempting to escape from the privations of the siege of Antioch–showing himself, as Guibert of Nogent says, a “fallen star.” However, Guibert and other sources go on to write that Peter was responsible for the speech before the half-starved and dead Crusaders which motivated their sally from the gates of Antioch and their subsequent crushing defeat of the overwhelmingly superior Muslim army besieging the city. Thus, having recovered his stature, in the middle of the year he was sent by the princes to invite Kerbogha to settle all differences by a duel which the Emir subsequently declined; and in 1099 he appears as treasurer of the alms at the siege of Arqa (March), and as leader of the supplicatory processions around the walls of Jerusalem before it fell and later within Jerusalem which preceded the Crusaders’ miraculous victory at the Battle of Ascalon (August). At the end of the year he went to Latakia, and sailed thence for the West. From this time he disappears; but Albert of Aix records that he died in 1131, as prior of a church of the Holy Sepulchre which he had founded in France.”
    http://en.wikipedia.org/wiki/Peter_the_Hermit

    ou seja, desapareceu dos registos históricos em 1099, ainda que haja relatos que o dão vivo até 1131 (Albert de Aix)

  3. isso tem alguma coisa a ver?

  4. vou fazer um trabalho sobre isso!!!!!!!

  5. bom otimo vou fazer trabalho sobre isso
    e seminario também vou ter q esplicar também gostei da esplicacao

  6. legggggaaaaaaaall

  7. brenda

    quantas pessoas se envolveram na cruzada popular

  8. Open Source Blog – Open up source at Google with news concerning Google’s open source jobs and
    also programs.

  9. Source:¹Multiple Streams of Income¹, Robert G.
    Social media web design provides the opportunity to build your
    brand through images, slogans and profile information. And in terms of web design, every person aspires to be
    a part of an expert group and make internet sites for other
    professionals.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: